Por Jovens de Maria Em Notícias

Em entrevista, publicitária dá detalhes de sua profissão

Estudar publicidade e propaganda é o sonho de muita gente, pois o curso inspira criatividade e dinamismo. Muitos querem criar campanhas, trabalhar com revistas, produzir comerciais de TV. Mas será que as atividades de um publicitário realmente são essas?

Decidimos falar sobre a profissão porque no primeiro dia do mês de fevereiro comemora-se o dia do publicitário. E também porque essa profissão é muito procurada pelos jovens em época de vestibular.

Para começar, o publicitário é aquele que fica responsável por criar um produto, ideia ou serviço e divulgá-lo da melhor forma ao consumidor. O objetivo dessa trajetória toda é a satisfação e a venda: geralmente, o produto e as estratégias de propaganda precisam satisfazer os clientes (aqueles que pagam o profissional para a atividade) e agradar o consumidor (o público que vai comprar o que o publicitário criou para o cliente) para gerar lucro.

Suas tarefas diárias consistem em pesquisar o perfil do público-alvo, levantar dados, fazer arte de embalagens e de identidade corporativa, escolher a abordagem e os meios de comunicação mais adequados às campanhas, criar textos e imagens e acompanhar todo processo de produção e divulgação.

Para entender mais sobre a rotina e o mercado de trabalho deste profissional, conversamos com a publicitária Laila Lafloufa, de 24 anos. Laila atua como analista de mídias sociais na agência Vincere Comunicação. Confira:

JM - Como é a rotina de um publicitário?

Laila - O dia de um publicitário varia muito de acordo com a função que ele exerce, no caso de um atendimento, ele ocupa o dia com reuniões com os clientes e atendimentos pelo telefone onde ele pede aprovação das campanhas. Já no caso da pessoa de criação, o dia dele é basicamente todo dentro da agência, alguns dias ele fica até de madrugada, quando é necessário fechar alguma campanha atrasada ou aparece algum trabalho grande. Quando você trabalha em uma agência, você percebe que a rotina muda de acordo com cada função, por isso não dá para definir como é o dia a dia de um publicitário.

JM - Em que áreas um publicitário pode atuar?

Laila - Existem diversas áreas que um publicitário pode atuar. Essa é a parte boa de ser um publicitário. Dentro de uma agência existem os setores de criação, redação, mídia, atendimento, planejamento e mídias sociais.

Já nas empresas, as áreas para publicitários que existem são de marketing, pós-vendas, vendas e planejamento.

Analisando de um modo geral, são aproximadamente 10 tipos de funções que um publicitário pode exercer. Vale lembrar também que a função de planner em uma agência não será a mesma em uma empresa.

Isso muda devido à demanda de trabalho e cliente. Em uma agência, o planner atende mais de um cliente por vez. Já na empresa, ele está focado totalmente nas campanhas em que trabalha. Então, quem deseja fazer publicidade pode saber que existe muitas áreas para se trabalhar e, consequentemente, bastante mercado.

JM - As pessoas fazem alguma ideia muito diferente do que a profissão realmente é?

Laila - Então, muitas pessoas acham que publicidade é fazer comerciais para televisão e só. Mas publicidade vai além disso. Por trás dos comerciais de televisão existe uma equipe inteira que pensou desde o que eles queriam vender até como essa informação seria passada, e como o publico absorveria essa informação da melhor maneira possível.

Sem contar que publicidade não é somente comerciais de televisão. Existem também as diversas campanhas de internet;  o setor de mídias sociais, que ainda é novo mas que está crescendo; o mercado gráfico, onde podemos ver diversos publicitários trabalhando tanto na produção como no atendimento das gráficas.

JM - Que perfil um jovem deve ter para se dar bem como publicitário?

Laila - Não existe muito essa de perfil de pessoa. Normalmente, as pessoas que fazem publicidade são mais comunicativas e extrovertidas, mas isso não é uma regra. Às vezes a gente vê um cara caladão que manda muito bem em criação de campanha

s, por exemplo.

Eu acho que publicidade é mais uma paixão do que perfil. O publicitário tem que gostar do que faz e ser feliz fazendo aquilo. 

JM - E como está o mercado de trabalho hoje?

O mercado de trabalho varia muito da área em que se deseja atuar. No Vale do Paraíba, por exemplo, o mercado de agências já está saturado. Mas em São Paulo ainda encontramos diversas vagas na área de SEO, Mídias Sociais, BI e muitas outras. A vaga sempre vai existir, o profissional só tem que saber se destacar no mercado.

JM - Você mudaria algo em sua profissão?

Laila - Olha, desde os 15 anos que eu estou na área de publicidade. Comecei com o técnico, me apaixonei e resolvi dar continuidade. Eu sempre quis ser publicitária, só não sabia qual área queria. Não mudaria nada na minha carreira estudantil e nem profissional, porque eu amo o que faço.

Quero agradecer o Portal A12 que me deu essa oportunidade de falar um pouco mais sobre a minha profissão e o amor que eu tenho por ela. Desejo a todos os publicitários um ótimo dia e que vocês continuem nessa caminhada.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.