Por Cankin Ma Lam Em Crescendo na Fé Atualizada em 24 JAN 2020 - 09H28

Unidade entre as religiões cristãs. É possível?

No ano de 1964, em Jerusalém, veio a acontecer um encontro histórico. Nessa ocasião, o patriarca ecumênico de Constantinopla, Atenágoras I, deu como presente um ícone ao Papa Paulo VI.

Shutterstock/ Igor Bukhlin
Shutterstock/ Igor Bukhlin


No ícone figuram as imagens dos apóstolos Pedro e André dando-se um abraço. Na verdade, aquele encontro representava também o abraço dos sucessores desses dois apóstolos.

Escrito em grego, o ícone deixa uma referência muito sugestiva: “os santos irmãos apóstolos” (cf. Jo 1,40).

O ícone, e o encontro que plasmou o conteúdo dele, representa que o diálogo das diversas confissões cristãs traz frutos somente quando é levado em espírito de amor fraterno.

Tal consciência tomou um rumo decisivo recentemente.

"Com o Concílio Vaticano II, a Igreja Católica empenhou-se, de modo irreversível, a percorrer o caminho da busca ecumênica". ( S.S. São João Paulo II, Ut Unum Sint, 3.77)

Shutterstock/ G-Stock Studio
Shutterstock/ G-Stock Studio


Alguns dos bispos que trabalham pela unidade dos cristãos pensam que um dos resultados mais importantes de tal esforço é a fraternidade reencontrada.

A busca pela unidade dos cristãos é possível na medida em que não fica limitada a negociações e documentos assinados, mas busca colocar no contexto da fraternidade e de uma visão comum de missão a diversidade das confissões cristãs. Isso sem fugir do drama que manifesta a divisão entre os seguidores de Cristo.

Dito isso, nos unimos à pergunta do último grande documento sobre o assunto: Quanta est nobis via?

"Quanta estrada nos separa ainda daquele dia abençoado, em que será alcançada a plena unidade na fé e poderemos então na concórdia concelebrar a santa Eucaristia do Senhor?” ( S.S. São João Paulo II, Ut Unum Sint, 3.77).

Enquanto caminhamos reconhecemos com humildade o que nos distancia e ao mesmo tempo a força dos vínculos gerados por Cristo que fazem de todos nós irmãos e irmãs na fé e no seguimento do Senhor.

Escrito por
Cankin Ma 2020 (arquivo pessoal)
Cankin Ma Lam

Nascido no Equador, filho de pai chinês é apóstolo de plena disponibilidade no Sodalício de Vida Cristã. Atualmente faz caminho ao sacerdócio e estuda teologia na Universidade Católica de Petrópolis.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Crescendo na Fé

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.