Por Deniele Simões Em Notícias

Padre Vítor Coelho de Almeida: “um santo do cotidiano”

O missionário redentorista padre Vítor Coelho de Almeida pode tornar-se o primeiro santo redentorista brasileiro.

Foto de: Arquidiocese de Aparecida

Dom Darci

"Padre Vítor era dedicado ao povo,
devoto de Nossa Senhora, um
sacerdote exemplar que tinha como
missão anunciar a bondade de Deus"

O bispo auxiliar de Aparecida (SP) e vice-postulador da causa de beatificação do religioso, dom Darci José Nicioli, fala ao JS sobre o andamento do processo e recorda a vida e obra do Apóstolo da Comunicação, que fez história nas ondas da Rádio Aparecida e no trabalho de evangelização do povo de Deus.

Para dom Darci José, padre Vítor Coelho de Almeida é um santo do cotidiano, que fez a experiência da misericórdia no amor de Deus até nos momentos mais difíceis de sua vida. “Ele deixou-se construir por Deus”, justifica.

Jornal Santuário de Aparecida  Como está o andamento da causa de beatificação de Pe. Vítor Coelho de Almeida?

Dom Darci José Nicioli – É um processo diocesano, que foi concluído e enviado para a Congregação para a Causa dos Santos. Está lá desde 2006, e agora nós estamos esperando a avaliação para provar a heroicidade das virtudes do Servo de Deus padre Vítor Coelho de Almeida.

JS  Que outros passos devem ser percorridos até a beatificação?

Dom Darci – No momento, estamos fazendo um estudo das obras e virtudes do padre Vítor Coelho. Todos os programas na rádio Aparecida foram transcritos e o material está sendo analisado por dois peritos teólogos e também passará por dois peritos históricos.

Após essa fase, vamos fazer uma nova abertura do processo aqui em Aparecida e enviar tudo para Roma para a elaboração do decreto da historicidade das virtudes e, depois, levar os três milagres que já temos pesquisados e estamos analisando, para que a Congregação para a Causa dos Santos os referende e aconteça, então, a beatificação.

JS  O senhor conviveu com padre Vítor Coelho. O que pode dizer sobre a vida de santidade desse redentorista?

Dom Darci – O mais interessante é que ele é um santo do cotidiano. Nós temos uma ideia de santo como uma pessoa super especial, mas não. Padre Vítor era dedicado ao povo, devoto de Nossa Senhora, um sacerdote exemplar que tinha como missão anunciar a bondade de Deus. Ele fez a experiência da misericórdia do amor de Deus até quando passou por todas as suas dificuldades de saúde e foi santificando-se no dia a dia, de uma maneira que todos nós entendemos que é possível ser santo também, fazendo suas renúncias, vivendo seus limites, superando os obstáculos da vida. Ele deixou-se construir por Deus. Aí está a santidade dele.

JS  O que representa a beatificação e a canonização de padre Vítor para a Congregação Redentorista?

Dom Darci – Ele era um homem da província redentorista de São Paulo, brasileiro e mineiro. Um santo que responde às necessidades que são próprias do nosso tempo. Posso até dizer que ele foi um sanitarista. Aliado à pregação da palavra de Deus, ensinava as pessoas a bem viver, a cuidar da natureza e da saúde. A beatificação será um testemunho que muito nos ajudará, primeiro, a evangelizar falando da bondade de Deus. Segundo, a fazer com que a evangelização seja muito encarnada na vida do povo. Será espetacular termos o padre Vítor elevado à glória dos altares, como testemunha de um homem bom, de padre zeloso, de missionário redentorista seguidor genuíno de Santo Afonso e de um homem de Igreja.

JS  Como o senhor analisa o fenômeno da devoção a padre Vítor?

Dom Darci – Em vida, o padre Vítor já era muito procurado pelos romeiros de Nossa Senhora, porque era muito próximo do povo. Isso continuou depois da sua morte, porque reconhecem em padre Vítor uma manifestação de Deus. Se, em vida, ele já ensinava as pessoas a viverem bem, a terem saúde, a cuidarem da própria existência, por que na morte não ser ele também o intercessor junto de Deus para que as pessoas consigam superar as suas dificuldades e vencer na vida? Padre Vítor é um vencedor e nos ensina a vencer. Por isso as pessoas o procuram.

JS  O Memorial Redentorista, em Aparecida, abriga o túmulo e uma série de objetos ligados a Padre Vítor. Qual a importância de se manter essa história viva?

Dom Darci – Ali estão os restos mortais de muitos redentoristas, desde os primeiros, os bravos alemães que fundaram essa comunidade em Aparecida e em Goiás, em 1894. Padre Vítor é um filho de todo esse projeto. Ele abraçou essa causa e é, dentre os missionários redentoristas, um homem exemplar. Por isso, então, devido ao carinho do povo e ao reconhecimento que nós já temos da heroicidade de suas virtudes, achamos por bem reservar uma pequena capela para os restos mortais de todos os padres, ao padre Vítor. É fundamental manter essa memória. Queremos que a vida dele não se apague da mente dos brasileiros e seja conhecida ainda por outros que não o conheceram pessoalmente, porque ele é um modelo a ser seguido.

JS  Que legado ele deixou?

Dom Darci  Ele foi um homem muito preocupado com as vocações. São muitos aqueles que ele atraiu para o seminário e se tornaram padres e missionários redentoristas. E isso desperta em nós esse compromisso de plantar a vocação no coração dos jovens.

O segundo legado é ligar a pregação da palavra de Deus à vida. Fé e vida. Ele foi exemplar, sob esse aspecto. Um homem que entendia da Doutrina Social da Igreja e falava sobre isso para que as nossas pregações, como missionários redentoristas, não fossem uma pregação desencarnada.

Um terceiro ponto é a praticidade da pregação dele. Um homem objetivo, que se fazia entender e falava dos mistérios de Deus de uma maneira que todos entendiam.

E um quarto e último aspecto é que ele foi um homem de congregação e de comunidade, num tempo de individualismo. Assumiu os compromissos e a missão da comunidade.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.