Por Rádio Aparecida Em Notícias

Padre Zezinho relembra atitudes de fariseu em parábola de Jesus

Morphart Creation / Shutterstock
Morphart Creation / Shutterstock


Ouça o podcast ou, se preferir, leia a matéria:

Leia MaisPadre Zezinho: “Se diz santo, mas não leva a santidade ao outro?"“Pregadores modernos nem leem a Bíblia”, lamenta Padre Zezinho "Santos existem para nos levar a Jesus, nunca a eles mesmos", explica Padre ZezinhoPadre Zezinho: "Jesus propõe uma santidade ousada"Saiba um pouco do que Jesus falou na parábola sobre o fariseu e o publicano. Qual foi o erro do fariseu? Ele estava satisfeito demais com a sua conversão, agora que ele era santo, salvo e bom.

Segundo a visão de Padre Zezinho, ele usou dois argumentos errados na história que Jesus contou:

“Eu pago o dízimo”

Muita gente que paga o dízimo não é gente boa, porque paga já com segundas intenções. “Se eu der Deus vai me dar, se eu pagar o dízimo Deus vai me retribuir, eu quero de volta, Deus vai me dar com juros e correção monetária”. Dessa forma é um Deus banqueiro e é uma fé de banqueiro, não é uma fé cristã verdadeira, Jesus não ensina isso.

“Graças porque eu não sou como os outros homens”

O fariseu, dessa forma, se diz mais, pois “eu sou convertido, eu não sou como aquele ali atrás aquele publicano, eu sou mais exclusivo, eu mudei de vida”.

Entenda melhor a reflexão de Padre Zezinho ouvindo o podcast acima.


🔊 Gostou desse podcast? Compartilhe com os amigos!

Na parte superior da página (logo abaixo do título) clique no botão do WhatsApp ou das demais redes sociais.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Rádio Aparecida, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.