Por Anna Laura Barreto Em Notícias

Em entrevista, voluntária conta sobre o projeto Sonhar Acordado

“Desde que entrei para o Sonhar Acordado, eu literalmente sonho acordada, eu sou mais feliz”, conta Júlia Trajano, de 26 anos. A moça, que é designer de joias no Rio de Janeiro, atua como uma das coordenadoras do projeto, onde se voluntariou há 6 meses.

A ONG Sonhar Acordado foi fundada no México, em 1998, e veio para o Brasil no ano 2000. Desde então, ela vem se espalhando pelas principais cidades do país, como Brasília, Curitiba, São Paulo, Campinas, Fortaleza, Rio de Janeiro, Jundiaí, Recife, Joinville e Estância Velha.

O projeto conta não só com voluntários, como também com patrocinadores. E, durante o ano, realiza diversos eventos solidários em prol das crianças carentes.

Em entrevista ao Jovens de Maria, Júlia fala dos eventos que acontecem no estado do Rio de Janeiro, dos objetivos e das emoções de participar do Sonhar Acordado.

JM – Como a ONG Sonhar Acordado atua?

Júlia - Nossa ONG atua junto a instituições, orfanatos, casas de apoio e hospitais, buscando sempre transformar a vida de crianças carentes por meio de uma relação de amizade com o jovem voluntário. Nosso objetivo é passar valores humanos por meio de atividades culturais esportivas e recreativas. Estamos ali para “dissolver” as diferenças. E mostrar que as mudanças acontecem nos encontros, nos diálogos.

A ONG trabalha com projetos contínuos e Grandes Festas; os projetos contínuos (Amigos para Sempre e Sonhando Juntos) realizam suas atividades um sábado por mês. Seus voluntários se comprometem a participar por, pelo menos seis meses, fortalecendo o envolvimento com o projeto e gerando benefícios visíveis às crianças e jovens atendidos.

As Grandes Festas têm como objetivo despertar em um grande número de jovens o desejo e o gosto pela atuação social, tornando-os mais conscientes e engajados na busca de uma sociedade mais justa e na criança carente, a capacidade de sonhar. É um dia inesquecível com atividades esportivas, culturais e recreativas, que tornam esse momento magico. As festas são Dia Do Sonho e Festa de Natal. Outro projeto esporádico é o “SuperAção”.

JM - Há quanto tempo existe o projeto no Rio de Janeiro?

Júlia – O Sonhar Acordado está no Rio de Janeiro há 13 anos.

JM – Quantas pessoas, em média, são voluntárias no estado do Rio?

Júlia – Contamos com mil voluntários, em média, por ano.

JM – Quais são as principais ações da época do Natal?

Júlia – Durante a época do Natal a ONG continua com os seus projetos contínuos e faz a festa de Natal para crianças de instituições carentes, com o objetivo de levar, a essas crianças, felicidade, alegria, sonhos e principalmente o espírito natalino que muitas delas não podem ter em casa. Nessa festa, todas ganham um presente do famoso Papai Noel e umkit escolar completo para o próximo ano letivo. É uma festa mais lúdica, com atividades mais voltadas para o palco.

JM – Qual a sensação de participar de um projeto como este? Na época do Natal, a emoção é maior?

Júlia – A sensação de participar de um projeto desses é inexplicável. Muitas vezes fiquei sem palavras para descrever tudo que estava sentindo durante toda a organização da festa. Todas as crianças escrevem cartinhas para o Papai Noel para a festa de Natal, a felicidade delas ao ver a gente chegando é sem tamanho, o amor e carinho delas pela a gente não tem preço. A sensação de dever cumprido, de ver 1100 crianças felizes, brincando e realizando seus sonhos não tem preço. Não são só elas que ganham, nós também ganhamos.

Desde que entrei para o Sonhar Acordado, eu literalmente sonho acordada, eu sou mais feliz! Eu dou mais valor à vida. Dou mais valor às pequenas coisas.Um sorriso vale a pena. Aprendi que, gerando encontros, mudamos corações, mudamos vidas.

JM – Você pode deixar uma mensagem de solidariedade para nossos jovens?

Júlia – Busquem o bem. Busquem um sorriso, busquem um abraço. Façam sem olhar para traz. Façam sem querer em troca, façam por vocês, pois quem ganham são vocês. Sendo voluntários em uma ONG, ou não, busquem ajudar o próximo, praticar a caridade. Qualquer gesto de amor e carinho, qualquer sorriso pode mudar o dia de uma pessoa. Gentilezas geram gentilezas. E lembrem-se, se plantamos o bem colhemos e o bem, e se plantamos o mal, colhemos o mal. Façam a diferença para um mundo melhor. E nunca se esqueçam dos seguintes valores amor, amizade, respeito, solidariedade e sinceridade.

Para conhecer mais sobre o projeto ou se voluntariar, acesse:https://www.sonharacordado.org.br/.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Anna Laura Barreto, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.