Por Danielle Santos Em Notícias

Algumas atitudes podem contaminar e estragar a comida dentro de casa.

Algumas atitudes podem contaminar e estragar a comida dentro de casa. O problema é que esse tipo de contaminação não muda o gosto e nem o aspecto do alimento, por isso é tão perigoso.

A shiguella é uma bactéria muito agressiva e bastam só 10 para que a pessoa adoeça. De acordo com os médicos, ela vive em nós, no intestino grosso. E para pegar?

Se a pessoa que está com a infecção não lavar a mão direito depois de ir ao banheiro pode espalhar a bactéria ao fazer a comida ou com um simples aperto de mão. Mas existem outras formas de contágio também. Se contaminar pela água – banhos em lagoas, rios, piscinas contaminadas por fezes.

Não adianta cozinhar e deixar a comida exposta. Também não adianta deixar na geladeira. As bactérias sobrevivem até depois de congeladas. Na hora de esquentar a comida não adianta ter pressa. A bactéria morre acima de 38 graus.

Já a salmonela está ligada a produção inadequada de ovos de galinha. A diferença da salmonela para a shiguella é que você precisa de, no mínimo, um milhão de bactérias da salmonela para ser contaminado.

A melhor maneira de evitar surtos de doenças de transmissão alimentar é garantir água de qualidade para cozinhar, higiene de quem faz a comida, organização e controle de tempo e da temperatura na produção dos alimentos.

Fonte: Programa Bem Estar.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Danielle Santos, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.