Por Jovens de Maria Em Notícias Atualizada em 24 JAN 2018 - 14H23

JMJ 2016: voluntários brasileiros são a maioria na Polônia

Quanto mais se aproxima a Jornada Mundial da Juventude do ano que vem, em Cracóvia, na Polônia, maior é a demanda de trabalho para os envolvidos em realizar o maior evento católico jovem do mundo.

Mais de 400 mil pessoas já se inscreveram para a JMJ e também já estão abertas as inscrições para os voluntários de curto-prazo que vão trabalhar em julho, durante as duas últimas semanas da JMJ.

Foto: Krakow 2016

voluntarios_brasileiros_na_jmj

Jovens Voluntários para a JMJ Cracóvia 2016

No Comitê Organizador local trabalham, atualmente, nove voluntários brasileiros, a maioria dentre todos os outros jovens que vieram de diferentes partes do mundo. Dentre os brasileiros, a Rádio Vaticano conversou com Patrícia Paiva, que é voluntária no setor de comunicação.

“A gente faz uma brincadeira de que temos uma comunidade brasileira no Comitê aqui em Cracóvia, porque somos a maioria, estamos em nove. A gente recebe voluntários de outros países, mas somos a maioria. E tem sido uma experiência muito boa pra todos nós”, partilha.

::Saiba como se tornar um voluntário na JMJ Cracóvia 2016

Patrícia conta que desde maio deste ano, quando chegou à Polônia, trabalha com tradução de textos para o site em português, de documentos do Comitê, além de colaborar com as redes sociais e produção de vídeos.

Ela, de maneira especial, explica que cuida da página de testemunhos no site oficial da JMJ 2016 na versão em português: “Temos uma seção especial em nossa página para os testemunhos –a sessão Fique ligado!. Como é uma página recente, ainda temos poucos testemunhos. Então, quem quiser compartilhar suas experiências com a Jornada, pode mandar texto e foto postarmos no site”. 

App guiará peregrinos durante JMJ 2016

“Nós estamos trabalhando no projeto de ter tradução simultânea durante a JMJ para o português. Nessa semana, estamos planejando até a tradução dos termos que estarão no aplicativo de celular para os peregrinos ficarem por dentro do que está acontecendo na cidade e até de questões básicas de como se comunicar em polonês, mapa da cidade... É uma forma de que eles se sintam acolhidos totalmente, ninguém se sinta perdido ou desinformado, estamos trabalhando arduamente para isso”, finaliza.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.