Biografia do Papa Francisco

No dia 13 de março de 2013, o Cardeal Jorge Mario Bergoglio era anunciado Papa da Igreja Católica. Ele escolheu o nome Francisco, o nome do santo de Assis, com a ajuda do Cardeal brasileiro Dom Cláudio Hummes.

No momento em que a votação começava a dar sinais de que Bergoglio seria eleito Papa, Dom Cláudio Hummes, disse-lhe: “Não se esqueça dos pobres”. O então cardeal argentino guardou no coração a palavra do amigo brasileiro e tomou para si o nome do santo.

Thiago Leon
Thiago Leon
Papa Francisco em visita ao Santuário Nacional de Aparecida em 2013.


trajetória

Papa Francisco
  • Papa Francisco nasceu em Buenos Aires, na Argentina, no dia 17 de dezembro de 1936.

  • Assumiu a missão de Papa da Igreja Católica aos 76 anos.

  • É o primeiro Papa latino-americano.

  • É sacerdote da Companhia de Jesus, conhecidos como Jesuítas.

  • Desde 1998, ocupava a função de arcebispo de Buenos Aires.

  • Estudou e se diplomou como técnico químico.

  • Ingressou no seminário de Villa Devoto em 11 de março de 1958 e começou o noviciado na Ordem dos Jesuítas.

  • Em 1960, obteve a licenciatura em Filosofia no Colégio Máximo São José, em San Miguel. De 1967 a 1970, cursou Teologia no Colégio Máximo de San Miguel.

  • Foi ordenado sacerdote no dia 13 de dezembro de 1969, pelas mãos de Dom Ramón José Castellano.

  • Foi ordenado bispo no dia 27 de junho de 1992, pelas mãos de Dom Antonio Quarracino, Dom Mario José Serra e Dom Eduardo Vicente Mirás.

PERSONALIDADE

  • Papa Francisco é um homem de hábitos comuns e de imenso apreço pelos pobres.

  • Foi criado cardeal no consistório de 21 de fevereiro de 2001, presidido por João Paulo II, recebendo o título de cardeal-presbítero de São Roberto Bellarmino.

  • Na Santa Sé, ocupou diversos cargos: Membro da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, da Congregação para o Clero, da Congregação para os Institutos de Vida Consagrada e Sociedades de Vida Apostólica; do Pontifício Conselho para a Família e da Pontifícia Comissão para a América Latina.

  • Ao falar sobre a escolha do seu nome, enfatizou que queria uma “Igreja pobre e para os pobres!”

  • “(...) Francisco é o homem da paz. E assim surgiu o nome no meu coração: Francisco de Assis. Para mim, é o homem da pobreza, o homem da paz, o homem que ama e preserva a criação; neste tempo, também a nossa relação com a criação não é muito boa, pois não? [Francisco] é o homem que nos dá este espírito de paz, o homem pobre... Ah, como eu queria uma Igreja pobre e para os pobres!”.

  • Ao assumir o Ministério Petrino no dia 19 de março de 2013, dia da solenidade de São José, Patrono da Igreja Universal, disse que o Papa está a serviço dos pobres e mais humildes.

Papa Francisco

Veja também

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.