Por Everton Lucas Em Comportamento Atualizada em 26 SET 2017 - 15H19

Fim de Ano: Quase Lá!

Começo logo este texto compartilhando a seguinte certeza: 2016 foi O ANO! Em todos os sentidos, negativos e positivos. Mas ele está chegando ao fim. Sempre que chega esta época do ano estamos meio acabados por conta da rotina bastante corrida de fim de semestre, trabalhos, provas, apresentações e etc., e todos só pensam em uma coisa: FÉRIAS.

calendario_5:: Promessas de Ano Novo: você faz? ::

Eu sei que tem muita gente por aí pedindo a Deus que este ano acabe logo e não vê a hora de aproveitar o recesso. E realmente estamos precisando. Vivemos coisas muito duras neste ano de 2016, de um modo geral para o país e também acredito que de uma forma mais pessoal todos enfrentamos algumas dificuldades.

O sonhado dezembro chegou e agora já estamos mais perto do que nunca de descansarmos um pouco. Pra você que faz faculdade, está na escola ainda ou mesmo já trabalhando, todos nós precisamos de um descanso. Estamos quase lá.

Mas antes de nos alegrarmos com as férias seria muito oportuno nós fazermos uma análise do ano que passou. Acredito que seja um exercício espiritual muito interessante na vida de todo cristão. Voltarmos um pouco no tempo, pararmos por um instante de pensar no ano que virá, e fazer uma avaliação do ano que está para terminar.

E aí, como você se enxerga no ano de 2016?
É com as experiências vividas que conseguimos melhorar nossas ações futuras, e se auto avaliar é extremamente importante. Muitas vezes, julgamos muito as outras pessoas ou mesmo o sistema de um modo geral. Culpamos fulano e sicrano que atrapalharam nossa vida no trabalho, na faculdade ou na vizinhança; culpamos os políticos pela crise que vivemos; culpamos partido A ou B; culpamos até o presidente de outro país por nossa situação se encontrar crítica. Mas então, o que você fez durante o ano que pudesse mudar a realidade?

Nesta época de fim de ano nós temos o hábito de cumprimentarmos as pessoas e desejar paz, amor, saúde, alegria... E este ato que fazermos é acima de tudo um ato de comprometimento. Sabe como? Ao desejarmos alegria para alguém, isso é equivalente a dizer: “Me comprometo ser alegria para você no ano que chega!”. Já pararam para pensar nisto? Que essas virtudes não devem se encontrar somente no campo da fala, mas sim nas atitudes?

Digo que estamos quase lá. Ainda falta um pouquinho. Apesar do cansaço e do desejo de folga, ainda precisamos parar para pensar naquilo que vivemos, e de repente até consertar algo que ainda está pendente no sentido espiritual ou bem mais prático na nossa vida.

Temos essa mania de nos imbuirmos de um falso espirito natalino, de boas festas, e esquecemos mesmo de fazer uma análise de vida. Eu, assim como boa parte de vocês que estão lendo este texto, também estou com muita vontade que chegue o ano de 2017, mas antes disso quero me enxergar no ano que passou, ver o que errei, o que acertei e onde posso ser melhor pra mim mesmo, para meus amigos e principalmente para Deus.

Convido-te a fazer a mesma coisa. Faça sua avaliação do ano que passou e faça também um plano de vida para 2017. Projete o que você quer ser para si mesmo e para os outros e se comprometa a pôr em prática. É certo que muita coisa vai melhorar. Estamos QUASE LÁ!

Ah, e deixa eu pedir uma outra coisa! Deixe aqui nos comentários deste texto o que você achou deste ano que está acabando e também o que você espera deste que está chegando. Abraços!


Escrito por
Everton Lucas (Fotos Everton Lucas)
Everton Lucas

Apresentador e estudante de comunicação.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Everton Lucas, em Comportamento

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.