Por Redação A12 Em Artigos Atualizada em 05 JUN 2019 - 15H55

Os próximos 'agora'


Shutterstock
Shutterstock


Vamos falar sobre a
Reforma da Previdência, mas não de forma política e fiscal. Em teoria, a reforma se faz necessária pelo fato de, hoje em dia, nossa população ter uma expectativa de vida maior do que a de antigamente. Vamos viver mais; temos uma população da terceira idade que aumenta paulatinamente.

Pensemos: o que de fato isso significa para nós? Isso significa que temos de repensar nossa forma de viver, pois teremos mais anos para colher os frutos do que fazemos hoje.

É importante lembrar, primeiramente, que nunca é tarde para que melhoremos nossos hábitos. Precisamos constantemente atentar-nos a nosso “poder de mudar hábitos”. Claro que quanto antes melhor, mais tempo para aproveitarmos os resultados que existirão, quer façamos isso aos 20 ou aos 70 anos, de forma proporcional.

Depois, precisamos pensar em como nos vemos nos anos seguintes de nossa vida, que estilo de vida queremos ter e o que faremos para tentar ser desse “futuro”. Muitos dizem que vão só se aposentar e aproveitar a vida. Fica-nos o questionamento: que vida será essa, se a forma de agir hoje, provavelmente, não vai permitir aproveitar nada?

Leia MaisAprender a aprenderDigamos que, aos trinta e poucos anos, a alimentação seja deplorável e a atividade física feita seja apenas o levantamento de garfo. Parece ótimo, hoje. Mas e depois? O que isso fará com a saúde? Provavelmente, a aposentadoria servirá para comprar remédios e o que sobrar não dará ânimo para gastar com algo que realmente dê prazer.

Nossa vida é corrida demais, cansativa demais, cheia demais, fazemos esforço demais, batalhamos muito para ter nossas coisas. E esquecemos que pouco poderemos aproveitar no futuro, se não prestarmos atenção, hoje, em nossa saúde física e mental.

Há também quem queira viver somente o presente. Aproveitar o agora, pois o depois é incerto. Mas não é possível fazer as duas coisas? Aproveitar o agora e deixar o depois para lá parece um grande erro estratégico.

O depois, em algum momento de nossa vida, tornar-se-á um agora. E como iremos viver nosso próximo “agora”, se já estivermos “estrupiados”? Para aqueles que acreditam não ter mais tempo para se cuidar e poder aproveitar seus próximos anos da forma como sempre imaginaram, é dito: nunca é tarde para começar a se preocupar.

A vida é valiosa demais para a tratarmos com desmazelo. A vida é importante, é linda. Nosso corpo é um mecanismo tão perfeito, mas, muitas vezes, não vemos isso, nem paramos para pensar o quão incrível ele é; como somos irresponsáveis ao menosprezá-lo!

Para finalizar, uma indagação: será que vamos conseguir aproveitar nosso futuro, da forma como queremos?

Caiane Cassoli
Autora do livro “O poder de mudar hábitos”
Editora Ideias & Letras

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.