Por Ivana Magda Em Notícias

Sabonetes antibacterianos: usar ou não usar?

dicas_da_ivana_30_09

Os sabonetes antibacterianos contém, em suas fórmulas, produtos químicos como, por exemplo, o triclosan, utilizado em sabonetes líquidos, e o triclocarban, utilizado em sabonetes em barra. Estes produtos químicos são bactericidas, têm o poder de matar as bactérias. Atuam como antibióticos. Já os sabonetes comuns não matam as bactérias. Apenas as removem da pele.

O uso contínuo destes produtos bactericidas por pessoas saudáveis pode levar a um aumento da resistência bacteriana. As bactérias podem ficar resistentes aos produtos utilizados nos sabonetes, como acontece com os antibióticos.

Para que o efeito bactericida seja atingido, é necessário que o sabonete fique em contato com a pele por pelo menos dois minutos. Um estudo mostrou que estes sabonetes não oferecem nenhuma vantagem quando comparados aos sabonetes comuns. Outros estudos apontam que estes produtos podem fazer mal à saúde, uma vez que estão também relacionados a alguns tipos de câncer e a problemas no sistema imunológico.

Por estas razões, o FDA (Food and Drug Administration - órgão americano responsável pela fiscalização de alimentos e remédios) mandou que 19 produtos químicos, entre os quais o triclosan e o tricocarban, sejam retirados do mercado no prazo de um ano. Importante saber que estão fora desta proibição lenço umedecido, gel antisséptico e outros produtos utilizados por hospitais e serviços de saúde.

E no Brasil?

Esses produtos são normalmente comercializados por aqui. Há várias marcas e tipos de produtos e cosméticos, que os contém. A Anvisa por enquanto não se manifestou a respeito.

Quando usar estes sabonetes bactericidas?

Esses produtos têm indicações em casos específicos, como feridas contaminadas, e o médico é que deve decidir e orientar o seu uso pelo tempo que for necessário.

Água e sabonete comum: simples e comprovadamente eficaz como método para evitar vários tipos de infecções. Lave as mãos por pelo menos 20 segundos, friccionando bem todas as regiões: dorso, palmas, dedos e entre os dedos. Isso é suficiente para a higienização completa, o que significa não transmitir e diminuir a chance de contaminação por agentes infecciosos.

Uma mão lavando a outra, com água e sabonete comum. Simples assim.

 

Fonte: Bem-estar

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Ivana Magda, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.