Por Cankin Ma Lam Em Crescendo na Fé Atualizada em 11 OUT 2019 - 11H22

Qual o valor da devoção a Nossa Senhora?

Nós católicos temos uma grande devoção a Nossa Senhora. Por que nutrir tal devoção?

Thiago Leon
Thiago Leon
A devoção mariana nos conduz a Jesus, nos faz disponíveis à vontade do Pai



Uma vez colaborei em uma experiência de missão, em cuja localidade predominava a fala do Quíchua. Dando uma de quem tinha se preparado, quis promover a oração do terço em Quíchua. Só depois de acabar (e de provavelmente me expor ao ridículo com tal tentativa) é que fiquei sabendo que ali costumavam rezá-lo em espanhol!

Na verdade, cheguei fazer umas dez experiências de missão em regiões andinas (na maioria delas, o espanhol foi suficiente para nos comunicarmos). Em todas fiquei surpreso pela força da devoção mariana e de como, apesar da carência de ministros que acompanhassem a vida da comunidade, a fé era uma experiência viva.

A religiosidade do povo, no seu núcleo, é um acervo de valores que responde com sabedoria cristã às grandes incógnitas da existência. A sapiência popular católica tem uma capacidade de síntese vital: engloba criadoramente o divino e o humano, Cristo e Maria, espírito e corpo, comunhão e instituição, pessoa e comunidade, fé e pátria, inteligência e afeto”.  (Documento de Puebla, nº 448.)

Na verdade, os pastores da Igreja cuidam das diversas expressões da religiosidade popular. Assim, “para manter e apoiar a religiosidade popular, é necessário um discernimento pastoral”, pois ela só é válida na medida em que faz “progredir no conhecimento do mistério de Cristo”. Dessa forma, “sua prática está submetida ao cuidado e às decisões dos bispos e às normas gerais da igreja”. Enfim, elas “são um prolongamento da vida litúrgica da Igreja, mas não a substituem” (Catecismo da Igreja Católica, nº 1674-1676.2674-2679).

“O sentimento religioso do povo cristão desde sempre encontrou a sua expressão em variadas formas de piedade, que rodeiam a vida sacramental da Igreja, tais como a veneração das relíquias, as visitas aos santuários, as peregrinações, as procissões, a via-sacra, as danças religiosas, o rosário, as medalhas, etc.” (Catecismo da Igreja Católica, nº 1674-1676.2674-2679).

A expressão privilegiada que une a vida litúrgica e a devoção popular é a devoção a Nossa Senhora. No fundo, “Jesus, o único mediador, é o caminho da nossa oração; Maria, sua Mãe e nossa Mãe, é pura transparência Dele”. Um dos grandes valores da devoção mariana é nos aproximar de um dos mistérios centrais da fé: a Encarnação do Filho de Deus, “pois Ela agora conhece a humanidade que Nela foi desposada pelo Filho de Deus. (Catecismo da Igreja Católica, nº 1674-1676.2674-2679.)

Ela é expressão de humanidade resgatada, de síntese vital, de reconciliação verdadeira.

“Porque nos dá Jesus, seu Filho, Maria é Mãe de Deus e nossa Mãe; podemos confiar-Lhe todas as nossas preocupações e pedidos: Ela ora por nós como orou por Si própria: ‘Faça-se em Mim segundo a Tua palavra’ (Lc 1, 38). Confiando-nos à sua oração, abandonamo-nos com Ela à vontade de Deus: ‘Seja feita a Vossa vontade’” (Catecismo da Igreja Católica, nº 1674-1676.2674-2679.)

Assim, entre outras graças, a devoção mariana nos conduz a Jesus, nos faz disponíveis à vontade do Pai, nos abre à ação do Santo Espírito; nos educa na vida litúrgica, nos ensina a dinâmica da encarnação, nos leva a viver uma síntese vital da nossa fé; enfim, nela acolhemos o modelo de Maria, “a orante perfeita, figura da Igreja”. Com confiança “podemos orar com Ela e a Ela. A oração da Igreja é acompanhada pela oração de Maria que lhe está unida na esperança” (Catecismo da Igreja Católica, nº 1674-1676.2674-2679.)

⏩ Achou este artigo interessante? Compartilhe com seus amigos!
É só clicar no botão do Whatsapp ou demais redes sociais, logo abaixo do título.

Escrito por
Cankim Ma Lam (Arquivo Pessoal)
Cankin Ma Lam

Nascido no Equador, filho de pai chinês é apóstolo de plena disponibilidade no Sodalício de Vida Cristã. Atualmente faz caminho ao sacerdócio e estuda teologia na Universidade Católica de Petrópolis

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.