Por Deniele Simões Em Notícias Atualizada em 03 ABR 2019 - 15H27

Paróquia Espírito Santo prepara-se para Cerco de Jericó 2016

A comunidade da Paróquia Espírito Santo (PES), em São José dos Campos (SP), está com quase tudo pronto para o Cerco de Jericó 2016. O evento acontecerá no ExpoValeSul, entre os dias 11 e 17 de janeiro, com expectativa de público de 21 mil pessoas.

Essa será a sétima edição do Cerco, que funciona como um grande momento de oração e evangelização promovido pela paróquia, considerado o maior da região do Vale do Paraíba.

Grande parte do público é formada por fiéis da paróquia e da diocese de São José, mas a presença de caravanas de outras localidades tem sido cada vez maior. O acesso ao Cerco acontece via distribuição de convites, que foram trocados por gêneros alimentícios e fraldas descartáveis, em novembro.

Foto de: Paróquia Espirito Santo

cerco_de_jerico_arquivo_pessoal

Cerca de 21 mil pessoas devem acompanhar o evento em São José dos Campos; convites foram
retirados em novembro

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Segundo o pároco da PES, padre Luis Fernando Soares, há pelo menos 1.000 voluntários envolvidos na realização para o evento. Além da organização estrutural, os preparativos incluem a parte espiritual. “Todo mundo já se colocando em oração, porque não é um evento qualquer, uma feira religiosa, mas um encontro de oração”, explica o sacerdote.

O assistente administrativo Guilherme Rodolfo Silva Camargo, de 25 anos, é um dos voluntários que trabalharão no Cerco. Ele integra a equipe do evento há dois anos e, nesta edição, prestará serviços como brigadista.

Para o jovem, a participação é um meio indireto de ajudar as pessoas que necessitam de amparo espiritual. “Entendo que cada serviço prestado, dentro do contexto Cerco de Jericó, é grande combate travado para que encontrem um verdadeiro ideal de vida, Jesus de Nazaré e, dessa forma, possam ser verdadeiramente livres”, justifica.

Guilherme vê no Cerco uma oportunidade de as pessoas curarem feridas anteriores, traumas, medos e, assim, alcançarem a salvação de suas almas, como aconteceu com ele próprio.

Foto de: Paróquia Espirito Santo

cerco_de_jerico_3_arquivo_pessoal

Padre Luis Fernando conduz celebração na edição deste ano do Cerco de Jericó

 

O jovem participou do evento pela primeira vez em 2013, quando ainda acontecia na sede da paróquia. Era um período de chuvas e ele acompanhou algumas celebrações do lado de fora, chegando a se molhar. “Nada mais era que chuva de graças”, recorda.

Padre Luis Fernando ressalta também que, além de uma época de reflexão, o Cerco é instrumento de evangelização. “Muitas pessoas que estão longe de Deus, ou algumas que nem têm um contato mesmo, encontram-se com Jesus”, explica.

No caso daqueles que já desenvolvem a fé dentro da comunidade, é um período propício para fomentar o crescimento espiritual. “É um tempo para a gente pensar um pouquinho naquilo que nós estamos vivendo. Tenho certeza que todos são atingidos, cada um dentro do tempo que Deus tem para ele”, acrescenta.

25 anos da PES 

Este ano o Cerco tem um significado diferente, porque irá abrir os preparativos para a comemoração dos 25 anos da Paróquia Espírito Santo (PES), com o tema Proclamai o Ano da Graça do Senhor.

Foto de: Arquivo Pessoal

cerco_de_jerico_arquivo_pessoal_1

Após processo de conversão pessoal,
Guilherme atua como voluntário e
quer celebrar jubileu de prata da 
Paróquia Espirito Santo amadurecendo
cada vez mais

Padre Luis Fernando ressalta que o ano jubilar serve para agradecer e acolher as graças ocorridas durante o período de existência da paróquia, mas também é um momento de revisão de toda a caminhada.

Ainda de acordo com o pároco, a ideia é proclamar o ano de 2016 como um ano de graça em preparação ao jubileu de prata, conclamando todos os movimentos, grupos, células e pastorais a acolher essa grande festa. “Que a gente possa recordar tudo o que nos aconteceu, as maravilhas do Senhor, porque foi pura graça, não merecimento”, conclui.

Guilherme frequenta a PES desde 2012, quando se converteu. Ele acredita que participar do jubileu será muito marcante. “Não somente para a paróquia, mas também para minha história na amizade com Deus, pois é assim que cotidianamente aprendo a progredir em minha espiritualidade, assim como em cada contato com as pessoas nas formações humanas, e isso me torna um cristão maduro, ainda mais maduro na fé, no amor, na caridade, na esperança e no serviço”, revela.

De acordo com informações da paróquia, as celebrações de aniversário vão acontecer durante todo o ano de 2016, com início no Cerco de Jericó e encerramento na celebração de Pentecostes, em 2017.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.