Por Rádio Aparecida Em Notícias

Saiba como fica a carga horária de trabalho com a Reforma Trabalhista


A Reforma Trabalhista trouxe novas possibilidades para o cumprimento da carga horária de trabalho.

O advogado, doutor José Alberto Barbosa Junior em entrevista à Rádio Aparecida explica as principais possibilidades de negociação sobre carga horária de trabalho.

“O que nós temos sobre a jornada de trabalho é que a partir de agora pode ser negociada questão das horas-extras, o que legalizou é a realização de duas horas extras por dia, mas a hora extra não pode ser uma regra, somente quando necessário, excepcionalmente, a empresa pode pedir que o empregado faça hora-extra”, apontou.

Sobre o Banco de Horas o advogado orienta que empregador pode negociar com empregado não dependendo de o sindicato decidir isso.

:: Com a Reforma Trabalhista em vigor, como fica regulamentado o trabalho Home Office?

Com flexibilidade na carga horária de trabalho, o empregador também pode reduzir o tempo de almoço para 30 minutos, mas os outros 30 minutos devem ser pagos como hora-extra.

A carga horária do trabalhador brasileiro só é contata a partir do momento que entra no trabalho, atualmente não conta mais o tempo de percurso de casa até o local de trabalho.

A nova legislação do trabalho já está em vigor, então as mudanças já devem ser aplicadas pela empresa.

Confira a entrevista completa:

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.