Por Laura Galvão Em Notícias Atualizada em 29 JUL 2019 - 15H57

Tragédias de Brumadinho e Mariana inspiram peregrinação de jovens em MG

Uma juventude que corresponde ao pedido de Papa Francisco de cuidar de nossa Casa Comum. É assim que se mostram os jovens da Arquidiocese de Belo Horizonte, com o evento “Peregrinação das Juventudes ao Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade”, que será realizado no dia 15 de agosto, em Caeté (MG).

Arquivo SAJ - Arquidiocese de Belo Horizonte
Arquivo SAJ - Arquidiocese de Belo Horizonte
Santuário Basílica Nossa Senhora da Piedade, Caeté (MG)


Acontece que o evento tem como lema “Com Maria, peregrinos e agentes da transformação”. A temática está intimamente ligada às tragédias de Mariana, Brumadinho e à recente autorização de exploração de minérios na Serra da Piedade, onde está localizado o Santuário de Nossa Senhora da Piedade, padroeira do estado de Minas Gerais.

A peregrinação já acontece há 24 anos e convida os jovens a subirem os 1746 metros de altitude para chegar ao Santuário da padroeira de Minas. O tradicional evento recebe cerca de 10 mil jovens e tem crescido ainda mais a cada edição.

Segundo Pedro Corcini, membro do Secretariado Arquidiocesano de Juventude, a temática da Casa Comum foi inspirada na preocupação de que a Serra da Piedade, que é uma Área de Proteção Ambiental, seja prejudicada com as atividades mineradoras, como aconteceu com as cidades de Mariana e Brumadinho.

“A Câmara de Atividades Minerárias do Conselho Estadual de Política Ambiental (Copam) autorizou as mineradoras a explorarem a Serra da Piedade, um lugar onde nós temos um bioma exclusivo, pois é um lugar de transição de biomas e de riquezas naturais únicas”, destaca.

O jovem explica que os peregrinos serão levados a refletir sobre a questão do meio ambiente e a rezar pelas vítimas de Brumadinho, mas também conta que haverá toda uma preparação pré-peregrinação nos grupos locais.

Arquivo SAJ - Arquidiocese de Belo Horizonte
Arquivo SAJ - Arquidiocese de Belo Horizonte
Pedro Corcini, memrbo do SAJ da Arquidiocese de BH, apresenta o subsídio da peregrinação


“A gente preparou um subsídio, baseado no documento Laudato Si, do Papa Francisco, com três encontros que trazem temáticas sobre como nós, enquanto cristãos, devemos nos posicionar em relação à Casa Comum. E a cada encontro, temos o ponto “Colocando em Prática”, em que Dom Vicente Ferreira, bispo referencial pra juventude, propõe ações missionárias para que alcancemos o objetivo de nos tornarmos agentes dessa transformação”.

Pedro adianta ainda que, a partir de agosto deste ano, terão início atividades missionárias como preparação para o Jubileu de Prata da Peregrinação, que será celebrado em agosto de 2020.

Para mais informações sobre a programação e inscrição no evento, acesse o site arquidiocesebh.org.br.

⏩Gostou da matéria? Compartilhe com seus amigos!
É só clicar no botão do Whatsapp ou demais redes sociais, logo abaixo do título.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Laura Galvão, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.