Por Jovens de Maria Em Notícias Atualizada em 24 JAN 2018 - 14H52

Contagem Regressiva JMJ 2016: peregrinação, desafios e preparação

Falta pouco mais de um ano para a Jornada Mundial da Juventude 2016 em Cracóvia, na Polônia. E para fazer essa contagem regressiva, o responsável pelo setor Juventude do Pontifício Conselho para os Leigos, o brasileiro Padre João Chagas, faz uma série de entrevistas em preparação para o grande evento. Nesta semana, Padre João fala sobre sua experiência de peregrino a responsável pela organização do maior encontro de jovens do mundo, do que os peregrinos podem esperar da Jornada polonesa e como se manter conectado até o grande evento.

padre_joao_jmj_2016

Desafios de peregrinar

Desde a Jornada de Roma, em 2000, eu participei de todas até hoje. Cada uma é única. É interessante que ela, por natureza, é uma peregrinação. E uma peregrinação sempre implica em muitos desafios. Já teve Jornada em que eu vivi momentos muito belos, mas também os desafios são grandes. Às vezes, a gente pensa: talvez esta seja a última. Até porque a gente vai deixando de ser tão jovem. Quando eu estava deixando de ser jovem – no sentido de idade, ainda me considero jovem, talvez cronologicamente um pouco menos –, por volta dos 38 anos, Deus me chamou para esta missão. Então, Deus vai também dando um recado: dizendo para que a gente nunca perca nossa juventude espiritual, a juventude do coração. Hoje, eu participo da Jornada ajudando na organização. É a mesma coisa, por um lado, mas é muito diferente. São outros desafios. O desafio ali, de participar como jovem, ou como organizador de caravanas de jovens, é bem diferente deste atual. Mas tem aspectos em comum também: a peregrinação, as bênçãos e, claro, os muitos desafios.

O que esperar da Polônia?

Naquele período é bom, é verão, então o clima tende a ser mais quente, mas não tão quente como em Madri ou Roma, por exemplo. Cracóvia tem um clima um pouco mais ameno. À noite, no campo, ao aberto, existe a possibilidade de fazer um pouco de frio. Então, devemos nos preparar para um clima de verão, mas ao mesmo tempo sabendo que há a possibilidade de um friozinho também lá. Fora isso, eu acho que os jovens devem vir com a grande expectativa de graças muito grandes.

Quanto mais desafios, maiores os frutos

Eu acredito que algumas das Jornadas onde eu enfrentei maiores desafios ligados até mesmo à peregrinação que é a Jornada, desafios de cansaço, às vezes de até ficar doente durante a Jornada devido a mudança de climas, estas Jornadas foram aquelas em que os frutos foram maiores. E eu percebia isso também até na vida dos jovens, quando eles enfrentavam muitos desafios, esta era a oportunidade deles também demonstrarem ainda mais o grande valor que eles têm, que eles tinham, e a capacidade que o jovens tem de superar os desafios. É um desafio para muitos jovens já o fato de ter que se organizar para vir à Europa, para Cracóvia. Contudo, se topar o desafio, o jovem pode se preparar para grandes bênçãos.

No espírito da JMJ

Por meio do site oficial da JMJ 2016, que também remete a uma série de outras formas de contato através das redes sociais, os jovens podem estar continuamente conectados. Também está disponível uma série de links pelos quais os jovens poderão estar conectados com o que vai acontecendo.

Para saber mais, acesse o site oficial da JMJ 2016: www.krakow2016.com/pt

Fonte: Rádio Vaticano

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.