Por Jornal Santuário Em Notícias

Semana da Juventude: Que Igreja para quais jovens? é tema da quarta-feira

No dia 13 de maio, o quarto dia da Semana da Juventude, o bispo de Uruaçu (GO), dom Messias dos Reis Silveira, foi o convidado a presidir a missa das 9h no Santuário Nacional. Além de acolher todos os jovens, a celebração também teve como momento marcante o envio da Imagem Jubilar de Aparecida à diocese de Uruaçu. “Amados irmãos, todas as vezes que nos encontramos no santuário, a graça de Deus nos visita, a Mãe de Deus atrai as pessoas para o seu filho Jesus. Hoje nós celebramos um dia especial”, comentou o bispo.

Na avaliação do bispo a Semana da Juventude é momento marcante de preparação para celebrar os jovens de todo o Brasil. “A juventude espera animada, mais uma vez, pelo Espírito Santo para que assim possa continuar a vivência cristã e continuar buscando o que Deus oferece, para que a vida seja vivida com dignidade. ”

Foto de: Eduardo Gois / JS

Max - Eduardo Gois JS

Vindo da diocese de Uruaçu,
o jovem Max, tem 17 anos.
Ele é seminarista e sente-se
muito feliz de ter participado.
"A juventude é o futuro do
nosso país e da nossa Igreja,
então momentos como este
são muito importantes"

A celebração do quarto dia refletiu o tema Que Igreja para quais Jovens? “O tema de hoje reflete sobre qual Igreja e para qual juventude. Essa Igreja é aquela iluminada pela Palavra de Deus, que tem sempre uma notícia boa trazida por Jesus. Sempre quando ouvimos a proclamação do Evangelho, dizemos: ‘Palavra da Salvação’ e que bonito dizer isso, pois o Evangelho é a Palavra da Salvação para nós. Não é uma palavra para condenar, mas para salvar e quem se deixa iluminar pela Palavra, vai encontrando a graça de Cristo. Mas qual Igreja, nos tempos atuais, onde a juventude possa realmente se encontrar e fazer uma experiência belíssima de amor de Deus?, questiona.

O bispo reflete que, assim como dizem as palavras do Papa Francisco, proferidas durante a JMJ, a Igreja é mãe e como mãe acompanha de perto seus filhos e quer educá-los, mas não educa através de decreto, e sim com atitudes amorosas. “Como é difícil viver sem Igreja, ou seja, sem Mãe, sem a Palavra, sem aquela que nos ajuda a encontrar o caminho de salvação. Qual Igreja para qual juventude? Para uma juventude que seja capaz de identificar a sua Mãe e sentir o amor da Mãe Igreja. Seria bom se a juventude conseguisse fazer essa experiência de ter uma Mãe que ama e quer bem, educa e ajuda a andar no caminho do bem, que traz a palavra de vida para ajudar a prosseguir nos caminhos, que ajuda a descobrir o mistério e o que está escondido em nossas vidas”, explica.

Na reflexão de dom Messias feliz é a juventude que se deixa ser alcançada pela Palavra e a Santidade de Deus. Ele também ressalta que a Igreja é santa e pecadora. “Alguém pode se espantar e questionar porque a Igreja é pecadora. A resposta é porque somos parte dela. Ela é tão pecadora que nos cabe dentro dela, nós podemos entrar e participar, mas a Igreja também é tão santa que nos chama à conversão, a participar da vida e do mistério de seu filho Jesus.”

Para finalizar o bispo fala que a Igreja sonhada por Cristo é aquela que ajuda a caminhar no crescimento da fé. “A juventude quer participar e não quer ficar de braços cruzados. Estão entrando cada vez mais. Assim é a Mãe de Deus. Que possamos dizer: ‘Mãe, eu te amo e não percamos o amor pela Igreja’. Que Nossa senhora nos ajude a conservar esse amor”

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.