Por Jornal Santuário Em Notícias

Peregrinação e Simpósio das Famílias acontecem no Santuário Nacional

Há seis edições, o casal Zilmar e Vera Lúcia Batistela, que moram em Butiá (RS), participam da Romaria das famílias. Só perderam o primeiro ano. Eles foram até Aparecida (SP) buscar uma compreensão sobre a família e seus desafios. Os dois têm filhos de 30 e 26 anos. “Participar é maravilhoso, pois é o momento que escolhemos dar uma pausa para pensar e analisar sobre a situação da família. Hoje em dia as famílias estão muito destruídas e vir a esses encontros reforça cada vez mais a união com a Igreja, com Cristo e com Nossa Senhora, para que a gente possa conduzir nossa família”, compartilha Vera.

Foto de: Eduardo Gois / JS

Dom João Bosco - Eduardo Gois JS

Dom João Bosco: "É hora de
plantarmos a esperança e
mostrarmos os nossos valores,
oferecer o remédio chamado
amor, para o mundo curar as
feridas, ou seja, sair em missão"

O casal do Distrito de São Miguel Paulista (SP), Gabriel Donizete Neves e Rosângela da Guarda Santos Neves, são casados há quase 33 anos, têm dois filhos de 26 e 19 anos e participam do evento pela quarta vez. Ambos atuam na Pastoral Familiar na região onde vivem. Donizete afirma que é oportunidade de adquirir conhecimento e ajudar outras famílias, repassando a mensagem e o aprendizado. Para ele é muito difícil a compreensão do porquê de as famílias não conseguirem viver uma comunhão com Cristo e uma relação de amor. “Fico triste por saber que algumas famílias não conseguem viver essa dimensão, mas ao mesmo tempo saio daqui fortalecido para tentar ajudar.”

Na opinião de Rosângela a participação resulta em uma espécie de renovação na fé em Deus, na família e na crença de que não estão sozinhos na missão, pois o número de pessoas que participam prova que ainda existem muitas famílias interessadas e comprometidas em viver uma verdadeira família em Cristo. “Não podemos perder os valores humanos e cristãos das famílias”, reforça Rosângela.

Assim como os dois casais, quase 2.000 pessoas estiveram reunidas em Aparecida (SP), para participar do 5º Simpósio e 7ª Romaria Nacional das Famílias. O evento aconteceu entre os dias 29 e 31 de maio, no Centro de Eventos Padre Vítor Coelho de Almeida, no Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida.

Com o tema O amor é a nossa missão: a família plenamente viva, o evento contou com a presença do bispo auxiliar de Aparecida, de dom Darci José Nicioli; do presidente da Comissão para a Vida e a Família da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e bispo de Osasco (SP), dom João Bosco de Souza; do bispo de Camaçari (BA) e ex-presidente da comissão, dom João Carlos Petrini; e do casal Roque e Verônica Rhoden, coordenadores da Comissão Nacional da Pastoral Familiar.

Foto de: Eduardo Gois / JS

Vera e Zilmar - Eduardo Gois JS

O casal Vera Lúcia e Zilmar
Batistela, que mora em
Butiá (RS)

Os participantes também tiveram oportunidade, no dia 30 de maio, de rezar o Santo Terço totalmente dedicado às famílias, além de poder participar de diversas celebrações de missas, em horários diferentes, em ação de graças a elas. 

Dom João Bosco, agradeceu aos religiosos e religiosas, leigos e leigas que estão engajados na missão pastoral, e fez uma breve apresentação sobre como é assumir uma comissão tão importante quanto a Comissão Episcopal Pastoral para Vida e Família. O bispo foi eleito como presidente na recente 53ª Assembleia Geral dos Bispos do Brasil, para ocupar uma presidência antes assumida por dom João Carlos Petrini. “Venho iniciar os primeiros passos nessa missão, o caminho já feito, foi muito bem conduzido por dom Petrini, pois conhecemos a competência e a sabedoria desse irmão. Quero continuar com todo amor e carinho.”

Nas primeiras reflexões do simpósio, ele compartilhou o grande esforço da família e da Igreja no Brasil. “É uma hora muito importante, porque o Papa Francisco nos convoca a um diálogo com toda a Igreja.

O bispo citou a figura pessoal do Papa Francisco, pelo modo com que assumiu o pontificado e a inspiração e a graça do Espírito Santo que ele traz. “Ele penetra por todos os caminhos da humanidade e não envolve só a nossa Igreja pela grande caminhada, mas toda a humanidade. É um Papa providencial para este momento em que estamos vivendo, que nos convida ao diálogo e a uma grande revisão de toda a atividade eclesial, principalmente com as famílias; convida à consciência dos grandes desafios que movem a família, e, sobretudo, à esperança e à alegria, uma vez que nos deparamos com tantas linguagens que mostram problemas, crises. Mas devemos ser esperança e olharmos para a família, não como um problema, mas como uma união, um presente, uma graça. Devemos acolher e nos alegrarmos diante de Deus”, explica.

Foto de: Eduardo Gois / JS

Rosângela e Gabriel - Eduardo Gois JS

Do Distrito de São Miguel
Paulista (SP), Rosângela
da Guarda Santos Neves
e Gabriel Donizere Neves
participam da Pastoral Familiar

Sobre a grande temática do simpósio, o amor e a missão, dom João Bosco relembrou o documento de Aparecida, e a atenção especial que foi dada à missão. “O Papa Francisco quer uma Igreja missionária, se temos o amor como nossa tarefa, devemos levá-la em saída missionária para todo o mundo”, aponta.

Na reflexão, o bispo afirma ter a impressão de que se vive um momento especial desde o Concílio Vaticano II, um tempo abençoado da Igreja que se deparou com um mundo difícil, um mundo turbulento; o Concílio prevendo, pela graça do Espírito Santo, que se iria passar por tempos bastante complicados, colocou-se diante do mundo com coragem e veio, durante os últimos 50 anos, trabalhando, aprimorando, considerando e aprofundando toda a verdade de Jesus Cristo. “Nós não estamos perdidos, mas sim desafiados por esse mundo com as suas novidades, confusões e contradições, mas a Igreja tem caminhos, tem propostas e certezas baseadas no Evangelho”, comenta dom João Bosco.

 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.