Por Jornal Santuário Em Notícias

Vaticano reconhece milagre de padre Francisco de Paula Victor

O Papa autorizou a Congregação das Causas dos Santos, na sexta-feira (05), a promulgar o Decreto relacionado ao milagre atribuído à intercessão de Francisco de Paula Victor. Caridade para com o próximo tornou o religioso popular. 

Breve histórico

Foto de: Reprodução

Pe. Francisco de Paula - Reprodução

Padre Francisco de Paula Victor,
reconhecido pela caridade,
integridade e humildade

Padre Francisco de Paula Victor nasceu em Campanha, no sul de Minas Gerais, em 12 de abril de 1827, durante o período da escravidão negra. Ao entrar para o seminário, sofreu muito pelo preconceito dos colegas, que o humilhavam e o maltratavam com serviços braçais. Aos poucos, Victor foi conquistando a todos pela conduta íntegra e grande humildade. Durante o ministério catequizou e instruiu o povo, edificando a Escola Sagrada Família para crianças e jovens. Faleceu em 23 de setembro de 1905, na cidade mineira de Três Pontas, aos 53 anos. A notícia abalou a cidade e toda a região, que já o venerava. O corpo, que ficou exposto durante três dias, exalava um perfume agradável. Devido ao grande número de pessoas que compareceram ao sepultamento, foi feita uma procissão pelas ruas da cidade, voltando novamente à Matriz por ele construída, onde foi enterrado.

Virtudes

A fama de sacerdote virtuoso espalhou-se para além do território da paróquia. Em um país que muito tem lutado para superar os preconceitos raciais, a Causa de Beatificação do Padre Victor enche de coragem a todos os que procuram ter uma vida justa e reta. Um santo negro orienta para Deus, que não faz acepção de pessoas, mas que a todos acolhe com ternura e compaixão.

Causa de beatificação

O processo de beatificação teve início em 13 de julho de 1993 e foi complementado em agosto de 1998. A Congregação das Causas dos Santos o aceitou em 2002. Bento XVI reconheceu a prática das virtudes heroicas, em 12 de maio de 2011. O Papa Francisco autorizou a promulgação do Decreto pertencente ao milagre atribuído ao Servo de Deus, reconhecido pela cura inexplicável de um morador da cidade. A cura foi reconhecida por uma junta médica do Vaticano e por uma comissão de teólogos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.