Por Jornal Santuário Em Notícias

Santuário prepara Novena e Festa da Padroeira

Os moradores de Aparecida (SP) e os romeiros que chegam ao Santuário Nacional já esperam ansiosos a Novena e a Festa da padroeira. Mas para que tudo fique bonito, antes mesmo de o mês de outubro começar, uma parafernália de coisas começa a ser preparada. Quem pensa que tudo começa apenas alguns dias antes está muito enganado, pois os preparativos estendem-se desde janeiro até os dias da festa.

De acordo com o reitor do Santuário, padre João Batista de Almeida, tudo é pensado para que a programação estimule os visitantes a rezar bem e fazer a experiência com o sagrado no Santuário. A ideia é que o povo de Deus que participa da Novena e da Festa volte para casa renovado.

Foto de: Deniele Simões / JS

Novena Padroeira - Deniele Simões JS

Participação de funcionários e voluntários é fundamental para realização da festa

 

O tema deste ano é Com Maria, em Jesus, chegamos à Glória! e encerra a sequência das temáticas do Santo Rosário, iniciado ainda em 2012.

Nesse período é trabalhada a construção dos textos para as cerimônias que inspiram todo o trabalho das coreografias para as celebrações.

Todos os anos, de dois a cinco meses antes do início da novena já começam os ensaios, que acontecem no período da noite, no altar do Santuário, muitas vezes sem hora para acabar.

Os figurinos e carros de entrada para as celebrações da Novena e da Festa também são todos confeccionados no próprio Santuário e todo o trabalho tem um cunho evangelizador que segue à risca a temática. Segundo o reitor, todo o material, principalmente de figurino, é reaproveitado quase que na totalidade em outras celebrações e o Santuário dispõe de costureiras e carpinteiros fixos no quadro de funcionários.

Temática planejada

A Novena de 2015 marca os preparativos para o grande jubileu de 300 anos do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida. O tema deste ano é o último a refletir sobre os Mistérios do Rosário, tradicional devoção católica a partir da qual se contempla a vida de Jesus na companhia de Maria. A reflexão deste ano é sobre os Mistérios Gloriosos. Em 2012, foram os Gozosos, em 2013, o tema refletiu sobre o Mistério da Luz. No ano subsequente, o enfoque foi sobre os Mistérios Dolorosos.

Em 2016, o tema vai abordar os diversos títulos dados a Maria para, finalmente, celebrar o jubileu do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida, em 2017.

Padre João Batista explica que é um processo feito com muito carinho, que muitas vezes se inicia ainda em dezembro do ano anterior, quando o livreto da novena é entregue pela Editora Santuário.

Foto de: Eduardo Gois / JS

Pe. João Batista - Eduardo Gois JS

Reitor do Santuário, padre João Batista, fala sobre os preparativos
para a Novena e Festa da Padroeira

Outro ponto marcante é a participação da Igreja do Brasil nas festividades. São religiosos de várias localidades do país que participam das celebrações. A cada ano, são trazidos bispos e missionários diferentes, que se sentem felizes, orgulhosos e honrados por participarem.

Este ano a novena também vai contar com momentos dedicados às crianças, aos adolescentes, às paróquias de Aparecida e terá logo depois das celebrações, em alguns dias, shows musicais.

Somando forças

A participação dos funcionários do Santuário é fundamental para que tudo aconteça dentro do planejado. Por baixo são aproximadamente 1.500 pessoas envolvidas nos bastidores. São pessoas que participam das coreografias, da equipe de acolhida etc.

Nos dias da Novena e Festa, o pessoal da acolhida faz o correto encaminhamento das autoridades e do público em geral para que todos possam desempenhar seu papel, seja no altar ou na assembleia.

Geralmente, os membros da equipe são de Aparecida ou de cidades próximas, como Roseira, Guaratinguetá e Potim, são pessoas que se sentem valorizadas no sentido de aqui estarem e participarem de todo esse processo.

Se, ao longo do ano, o Santuário Nacional já dispõe de uma grande estrutura para acolher os romeiros que acompanham a programação normal, durante a Novena e Festa da Padroeira há um incremento nos trabalhos. A medida é necessária para garantir o atendimento aos peregrinos.

