Por Deniele Simões Em Notícias

Bispo de Osasco enaltece força de Maria contra injustiças

Maria: força dos que lutam pela justiça! foi o subtema do terceiro dia do novenário de Nossa Senhora Aparecida, no último sábado, dia 5 de outubro.

Na Novena Solene da Noite, o presidente da celebração e bispo da diocese de Osasco (SP), dom João Bosco Barbosa de Souza (OFM), abordou o papel de Maria como instrumento de luta pela justiça.

Na homilia, ele citou as muitas dores causadas pelas injustiças no mundo, como fome, guerra, desperdício, preconceitos, desigualdade e corrupção.

Essas injustiças foram apresentadas na primeira coreografia da noite, em que a equipe trazia placas com palavras como fome, preconceito racial, tráfico de pessoas e crianças abandonadas.

A roupa da equipe também mostrava pessoas que, a exemplo de Maria, foram sustentáculo da luta por justiça, como irmã Dulce, Nhá Chica, dom Aloísio Lorscheider e Chico Mendes.

Dom João Bosco lembrou que Deus é justo e, por isso, quis criar um mundo também justo, mas isso não foi possível por causa do pecado. “Com o pecado, esse Deus de justiça deixou de ser visível aos nossos olhos. E nós não conseguimos realizar a justiça divina sem que Ele venha em nosso socorro”, afirmou.

Nesse sentido, Maria surge como força para vencer as injustiças. “Ela sabe perfeitamente que Deus é o deus da justiça e, por isso, candidata-se a ser a mãe da justiça”, acrescenta.

O presidente da celebração também lembrou sobre o trabalho dos bispos no Sínodo Extraordinário, que acontece em Roma, e está debatendo questões ligadas à família. Dom João Bosco lamentou que, muitas vezes, a família venha sendo palco também de injustiças.

O prelado também lembrou sobre as vezes em que somos insensíveis antes às injustiças. “Isso ocorre em duas situações: quando nós mesmos a praticamos, ou quando os nossos olhos se acostumam com ela”, salientou.

A fiel Liliosa Olívia da Conceição Prado, de São Paulo (SP), avalia que a mensagem de dom João Bosco reflete a atual realidade. “Muitas vezes, as pessoas cometem injustiças com a gente, ou a gente também comete sem perceber, de tão comum que está a injustiça no mundo”, justifica.

Confira fotos do terceiro dia da Novena Solene:

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Deniele Simões, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.