Por Jovens de Maria. Em Jumi

JUMI: Rota 300 encerra projeto aos pés da Mãe Aparecida

COMO FOI O SÁBADO

 

 

rota 300 e Módulos

Com caminhada, louvores, testemunhos, muita música e alegria, os jovens vivenciam este terceiro dia do evento Juventude em Missão (JUMI), no Santuário Nacional de Aparecida, que comemora os 300 anos do encontro da imagem da Padroeira do Brasil.

A programação da manhã começou com muita disposição e força nos pés. Os jovens se concentraram por volta das 9h, no Porto Itaguassu, e vieram cantando e animando quem estava nos dois quilômetros que ligam este lugar especial na história de Aparecida ao Santuário Nacional.

A peregrinação que envolveu a Juventude do Rota 300 fez memória do lugar onde a Imagem foi encontrada por três pescadores em 1717. Muito simbólico imaginar que há três séculos essa pequena Imagem saiu das mãos desses homens simples para ganhar a devoção de todo um país e atrair atualmente milhões de pessoas ao Santuário que foi erguido em sua homenagem.

Esses jovens que vivenciaram experiências missionárias ao longo deste mês puderam refazer em seu coração esse itinerário de fé e devoção à Mãe de Jesus de forma toda especial. Munidos com a Imagem da Padroeira do Brasil nos ombros e carregando a Cruz símbolo da juventude, chegaram à Tribuna Dom Aloísio Lorscheider cansados mas animados pela força da fé em Maria.

Joao FerreiraEntre esses jovens estava João Ferreira, que veio de Palmas, no Tocantins, para evangelizar comunidades da Diocese de Taubaté no projeto Rota 300. Ele contou como foi a sua experiência ao evangelizar outros jovens estando tão distante de sua casa.

“Eu me senti evangelizado. Fica pra mim agora a experiência de que eu preciso ser santo, não basta ser um bom cristão, eu preciso acreditar e confiar na intercessão da Virgem Mãe porque quando a Mãe pede ao Filho ele atende. Então, eu quero levar pros meus irmãos no Tocantins que é possível ser um jovem santo”, disse ao Jovens de Maria.

 

 

Dom VilsonDom Vilson Basso, presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude, estava entre os jovens e falou de sua alegria pelo encerramento do Rota 300. 

“A Mãe é sempre decisiva na vida da gente, ela marca a vida da gente. Estamos em Aparecida conseguindo congregar jovens de todo o país. Cerca de dois mil jovens fizeram missão aqui nas dioceses banhadas pelo Rio Paraíba do Sul além de muitos outros jovens pelo Brasil inteiro fazendo missão. Então, hoje aqui, encerrando o projeto Rota 300, ela vai continuar a nos animar, porque o Rota 300 termina, mas o ‘Rota da vida’ pela juventude continuará por todo o nosso país", sublinhou o bispo.

No módulo da Canção Nova, Robson e Janayna, um dos palestrantes do dia, falaram sobre namoro e noivado nos desígnios de Deus. O casal deixou um testemunho sobre como é importante viver o matrimônio no companheirismo e na partilha de todos os momentos.

O módulo do Jovens de Maria trouxe bandas de sucesso, como a Redil, Verbo Divino, Código Divino e Anjos da Rua, além de palestrantes de peso. Passaram pela tenda, o Canal Santa Carona falando sobre a família, a Tia Lolita deixando um testemunho de como viver segundo Maria e o repórter do SBT Daniel Adjuto que alertou sobre o cuidado que o jovem deve ter ao usar as redes sociais e como através delas pode evangelizar outros jovens.

 

terço e missa

A tarde do terceiro dia do JUMI trouxe grandes emoções para os jovens, com a Consagração no Altar de Aparecida, a oração do terço com o testemunho dos jovens missionários do Rota 300 e a Santa Missa.

No terço que meditou os milagres da Mãe Aparecida, cinco jovens missionários partilharam suas experiências no projeto Rota 300. Alguns lembraram que o importante é ir mesmo quando não se sabe o que dizer, porque quem capacita é Deus e por isso, vivenciaram momentos de profundo encontro com o Senhor naqueles que encontraram pelo caminho, seja nas visitas às famíllias, aos jovens recuperandos ou comunidades carentes. 

Ao final da oração, padre João Chagas responsável pelo Setor Juventude do Dicastério para Leigos, Família e Vida, no Vaticano, deixou uma mensagem aos jovens lembrando a importância do protagonismo destes na evangelização e reforçando o exemplo de Maria para a juventude, a partir da mensagem do Papa Francisco para a JMJ de 2017.

Padre João lembrou que em Maria os jovens tem o exemplo de missionária perfeita, pois ela não ficou fechada em si mesma, mas sempre que foi necessário não exitou em ir ao encontro, especialmente na passagem em que vai até sua prima Isabel. O padre recordou a frase do Papa de que Maria não é uma “jovem-sofá” e fez os jovens presentes no Santuário Nacional reafirmarem esse comprometimento de Maria para a missão que cada um deve assumir ao final do projeto Rota 300. 

A missa das 18h foi presidida por Dom Vilson Basso e concelebrada por vários bispos e lideranças da juventude na CNBB. No início da celebração, o arcebispo de Aparecida Dom Orlando Brandes leu uma mensagem especial do Papa Francisco enviada especialmente para essa ocasião. Na mensagem, o Papa lembrou que diante dos desafios próprios da juventude Maria é o amparo que transformará a vida e dará novo sentido. 

Caros amigos, em meio às incertezas e inseguranças de cada dia, em meio à precariedade que as situações de injustiça criam ao redor de vocês tenham uma certeza: Maria é um sinal de esperança que lhes animará com grande impulso missionário. Ela conhece os desafios que vocês vivem e com sua atenção e acompanhamento materno, lhes fará perceber que não estão sozinhos.(Papa Francisco)

Uma imagem fac-símile de Nossa Senhora Aparecida foi entregue à Arquidiocese de Manaus e segundo Dom Vilson, ela irá peregrinar por todos os regionais da CNBB, em comemoração aos 300 anos.  

 

shows

Com muita animação, louvor e orção, o terceiro dia de JUMI encerrou com Eugênio Jorge, Emanuel Stênio e André Florêncio subindo ao Palco Central.

Eugênio Jorge cantou seus principais sucessos como “Mãe do novo homem” e “Ninguém te ama como eu”. Na sequência, André Florêncio, da comunidade Canção Nova animou a juventude. E fechando a noite, Emanuel Stênio, conduziu os jovens a um momento íntimo com Deus. 

com Eugênio Jorge, Emanuel Stênio e André Florêncio

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria., em Jumi

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.