Notícias

Padre Domingos Sávio faz reflexão do 3º dia da Novena da Padroeira

“Com Maria, construir uma Igreja-Comunhão”

Escrito por Rádio Aparecida

05 OUT 2022 - 07H45 (Atualizada em 05 OUT 2022 - 15H40)

Portal A12

O missionário redentorista Pe. Domingos Sávio continua a reflexão dia após dia da Novena e Festa da Padroeira de 2022. Hoje, terceiro dia, refletimos esse tema:

:: Acompanhe a programação da Novena e Festa da Padroeira

“Com Maria, construir uma Igreja-Comunhão”

Leia MaisPadre Domingos Sávio te ajuda a refletir o 2º dia da Novena da PadroeiraPe. Domingos faz reflexão do 1º dia de Novena da PadroeiraLevando-nos a romper com Deus, fonte do bem e do amor, o pecado quebra igualmente a união entre nós e passa a nos mover a insensibilidade, a indiferença quando não há maldade violência de uns contra os outros.

Enviado pelo Pai, Jesus Messias nos salva oferecendo-nos uma união vital com Ele, o Filho Amado, em sua obediência ao Pai até à morte e morte de cruz e unidos a Ele, reata-nos igualmente com o Pai, e do Pai acolhemos o paterno amor que nos une como um só coração e uma só alma.

Por sua palavra deste terceiro dia da Novena, Deus nos confidencia seu irrenunciável sonho, um sonho para ele tão possível que já vê como plenamente realizado. Em sua casa nos céus, ele contempla 144 mil tribos dos israelitas. De Israel, seu primeiro povo escolhido, não falta ninguém.

12 é símbolo de totalidade, ele vê 12 mil de cada uma das 12 tribos, também da restante humanidade a presença é total, são uma grande multidão que ninguém podia contar de toda nação, tribo, povo e língua, mas como podem todos chegar lá?

Sim, ele os via vestidos de branco de sua cor divina, tinham palmas na mãos, símbolo da luta e até do martírio que precisaram enfrentar para se manterem fiéis a Ele, como seu Filho Amado. 

Sim, os vestidos de branco são os que vem da grande tribulação e lavaram suas vestes e as tornaram brancas no Sangue do Cordeiro. Jesus Cordeiro pelo perfeito amor que viveu entre nós, em seu sangue derramado na Cruz é o plenamente branco, a plena divindade encarnada e nós, que o queremos seguir, só o fazemos com palmas na mão numa luta às vezes até mortal para lavarmos nossas vestes e nossos corações tornando-os brancos, divinos em seu sangue, no sangue do Cordeiro.

Branqueados ou divinizados no Sangue do Cordeiro, assim o Pai nos quer ver no céu, mas é aqui na terra que esse milagre deve acontecer. Ele conta com esse milagre aqui, sermos aqui essa Igreja-Comunhão a fermentar dessa divina seiva unificadora, a inteira humanidade a caminho para sua plenitude junto do pai.

Mãe Aparecida, é vossa fundamental missão! Modelai em nossos corações como vosso. como o coração da Trindade um coração-comunhão. Amém.

:: Assista pelo App Aparecida a Novena e Festa da Padroeira

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0
Receba novidades

Cadastre seu e-mail e receba notícias diariamente

Parabéns, seu cadastro foi efetuado com sucesso!
Você deve receber nossas novidades em breve.

Ops, tivemos um possível erro no cadastro de seu e-mail.
Tente novamente por favor.

Tentar novamente
Facebook

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.