Por João Antônio Johas - Jovens de Maria Em Crescendo na Fé Atualizada em 03 ABR 2019 - 14H52

Como ver no sacerdote a presença de Jesus?

Saindo da Missa uma vez, uma mãe pergunta ao filho, apontando para o sacerdote que havia celebrado: “Você sabe quem é esse”? A resposta inesperada e inocente foi: “Jesus”. Podemos imaginar a reação dos dois adultos que estavam esperando simplesmente o nome do padre, mas ela realmente estava certa! O sacerdote quando está celebrando age In Persona Christi, que quer dizer, “na pessoa de Cristo”. Dito em outras palavras, é realmente Jesus que está celebrando a missa por meio do seu sacerdote ordenado. 

sacerdote_persona_christi

Mas isso não é fácil de assimilar. Talvez para a mente mais pura de uma criança essa verdade reluza com maior resplendor, mas para nós, cheios de preconceitos, dúvidas e juízos, essa verdade pode ficar um pouco empoeirada, até parecer mais com um objeto descartável que algo realmente valioso. Pode ser que a resposta de como podemos enxergar a Cristo no sacerdote esteja em olhar melhor para essa criança e se lembrar do que se diz no Evangelho se São Mateus: “Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus”. Purificar o nosso olhar certamente nos permitirá ir além das aparências e alcançar o profundo da realidade, onde está Deus.

Não se pode negar que essa Luz parece brilhar de maneira diferente em cada sacerdote. É fato que todos eles, assim como todos nós, somos pecadores e, da mesma maneira que nós, estão lutando por serem cada vez mais santos, que aqui poderíamos dizer como lutando para transparecer cada vez melhor esse brilho que é Deus.

 

Purificar o nosso olhar nos permitirá ir além das aparências e alcançar o profundo da realidade, onde está Deus.

Podemos, aliás, devemos ser corresponsáveis com sua luta pela santidade, com conselhos e oração, mas que Cristo atue nos sacerdotes não depende de quão boa é a missa que celebra, ou se ele é muito ou pouco pecador. No dia de sua ordenação ocorreu uma mudança ontológica nesse homem, desde esse dia ele é, e sempre será, sacerdote. Algo similar acontece quando somos batizados e acolhidos como católicos. Podemos renegar a fé, falar mal dela, mas não podemos ser “desbatizados”.

Essa ordenação faz com que o sacerdote participe de maneira especial no sacerdócio do mesmo Jesus. O que significa ser sacerdote? Significa ser aquela “ponte” que une Deus com o homem. Jesus é o único real sacerdote, Deus e homem. Os padres participam desse sacerdócio e através deles, Jesus continua abençoando, perdoando, alimentando e conduzindo o seu povo.

Agora, para purificar o nosso olhar e poder assim ver melhor a Deus, vale a pena levar em consideração uma virtude chamada reverência, que é justamente a capacidade de ver o profundo na realidade, não ficar na mera superfície. Ela nos leva, por exemplo, a ter paciência quando uma homilia nos parece longa demais ou quando a liturgia não é tão bem celebrada, porque sabemos que apesar disso tudo, estamos ali para alimentar-nos da Palavra de Deus e da Eucaristia. Ela nos permite ver em qualquer sacerdote, apesar dos problemas que possa ter, a Cristo agindo.

Ao ir à Missa então, procuremos ir além das coisas que possam nos incomodar nesse ou naquele sacerdote, porque o que acontece lá, independentemente de qualquer coisa, é que Deus se faz mais uma vez presente no meio de seu povo e se dá como alimento. Não existe nada mais importante nesse mundo e muitas vezes deixamos de aproveitar bem esse momento.


Escrito por
Irmão João Antônio Johas (Redação A12.com)
João Antônio Johas - Jovens de Maria

Licenciando em Filosofia pela Universidade Católica de Petrópolis, Pós-graduando em Antropologia Cristã pela Universidade Católica San Pablo em Arequipa, Peru.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por João Antônio Johas Leão, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.