Por Everton Lucas Em Crescendo na Fé

Sua timeline mostra quem você é

Depois da chegada das redes sociais muita coisa mudou em nossa vida. Conceitos e valores ganharam novos significados. Se você está lendo este texto e nasceu na década de 90, então você é uma das pessoas que foram meio que privilegiadas. Você viveu a parte importante da transição de um mundo mais físico para um mundo que cada vez mais se torna digital. Nós vivemos um momento de mudanças. Nesse meio surgiu uma coisinha chamada TIMELINE. Ela pode mostrar muito sobre você!

:: 4 dicas para ter um namoro online saudável

:: Ódio online: como lidar?

Computador (Foto: Shutterstock)

Foto: Shutterstock

A "linha do tempo" (timeline) aparece na página inicial na maioria dos sites e aplicativos de redes sociais. Geralmente, as publicações que passam na timeline de alguém são condizentes às suas preferências ou gostos pessoais na internet, ou seja, as informações que a rede social achar mais pertinentes para o indivíduo aparecerão na "linha do tempo". Mas vamos falar de você! O que as pessoas encontram ao visualizarem a sua linha do tempo?

A todo momento nós somos bombardeados com um monte de informações que a cada segundo são compartilhadas nas redes sociais. Vemos de tudo, desde as brigas motivadas por ideologias políticas até as mensagens engraçadas que deixam o dia mais leve. Há quem diga que as timelines viraram um verdadeiro muro da lamentação. E de fato, tem dias que se torna impossível ficar 15 minutos no Facebook, por exemplo. A democracia que as redes sociais trouxeram fez com que as pessoas também perdessem um pouco de respeito. Essas plataformas deram poder de voz a nós, mas talvez não estejamos usando de forma prudente esta nova ferramenta.

O que eu compartilho em minha rede social descreve muito daquilo que eu sou. Hoje em dia muitas empresas quando querem conhecer um candidato à vaga de emprego, primeiro olham suas redes sociais para poder conhecer melhor quem está querendo ocupar a vaga. Daí você tira o quão devemos estar atentos ao que postamos.

Em meio a essa enxurrada de conteúdos compartilhados devemos ter o discernimento para selecionarmos aquilo em que vamos acreditar ou não. Todo dia, por exemplo, notícias acerca dos discursos do Para Francisco são postadas. Na sua maioria, informações deturpadas. E aí todo mundo vai repassando este tipo de conteúdo, disseminando inverdades. É preciso estar atento, para não ser só mais um no meio de tantos outros que se deixam automatizar nas teclas “like” e “share”. Precisamos ser aquele pontinho de cor diferente no meio da mesmice. A linha do tempo, além de falar sobre nós mesmo, ela fala muitas coisas para as outras pessoas. Se este pode ser nosso canal de comunicação com o outro, então vamos começar a pensar que esta ferramenta pode ser sim um jeito de levar uma boa mensagem para as pessoas.

As redes sociais têm sido palco de intolerância e discussões. Não sejamos contribuintes dessa propagação da discórdia. Faça da sua timeline um espaço onde as pessoas vão encontrar uma fuga das coisas que têm um peso negativo. Que estas plataformas sejam mais um canal de evangelização e fraternidade. Que nós possamos refletir, inclusive nas nossas redes, aquilo em que nós acreditamos, sempre prezando pelo respeito com o outro.

everton_lucas

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Everton Lucas, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.