Estrutura de acolhida

Ambulatório médico – O posto de atendimento é responsável pela acolhida imediata dos devotos que apresentam qualquer sintoma de mal-estar. O local é destinado a quadros mais amenos. Situações mais graves são sempre encaminhadas pelo ambulatório para a Santa Casa de Aparecida, obra também mantida pelo Santuário Nacional.

Estacionamento – São 2.000 vagas para ônibus, 3.000 para veículos de passeio e 602 para motocicletas. Os serviços são pagos e contemplam socorro mecânico.

Segurança – Ao todo são 180 câmeras de monitoramento no complexo Santuário Nacional e um efetivo fixo de 152 vigilantes. Geralmente, em dias de grande movimentação, como dia 12 de outubro, existe o auxílio da Polícia Militar.

Embarque e desembarque – Em dias de grande movimento e quando há veículos estacionados no pátio superior, o Santuário Nacional fornece o serviço nos postos de embarque e desembarque, para facilitar o acesso dos romeiros à igreja. Para esse transporte dos visitantes são usados dois micro-ônibus, e caso o fluxo de pessoas seja ainda maior são inclusas vans para o transporte.

Coreografias e encenações embelezam dias de Novena e Festa

Cada dia da Novena é baseado em um subtema, sempre vinculado ao tema geral da Festa e a liturgia. A participação da comunidade é grande e muito carregada de fé e doação. Mas, antes de tudo, é necessária uma preparação para que tudo corra bem e saia da forma como Nossa Senhora Aparecida merece. São meses de ensaios para que tudo ocorra perfeitamente.

São pessoas de todas as idades: crianças, jovens, adultos e idosos. Todos com o mesmo objetivo: evangelizar e contribuir.

De acordo com padre João Batista, as coreografias são assessoradas por dois padres, que dão o tom mais teológico. Elas devem ser feitas com um caráter evangelizador e não de qualquer jeito, pois se pretende passar uma mensagem, auxiliando as pessoas a pensarem no que está sendo celebrado em cada dia da novena, ou seja, fazer com que a liturgia seja mais acessível, principalmente para aqueles mais simples.

Quem participa das encenações dedica suas horas vagas a servir. A maioria afirma ser uma forma de agradecimento à Mãe Aparecida. É o caso de Francine Marcondes, que atua de forma voluntária há cerca de três anos durante a novena e em outras ocasiões, como no Hallel de Aparecida, Arraiá de São João e na equipe de cerimonial. Ela conta que participar traz paz de espírito e é uma forma de agradecer a Nossa Senhora as várias graças que já recebeu. “São mais experiências sendo agregadas em nossas vidas, conhecemos novas pessoas e fazemos novos amigos. Às vezes tenho receio de errar, mas a gente tenta dar o melhor e se sentir responsável. É muito gratificante.”

Foto de: Eduardo Gois / JS

Patricia, Angélica e Francine - Reprodução

Patrícia, Angélica e Francine são colaboradoras do Santuário
e atuam voluntariamente na equipe de coreografia. Para
elas a participação é mais que uma forma de doação, é uma
maneira de se realizarem enquanto devotas da Mãe Aparecida

A voluntária que também é colaboradora do Santuário no núcleo de serviço social se sente privilegiada em fazer parte. “Tem muita gente que gostaria de trabalhar aqui. Eu tenho o privilégio de além de ser funcionária, poder ser voluntária.” 

Patrícia Guedes de Lima Silva, trabalha há nove anos no Santuário. Nesta época do ano, depois do expediente na tesouraria, faz ensaios de até quatro vezes por semana, na equipe de coreografias. Um trabalho que une doação, dedicação e satisfação. Patrícia se sente realizada com a atuação voluntária que pratica e partilha que está na equipe de dança desde a época da escola. “A energia que recebemos é a mais positiva, percebe-se que todos estão unidos em um mesmo ideal, são momentos únicos, pois as pessoas olham com um olhar de satisfação, então percebemos que nosso objetivoé cumprido quando Evangelizamos por meio das coreografias.”

