Por Jornal Santuário Em Jornal Santuário

Pais devem ficar atentos para sinais de dislexia

Dificuldades na leitura e na escrita podem indicar dislexia, um transtorno que atinge entre 7% a 13% da população. Algumas características podem ser observadas nos filhos já na fase pré-escolar. O tratamento envolve a participação de multiprofissionais, como fonoaudiólogo, psicólogo e neurologista, que contribuem para o desenvolvimento da aprendizagem da criança.

Foto de: Reprodução

pag10_saude

Procurar um profissional na área ainda é a melhor
conduta a ser tomada no sentido de se diagnosticar
a Dislexia.

Antes de frequentarem a escola, as crianças já apresentam algumas características especificas do distúrbio. Dispersão, fraco desenvolvimento da atenção e da coordenação motora, dificuldade com quebra-cabeças e falta de interesse por livros impressos são sinais de que elas podem ter dislexia.

Já na idade escolar é importante que os pais fiquem atentos em aspectos como dificuldade de organização motora, confusão para nomear entre esquerda e direita, constantes atrasos na entrega de trabalho escolares, dificuldade em manusear mapas e dicionários.

A fonoaudióloga Nanci Mecenas alerta que os país que observarem estas características devem procurar ajuda de um especialista. “Procurar um profissional na área ainda é a melhor conduta a ser tomada no sentido de se diagnosticar a Dislexia”. Dessa forma o profissional irá definir as melhores atividades para o desenvolvimento da criança.

3 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jornal Santuário , em Jornal Santuário

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.