Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 30 SET 2020 - 16H59

Eleições 2020: Candidatos negros em proporção recorde

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

As eleições de 2020 têm a maior proporção e número de candidatos negros já registrados pelo TSE. Além disso, pela primeira vez desde que o Tribunal passou a coletar informações de raça, em 2014, os candidatos brancos não representam a maioria dos concorrentes às vagas eletivas.

Segundo dados do TSE, cerca de 215 mil candidatos são pardos e aproximadamente 57 mil são pretos. Assim, as eleições de 2020 têm cerca de 272 mil candidatos negros, o que representa 49,9% de todos os concorrentes.

Acácio Miranda da Silva Filho, doutorando em direito constitucional, avalia essa mudança nos números:

– A discussão sobre o perfil racial dos candidatos está em alta na atual eleição, depois da divisão proporcional de recursos e propaganda eleitoral, entre candidatos negros e brancos. Acredita que esse ponto é o que motivou esse número mais expressivo?

– O aumento de discussões sobre raça e representatividade ao longo de 2020, podem nortear esses números?


Confiança da indústria sobe nos 30 setores industriais pesquisados em setembro

Shutterstock
Shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O Ministério da Cidadania informou que 27 milhões de pessoas que não fazem parte do programa Bolsa Família receberão as quatro parcelas no valor de R$ 300 da prorrogação do Auxílio Emergencial.

Como o total de beneficiários elegíveis fora do Bolsa Família soma 48 milhões de pessoas, isso significa que apenas 56% dos aprovados deverão receber o benefício.

Leonardo Regazzine, doutor em economia explica quem são aqueles que se enquadram a partir de agora no recebimento ou não das próximas parcelas do auxílio.

Para o cientista político Gleibe Pretti, a medida do Auxílio Emergencial pode abafar o fogo, mas não apagá-lo e que essa conta, mais cedo ou mais tarde será paga novamente pela população através de impostos. E que quanto antes a economia voltar ao seu ritmo normal, melhor será para todos os brasileiros.


Especialistas criticam derrubadas de resoluções do Conama que restringiam desmatamentos

shutterstock
shutterstock

Ouça a reportagem ou, se preferir, leia:

O Conselho Nacional do Meio Ambiente derrubou quatro resoluções que tratavam de preservação ambiental. Duas restringiam o desmatamento e a ocupação em áreas de preservação ambiental de vegetação nativa. Outra liberou queima de lixo tóxico em fornos usados para a produção de cimento. Além disso, o conselho derrubou a determinação de critérios de eficiência de consumo de água e energia para que projetos de irrigação fossem aprovados.

Alexander Turra, membro da Rede de Especialistas em Conservação da Natureza acredita que as decisões mostram a maneira como o Governo brasileiro enxerga a preservação ambiental. Segundo o especialista, a atual gestão federal liga a preservação, a falta de oportunidade de geração de renda e trabalho.

Algumas entidades ligadas à preservação ambiental e parlamentares demonstraram contrariedade às ações do Conama. O senador Fabiano Contarato (Rede-ES) afirmou que vai entrar com ação popular na Justiça Federal para anular a decisão.

🔊 Gostou desse podcast? Compartilhe com os amigos e ouça mais conteúdos!
Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.