Patrícia também explica um pouco da mística que envolve a equipe. “Existem casos que a coreografia não dá certo nos ensaios e na hora sai perfeito, tem um dedo de nossa senhora”, brinca.

Na opinião de Patrícia as pessoas que trabalham nas diversas iniciativas de voluntariado durante a Novena e Festa da padroeira não veem a prática como um trabalho, e, sim, como uma satisfação. “É gratificante ver a fé no olho de cada devoto e saber que a mensagem que queríamos foi passada. É oportunidade de sair um pouco de si e doar-se ao próximo.”

Compartilha da mesma ideia a voluntária profissional de Tecnologia da Informação (T.I), Angélica Fonseca. Ela conta emocionada como são fortes as encenações, como por exemplo do ano em que várias mães perderam seus filhos no ataque a uma escola do Rio de Janeiro. “No olhar de cada devoto, percebemos uma energia diferente, recebemos um carinho grande e isso nos ajuda como seres humanos”, acrescenta;

Angélica que trabalha no Santuário faz 11 anos, detalha que sente grande alegria em a cada ano poder participar. “É um movimento não só de corpo e sim de alma”. Ela também afirma que os resultados são satisfatórios, porque são um mérito de um grupo unido em um mesmo ideal, que este ano conta com cerca de 50 meninas que voluntariamente evangelizam com a dança, a atuação e principalmente o coração.

Veja qual tema será refletido em cada dia de novena.

1º dia – Maria: Mãe na vida, mãe na morte! “A alegria do Evangelho enche o coração e a vida inteira daqueles que se encontram com Jesus. Quando se deixam salvar por Ele são libertados do pecado, da tristeza, do vazio interior, do isolamento” (EG 1).

2º dia – Maria: Mãe da obediência em Cristo! “Quando a vida interior se fecha nos próprios interesses... já não entram os pobres, já não se ouve a voz de Deus já não se goza da doce alegria do seu amor, nem fervilha o entusiasmo de fazer o bem” (EG 2).

3º dia Maria: Mãe peregrina que nos espera no Céu! “Quem arrisca, o Senhor não o desilude; e, quando alguém dá um pequeno passo em direção a Jesus, descobre que Ele já aguardava de braços abertos a sua chegada” (EG 3).

Foto de: Portal A12

Livro Novena - Portal A12

Adquira o livrinho da novena pela central de atendimento
da Editora Santuário no telefone 0800 16 00 04

4º dia Maria: Mãe vivificada no Espírito Santo! “Uma cultura popular evangelizada contém valores de fé e solidariedade, que podem provocar o desenvolvimento de uma sociedade mais justa e crente, e possui uma sabedoria peculiar que devemos saber reconhecer com olhar agradecido” (EG 68).

 

5º dia Maria: Mãe e missionária do Pai com Jesus! “Este mundanismo asfixiante cura-se saboreando o ar puro do Espírito Santo, que nos liberta de estarmos centrados em nós mesmos, escondidos em uma aparência religiosa vazia de Deus. Não deixemos que nos roubem o Evangelho” (EG 97).

6º dia Maria: Mãe planificada pelo Pai! “Quando uma comunidade acolhe o anúncio da salvação, o Espírito Santo fecunda a sua cultura com a força transformadora do Evangelho!” (EG 116).

7º dia Maria: Mãe acolhedora dos filhos na eternidade! “É o Espírito Santo que, enviado pelo Pai e o Filho, transforma os nossos corações e nos torna capazes de entrar na comunhão perfeita da Santíssima Trindade, no qual tudo encontra a sua unidade” (EG 117).

8º dia Maria: Mãe e sinal do amor eterno! “Cristo é a ‘Boa Nova de valor eterno’, sendo ‘o mesmo ontem, hoje e pelos séculos’, mas a sua riqueza e a sua beleza são inesgotáveis. Ele é sempre jovem e fonte de constante novidade” (EG 11).

9º dia – Maria: Mãe, rainha e servidora! “O Espírito Santo, que inspirou a Palavra, é quem ainda hoje, como nos inícios da Igreja, age em cada um dos evangelizadores que se deixa possuir e conduzir por Ele, e põe na sua boca as palavras que ele sozinho não poderá encontrar” (EG 151).

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.