Por Da redação Em Notícias

Dom Orlando tem grande missão na arquidiocese de Aparecida

Dom orlando

Foto: Arquidiocese de Londrina (PR)

“Pequena arquidiocese, porém, insigne, e, principalmente, muito querida pelo povo brasileiro”, assim definiu Papa Paulo VI ao primeiro arcebispo de Aparecida (SP), dom Carlos Carmelo de Vasconcelos Motta. Apesar de pequena, com 1,3 mil metros quadrados, abrangendo cinco municípios, com uma população de quase 200 mil habitantes, a arquidiocese possui um forte simbolismo na fé do povo brasileiro. Como pastor, dom Orlando Brandes chega a Aparecida com uma significativa missão.

O arcebispado que irá assumir é composto por 18 paróquias e uma capelania militar. O clero secular é formado por 24 presbíteros e 2 diáconos permanentes. Segundo o Ceris (Centro de Estatísticas Religiosas e Investigações Sociais), estão na arquidiocese 118 religiosos e 169 mulheres consagradas, dedicados ao cumprimento das missões próprias de seus respectivos carismas. Além disso, centenas de leigos e leigas dedicam-se às pastorais, ministérios, serviços e obras sociais.

:: Receba em casa o Jornal Santuário

Sobre a missão do sucessor, dom Raymundo Damasceno Assis faz votos de que o ministério episcopal seja frutuoso. “O arcebispo de Aparecida tem uma dupla missão: cuidar da arquidiocese, sem se esquecer de cuidar e dos devotos e de querer bem a eles, que vêm aqui de passagem para reforçar sua fé, sua pertença à Igreja, e que voltam sempre animados para assumir as responsabilidades nas suas paróquias e nos seus movimentos”, destaca.

No Santuário Nacional, ao lado dos missionários redentoristas, o bispo ajudará a propagar a devoção mariana aos 12 milhões de devotos que visitam a Basílica, anualmente, e aos muitos outros que acompanham pelos meios de comunicação. Mais do que isso, dom Orlando conduzirá as atividades jubilares e a celebração dos Tricentenário do encontro da Imagem de Aparecida nas águas do Rio Paraíba do Sul, em outubro próximo.

Também inserido no contexto dos 300 anos do encontro de Aparecida, o pastor à frente da arquidiocese vivenciará as Santas Missões Redentoristas, que levarão um novo ardor e prepararão o povo de Deus para esse grande momento mariano, no primeiro semestre deste ano.

Já em Guaratinguetá (SP), dom Orlando atuará na ampliação do Santuário de Frei Galvão. Depois da conquista do terreno, em 2015, dá-se início a campanha para as obras de ampliação. O Santuário está hoje construído em uma área de 11mil m² e, com a doação, terá uma área total de 107 mil m². O projeto, que visa criar um espaço mais amplo, com as estruturas adequadas e necessárias para acolher o crescente número de devotos, também receberá o Bosque Laudato Si, um espaço de contemplação, reflexão e introspecção, cujo objetivo maior será preparar o visitante para que ele se interiorize e possa participar do momento de oração.

:: “Quero estar no meio do povo”, afirma dom Orlando Brandes

 

 

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Da redação, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.