Por André Somensari Em Notícias Atualizada em 23 NOV 2018 - 13H43

Livro auxilia leigos na meditação do Rosário e espiritualidade

A Editora Santuário, em parceria com a Editora Paulinas, lança este mês uma obra que visa auxiliar os leigos, durante a reza do Rosário, a melhor meditarem sobre os Mistérios da Vida de Jesus. Trata-se do livro “O Rosário, a Bíblia do povo”, que conta com a organização de Padre José Roberto de Souza, com a colaboração de Cristiana Amorim Rosa de Paiva, Laudelino Augusto dos Santos Azevedo, Paulo César de Oliveira e ilustrações de Luis Henrique Alves Pinto.


Reprodução
Reprodução

O livro foi organizado com o objetivo de ajudar os cristãos na meditação do Rosário e na experiência da espiritualidade do seguimento de Jesus. Ao longo dos séculos, muitas pessoas, conhecendo Jesus Cristo por essa prática, chegaram à santidade. A Igreja tem recomendado a oração diária do Rosário ou, pelo menos, um quarto dele (o terço). Os que têm a prática de rezar o “terço”, contemplando os mistérios da vida de Jesus, têm maior perseverança como discípulos missionários de Cristo e crescem no amor pela Igreja.

A equipe do Jornal Santuário conversou com padre José Roberto, que nos deu mais detalhes sobre a obra em questão:

Leia MaisCatequistas têm encontro nacional em 2019Guia elenca atrativos do Santuário Nacional e cidade de AparecidaJung Mo Sung relança livro sobre espiritualidade e felicidadeColeção 'Conheça a Bíblia - Estudo popular' auxilia leigos no estudo da PalavraEditora Santuário lança Bíblia de Aparecida voltada para devotosPadre Ferdinando Mancilio lança novo livro Jornal Santuário – O que motivou o senhor e os demais colaboradores a prepararem este livro? Explique-nos como foi escolhido o nome do livro e por que o Rosário é a Bíblia do Povo, como o título da publicação sugere.

Padre José Roberto de Souza – Já faz um bom tempo que venho refletindo sobre o modo como o povo, em sua maioria, reza o Rosário. Geralmente, as pessoas fazem referência à presença de Nossa Senhora na vida delas, e, por meio do Rosário, dela se aproximam. Diante dessa constatação, resolvemos criar um livro que possa ajudar na compreensão de que o Rosário é, sobretudo e principalmente, um olhar a Cristo, contemplando os mistérios de sua infância, sua missão, seus sofrimentos e sua morte e ressurreição. E o nome do livro é muito curioso, porque deseja suscitar esse olhar aprofundado de que o Rosário é uma meditação bíblica. Quem reza o Rosário está com a Bíblia na vida. É da Palavra de Deus que nos vêm as contemplações do Rosário. Aqueles que meditam o Rosário estão aprendendo o Evangelho de Cristo.

JS – Como o livro está organizado? Ele é dividido pelos mistérios do Rosário? Como o leigo pode melhor utilizá-lo para aprimorar sua oração, estudo e reflexão?

Padre José Roberto – Para cada mistério do Rosário apresentamos três textos: uma reflexão bíblica, uma reflexão teológica e uma reflexão pastoral, seguidas dos mistérios gozosos aos gloriosos. A sugestão que podemos dar para a utilização do livro é que a cada momento de oração do Rosário, ou de uma parte dele, ou seja, o Terço, o fiel possa ler um texto sobre um dos mistérios contemplados. Pouco a pouco, o fiel terá lido e aprofundado o conhecimento sobre as passagens bíblicas das contemplações. Além disso, seria muito proveitoso se, ao rezar o Pai-Nosso e as Ave Marias, o fiel se concentrasse na imagem ilustrativa do mistério que se está contemplando. Essas dicas ajudariam imensamente na experiência de “entrar” no mistério da vida de Cristo.

JS – A reza do Santo Terço/Rosário é muito tradicional nas famílias e nas comunidades. Fale-nos sobre essa importante demonstração de fé, realizada diariamente em todo o Brasil e no mundo.

Padre José Roberto – Essa questão é um tanto desafiadora, porque muitos acham que a recitação do Terço ou a oração do Rosário é algo enfadonho. No entanto, são muitos os testemunhos que nos chegam de que a prática dessa tradicional reza tem sido uma experiência prazerosa e tem levado à santificação pessoal e familiar. Certa vez, confessei-me com Dom Darci, e como conselho ele me disse: “Reze o Terço, são milhares os santos que se santificaram rezando-o”. Nunca me esqueci desse conselho, porque é verdadeiro. Mas compreendo que não é uma coisa mágica. É, sim, pela força que tem de nos fazer ficar com Deus, de nos desarmar diante do amor infinito do Pai que nos convida a meditar os mistérios de nossa redenção, que de forma tão simples nos envolve de graça pela ação do Espírito Santo. Quem traz um Terço na mão não será capaz de agredir o próximo. Amar a Deus e ao próximo é o mandamento maior, caminho de santidade.

JS – Na apresentação da obra, cita que o livro vai ao encontro do pedido de Papa Francisco de “uma Igreja em saída”. Fale-nos mais sobre essa afirmação.

Padre José Roberto – O Ir. Viveiros, a quem muito agradecemos a apresentação do livro, diz: “É impossível refletir sobre a vida de Jesus, acolher sua mensagem e permanecer indiferente aos necessitados. O contato com a Palavra de Deus nos renova”. É isso. Nossa intenção, sem dúvida, não é simplesmente ajudar os fiéis a conhecer o Rosário e os textos bíblicos, mas ajudar todos na prática da caridade, sendo verdadeiros cristãos no mundo. Foi por isso que desejamos firmemente que no livro tivesse uma reflexão pastoral. O Terço tem que ser transformado em vida. Da contemplação dos mistérios, na oração, para a contemplação de Cristo, no encontro com os pequeninos deste mundo. A compreensão correta do Rosário no faz perceber que ele não aliena, liberta; não nos faz fechados nos templos, envia-nos.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por André Somensari , em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.