Por Jovens de Maria Em Comportamento

ENEM: ‘Os jovens não têm aprendido a pensar’, afirma especialista

Foto: Reprodução

enem_2014

Estudantes durante o Enem 2014

 

Coordenadora do curso de Licenciatura da Faculdade Santa Marcelina – FASM, Cláudia Angélica Almeida, aponta que o maior problema do ensino brasileiro é a falta de hábito de leitura e escrita

Nesta última terça-feira, o Inep liberou os resultados individuais das provas do Exame Nacional do Ensino Médio – ENEM. A avaliação, que foi realizada em novembro do ano passado, contou com mais de 6 milhões de  candidatos, dos quais 529 mil obtiveram nota zero na redação.

 

"Os hábitos de leitura e escrita são pouco trabalhados na escola"

“O número de textos sem pontuação quintuplicou em um ano. Em 2012, esse indicador não ultrapassava 107 mil alunos”, afirma a coordenadora do curso de Licenciatura da Faculdade Santa Marcelina – FASM, Cláudia Angélica Almeida. “Esse resultado mostra o maior problema do ensino brasileiro. Os hábitos de leitura e escrita são pouco trabalhados na escola, quando deveriam ser incentivados desde a educação infantil.”

“Os jovens não têm aprendido a pensar. Em sala de aula, treinam textos sobre temas muito específicos. Quando a proposta foge do seu conteúdo de domínio, não conseguem refletir e elaborar uma opinião”, explica. “As vivências e o acesso às informações e à cultura também são fatores importantes, principalmente na composição do arsenal de argumentos em uma redação. Como vivemos em um país bastante desigual, pessoas com menos condições financeiras podem ser desprivilegiadas neste aspecto”.

 

 

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Comportamento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.