A12

O que é importante saber sobre a Campanha da Fraternidade?

Enviar por e-mail

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

-

Preencha todos os campos adequadamente.

Enviando...

Ocorreu um erro no envio:

campanha_da_fraternidade_2016

O que é a Campanha da Fraternidade?

A Igreja Católica realiza todos os anos a Campanha da Fraternidade. Essa Campanha envolve as comunidades com ações pastorais em todo o país. Ela é marcada pelo empenho de todos em favor da solidariedade e fraternidade.
Sempre abordando temas atuais, a cada ano propõe uma transformação social e comunitária. Podem ser desafios sociais, econômicos, culturais ou religiosos da realidade brasileira. Sempre somos convidados a ver, julgar e agir.

Quando a Campanha começa e quando ela termina?

A Campanha da Fraternidade começa na quarta-feira de cinzas, alguns podem pensar que, após a Páscoa, a campanha chega ao fim, mas na verdade ela perdura pelo ano inteiro, junto com o Ano Litúrgico, atuando com fervor nas outras atividades pastorais que são desenvolvidas ao longo do ano.

Cartazes, desenhos, músicas, texto-base, textos voltados para cada pastoral, vídeos... Várias são as formas que a Campanha da Fraternidade pode ser trabalhada nas comunidades, sendo debatida e refletida pela comunidade.

O que é Campanha da Fraternidade Ecumênica?

Em 2016 a Campanha da Fraternidade é ecumênica, todos os anos a CF é realizada pela Igreja Católica, porém ela já acontece de forma ecumênica envolvendo outras igrejas cristãs e é uma iniciativa que tem sido realizada a cada cinco anos por diversas denominações cristãs, sempre de forma ecumênica, valorizando o que cada Igreja tem de bom. A primeira CFE foi organizada no ano 2000, a segunda edição, em 2005 , a terceira em 2010, e esse ano é quarta vez que a Campanha acontece de forma Ecumênica.

O que é Coleta da Solidariedade?

No Domingo de Ramos é realizada a Coleta da Solidariedade, na ocasião todo o dinheiro arrecadado na coleta das missas desse dia é dividido entre o Fundo Diocesano de Solidariedade (FDS) e o Fundo Nacional de Solidariedade (FNS). Para o FDS ficam 60% dos recursos, que são destinados ao apoio de projetos sociais da própria comunidade diocesana, relacionados ao tema da Campanha. Os 40% restantes compõem o FNS, revertidos no fortalecimento da solidariedade entre as diferentes regiões do país. Esse é um gesto concreto da Campanha, em que cada comunidade é chamada a um gesto generoso, cuja destinação não contemplará apenas necessidades dela. Com essas doações, a comunidade vai ajudar a Igreja desenvolver obras de promoção humana e a sustentar a ação pastoral.

Leia Mais:

Conic fala sobre Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016 


Comentários (0)



Carregando Comentários
0 caracteres