Por Jovens de Maria Em Notícias Atualizada em 24 JAN 2018 - 14H20

Histórias de JMJ: uma amizade cristã entre brasileiros e paraguaios

A Jornada Mundial da Juventude é um evento que, com certeza, ficará pra sempre na mente e no coração dos brasileiros. Prova disso é a experiência que jovens da paróquia São Francisco de Assis de Guaratinguetá (SP) viveram – e vivem até hoje – com um grupo de jovens paraguaios.

Em 2013, durante a Semana Missionária que antecedeu o grande evento da JMJ no Rio de Janeiro, os Jovens de Francisco (grupo composto pelos membros de diversas expressões juvenis da paróquia guaratinguetaense) receberam o grupo “Papaboys e Bambini”, do Paraguai. E a partir daí, surgiu uma bela amizade cristã!

Quase dois anos depois, em janeiro de 2015, o grupo Papaboys voltou ao Brasil para fazer uma peregrinação religiosa pela região e para rever os amigos brasileiros.

E agora, no próximo dia 18 de janeiro, será a vez dos Jovens de Francisco fazer a sua peregrinação ao país vizinho. Mais de 40 brasileiros farão a viagem que percorrerá um roteiro por pontos religiosos do Paraguai.

jovens_de_francisco

Missa de envio - No último domingo (10), foi celebrada uma missa na paróquia de São Francisco para enviar seus membros a essa pequena jornada que fortalece os laços fraternos desses jovens.

A Celebração foi presidida pelo pároco Pe. Mathusalém e concelebrada por Pe. Renan. A missa também contou a participação do prefeito da cidade, Francisco Carlos, e de vereadores e secretários do município.

Um exemplo bem bonito de fraternidade cristã! E você, também tem uma história bonita da JMJ para nos contar? Envie para jovensdemaria@a12.com.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.