Por Jornal Santuário Em Notícias

Polícia de São Paulo prende novos suspeitos de fraude na merenda escolar

fraude_na_merenda_jbh
A polícia de São Paulo fez novas prisões de suspeitos de participar de um esquema de fraude na merenda escolar. Sete pessoas foram detidas em cinco cidades. Três delas são consideradas as principais peças do esquema, o ex-presidente da Assembleia Legislativa de São Paulo, Leonel Júlio, o vendedor Aluísio Girardi Cardoso e o presidente da União de Vereadores do Estado, Sebastião Miziara. Os promotores afirmam que o grupo vendia laranja para merenda escolar como se fosse produzida por agricultores da cooperativa familiar, mas na verdade, a laranja era comprada de grandes fornecedores e os contratos que o grupo apresentava às prefeituras ficavam mais caros.  Segundo o Ministério Público, para vencer as licitações, os acusados pagavam propina a funcionários públicos e a políticos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.