Por João Antônio Johas - Jovens de Maria Em Crescendo na Fé Atualizada em 26 SET 2017 - 15H03

Jesus pode lhe livrar da tristeza e da solidão

Existem muitas maneiras de experimentar e viver a tristeza e a solidão nas nossas próprias vidas. Podemos nos sentir tristes e sozinhos porque estamos longe da nossa família, muito comum nas cidades do interior, nas quais os filhos muitas vezes buscam uma melhor educação longe de sua cidade natal. Essas experiências também podem aparecer quando perdemos um ente querido, ou quando, mesmo em meio a muitas pessoas, não somos compreendidos. O que Jesus tem para nos dizer no meio dessas experiências dolorosas?

livre

Existe um outro tipo de solidão, mais antiga e mais profunda, que de alguma maneira nos atinge a todos seres humanos, ainda que não pensemos nela todos os dias. É a solidão por estarmos longe de Deus. Como assim?

Lembremo-nos dos nossos primeiros pais, Adão e Eva, que como conta o relato do Gênesis, viviam junto a Deus no Paraíso até o momento em que decidiram desobedecê-lo, comendo do fruto proibido e perdendo assim a amizade intima que tinham com Ele. O Pecado Original corta radicalmente a nossa relação com Deus. Depois dele, passamos a construir as nossas vidas querendo ser como Deus, mas longe dele. Nos confundimos várias vezes, perdemos o rumo, acabamos matando nossos irmãos e nos matando também.

 

"Criados a imagem e semelhança de Deus, escolhemos viver na terra da dessemelhança. E isso gera solidão e tristeza". 

Criados a imagem e semelhança de Deus, escolhemos viver na terra da dessemelhança. E isso gera solidão e tristeza. Mas Deus não quer que vivamos assim. Ele nos ama muito e desde que nos afastamos dele, busca atrair-nos novamente para sua amizade. Toda a história do povo de Israel nos mostra essa relação amorosa de Deus com seu povo de maneira muito bonita. Vale a pena conhecer.

“Mas quando veio a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho...” (Gal 4,4). O ponto central dessa história de amor infinito está em Jesus. Como Deus sabia que não conseguiríamos voltar à sua amizade por nossos próprios esforços, Ele mesmo vem até nós para nos tirar da nossa confusão e nos mostrar como viver uma vida feliz. Quando Jesus se encarna, Deus toca o humano de uma maneira especial e com sua Ressurreição nos abre novamente as portas do Paraíso.

Uma das palavras que exprime o que Jesus fez aqui na terra é “Reconciliação”, como nos diz o apóstolo Paulo na sua carta aos Coríntios: “Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados (2Cor 5, 19)”. Reconciliar significa “conciliar de novo”, ou seja, unir algo que antes já estava unido, mas que foi separado. A amizade que inicialmente tínhamos com Deus e que foi perdida no Pecado Original e nos nossos pecados pessoais, Cristo a conquista novamente para nós. Podemos viver realmente em comunhão com Deus.

É a essa solidão da qual Cristo vem nos salvar. Mas uma vez reconciliada essa parte mais profunda de nós mesmos, todas as outras vão encontrando também respostas, vão também sendo reconciliadas. Porque na verdade, todas as solidões e tristezas que experimentamos têm a sua raiz nessa solidão inicial. Quando nos reconciliamos com Deus, também nos reconciliamos com os nossos irmãos e irmãs, nos reconciliamos com nós mesmos e com o mundo criado.

 

"Não é fácil experimentar a solidão e a dor, mas podemos ter certeza que Cristo tem a resposta para qualquer tristeza..."

Não é fácil experimentar a solidão e a dor, mas podemos ter certeza que Cristo tem a resposta para qualquer tristeza que possamos estar passando. Ele mesmo enfrentou o abandono, a dor da Cruz, a tristeza de ser traído por amigos. Nada do que podemos estar enfrentando é alheio a Jesus. Ele sabe melhor do que ninguém como atravessar pelos Gólgotas de nossas vidas pelo simples fato de que Ele passou por ai primeiro. Confiemo-nos mais a Ele, de maneira especial nos momentos de maior dificuldade. Um Sacerdote amigo uma vez disse que sentimos dor nesses momentos porque Jesus está nos abraçando com mais força. É uma maneira poética de expressar a real e especial proximidade de Deus com os que sofrem. Nunca nos afastemos de Jesus porque é Ele quem pode nos livrar da solidões e tristezas, sejam elas quais forem.


Escrito por
Irmão João Antônio Johas (Redação A12.com)
João Antônio Johas - Jovens de Maria

Licenciando em Filosofia pela Universidade Católica de Petrópolis, Pós-graduando em Antropologia Cristã pela Universidade Católica San Pablo em Arequipa, Peru.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ir. João Antônio Johas Leão, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.