Por Jovens de Maria Em Notícias Atualizada em 24 JAN 2018 - 12H28

“Levem a chama da misericórdia”, diz cardeal aos jovens na abertura da JMJ

A Jornada Mundial da Juventude teve seu grande início na tarde desta terça-feira (26/07), no Parque de Blonia, em Cracóvia. A Missa de abertura foi presidida pelo cardeal Stanislaw Dziwisz, arcebispo da capital polonesa.

abertura_jmj_cracovia

:: Veja como está o clima da JMJ pelas ruas da Cracóvia ::

Em sua homilia, o cardeal ressaltou o diálogo de Jesus ressuscitado com Simão Pedro na margem do Lago de Tiberíades, onde Jesus pergunta três vezes a Pedro se ele o ama e diz ao apóstolo para apascentar as suas ovelhas. 

“Hoje, Jesus Cristo fala-nos em Cracóvia, às margens do rio Vistola, que atravessa toda a Polônia, desde os montes até ao mar. A experiência de Pedro pode transformar-se em nossa experiência e dispor-nos para a reflexão”, disse Dziwisz, que continuou:

“Coloquemo-nos três perguntas e procuremos a resposta: De onde viemos até chegar a este encontro? Onde estamos hoje, neste momento da nossa vida? E, a partir deste momento, em que direção colocaremos o resto da nossa vida?”.

 

Podemos enfrentar os desafios do mundo de hoje, no qual o homem faz as suas escolhas entre fé e não crença.

O arcebispo de Cracóvia lembrou que no período da juventude é normal conviver com medos e desilusões, mas também com recordações e esperanças.

“Damo-nos conta das nossas fraquezas, mas acreditamos que tudo podemos naquele que nos dá força. Podemos enfrentar os desafios do mundo de hoje, no qual o homem faz as suas escolhas entre fé e não crença, entre o bem e o mal, entre o amor e o seu contrário”.

“Hoje, estamos aqui, porque Jesus Cristo nos reuniu. Ele é a luz do mundo. Amanhã, chegará até nós o Pedro dos nossos tempos – o Santo Padre Francisco. A presença do Papa nas Jornadas Mundiais da Juventude é também uma bela nota característica desta festa da fé.”

Levem a chama da Misercórdia

Cardeal Dziwisz ainda disse que a “Cracóvia vive do mistério da Divina Misericórdia, também graças à humilde Irmã Faustina e João Paulo II que sensibilizaram a Igreja e o mundo a este particular caráter de Deus".

missa_jmj:: Veja a programação de cobertura da JMJ feita pela TV Aparecida ::

"Regressando aos seus países, às suas casas e comunidades, levem a chama da misericórdia, recordando a todos que ‘bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia’. Levem aos outros a chama de sua fé e acendam com ela outras chamas, para que os corações humanos batam no ritmo do Coração de Jesus, que é "fonte ardente de caridade".

“Que a chama do amor envolva todo o nosso mundo, para que nele não haja mais egoísmo, violência e injustiça, e que em nossa terra se reforcem a civilização do bem, da reconciliação, do amor e da paz”, concluiu. 

Leia também:
- Agenda da visita de Papa Francisco à Polônia

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.