Por Jovens de Maria Em Notícias Atualizada em 17 JUL 2018 - 14H33

O que significa Shekinah?

Você aí está se preparando para o maior evento do Santuário Nacional, mas deve ter se questionado: “O que significa esse tal de Shekinah? De onde o JM tirou esse nome para o evento?” Calma meu jovem, explicamos detalhadamente o que significa. Para nos ajudar, pedimos uma forcinha para o Padre Reinaldo Beijamim, que é membro da Comissão da Juventude do Santuário Nacional. Então, vamos lá!

:: Confira a programação do Shekinah


Shekinah tem origem hebraica que significa a presença gloriosa de Deus, que se manifesta entre os homens. A palavra vem do verbo hebraico que significa “habitar”. Padre Reinaldo explica que esta palavra está relacionada a fatos na Bíblia em que Deus se manifestou de forma visível. É quase como se fosse a Epifania do Novo Testamento, do qual Jesus Cristo é o próprio Deus Encarnado, manifestado.

A palavra não aparece diretamente na Bíblia, mas está indiretamente no Antigo Testamento, onde relata as manifestações e presença de Deus no meio do povo. Nesse sentido, que Shekinah é colocada e interpretada pelos judeus nas passagens bíblicas que retratam a manifestação visível da presença gloriosa de Deus.

“Deus fez aliança com o seu povo, prometeu habitar entre eles e diversas vezes manifestou sua presença de forma visível, como por exemplo, na nuvem, sarça ardente, na coluna de fogo, no monte Sinai, quando Deus deu os Dez Mandamentos e pela presença e ação de seus anjos e arcanjos por um proposito específico”, afirma o Padre.

E nós podemos também associar a palavra Shekinah com Jesus Cristo? Padre Reinaldo mostra que isto é visível nos Evangelhos, quando eles nos apresentam que “O Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória...” (João 1, 14) ou quando se narra "Eis que a Virgem conceberá e dará à luz um filho, que se chamará Emanuel, que significa: Deus conosco" (Mateus 1,23).

Em outras palavras, Deus se encarnou, tomou a forma de um homem e habitou entre nós, foi crucificado, nos redimiu e nos salvou. Ressuscitou, subiu ao céu e enviou o Espirito Santo, no qual o faz permanecer vivo e glorioso no meio de nós. E essa presença no meio de nós nos inspira o louvor Àquele que está “manifestado”, “habitado”, vivo no meio de nós e nos Sacramentos da Igreja, principalmente na Eucaristia.

Agora, sim! Já está completamente no clima para vivenciar essa experiência aqui no Santuário Nacional e conhecer a fundo a presença de Deus na sua vida.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Jovens de Maria, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.