Por Rádio Aparecida Em Notícias Atualizada em 10 AGO 2018 - 09H46

Psicólogo fala da importância e o papel do pai no desenvolvimento dos filhos

Dia dos pais, quando nasce um pai? Psicologo fala do papel do pai na formação dos filhos

Leia MaisVeja como os filhos farão para presentar no dia dos paisÉ errado os pais obrigarem o filho ir à igreja?Os pais podem forçar os filhos a seguir uma vocação?Advogada explica direito e deveres do pai na criação dos filhosO desenvolvimento de uma criança sofre influência de todas as pessoas que vivem a seu redor, e presença do pai tem um papel bem importante.

“Nos dias de hoje há muitas mudanças de comportamento, então o pai vem se tornando cada vez mais presente e motivado e participar de todo o processo desde a gestação até a educação dos filhos. A partir da notícia da gravidez já começa a nascer aí um pai também”, colocou o psicólogo, David Rodrigues Prado.

A companhia e parceria do pai junto com a mãe durante a gravidez traz benefícios para a gestante e para a o bebê.

“O pais estando ali presente e atuante na gravidez vai deixar a mulher mais calma, mais confiante e com certeza essa gestação vai ser mais tranquila, se contar também que esse pai presente atuante, desde cedo, desde a fase de gestação já começa a formar um vínculo com o bebê”, destacou David.

:: Educar: a força da presença dos pais

Segundo dados do Conselho Nacional de Justiça, com base no CENSO Escolar de 2011 aponta que 5,5 milhões de crianças não tem o nome do pai na Certidão de Nascimento. Segundo o psicólogo, para uma criança, não saber o nome ou quem é o pai, pode acarretar uma série de consequências psicológicas.

“Para a criança, o fato de não ter o nome do pai ali acarreta em uma série de ‘constrangimentos’ psicológicos, a criança vai começar questionando porque eu não tenho um pai? Essa ausência pode acarretar outras consequências na formação da criança, enquanto a mãe representa o conforto e o acalanto, o pai normalmente representa as regras, as leis, então o convívio com o pai gera a noção de limites na formação emocional da criança, o que fundamental para que ela seja um adulto saudável emocionalmente”, explicou.

Confira a entrevista completa:

:: A missão do pai

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.