Por Eduardo Gois Em Brasil Atualizada em 17 SET 2019 - 08H15

O que Roberto Leal nos ensinou antes de falecer?


Reprodução
Reprodução


O cantor português Roberto Leal faleceu no domingo (15), aos 67 anos de idade, em São Paulo (SP). A morte ocorreu por conta de um melanoma maligno, que evoluiu atingindo o fígado, causando síndrome de Insuficiência hepato-renal. Ele lutava contra o câncer desde 2017 e, nesse tempo, revelou-se ser uma pessoa de muita fé e que tinha muito a ensinar sobre a vida.

Em suas últimas aparições em público, tanto em shows quanto na televisão, sempre que possível tinha uma palavra sábia a compartilhar. Abaixo, vemos um vídeo em que ele faz uma reflexão durante um show, sobre o fato de nunca ter pensado que um dia faria uma apresentação sentado.

“Eu fico muito agradecido a Deus por tudo o que está acontecendo comigo, porque eu nunca pensei entender o que é fazer um show o tempo todo sentado, mas é maravilhoso aprender o que eu estou aprendendo. Tudo que Deus nos mostra é para que a gente possa pensar, aprender, evoluir", disse o cantor.

"Meu médico chegou para mim e me disse: -'Roberto você não vai fazer show'. Eu disse: 'Não'! - ‘Você não vai a lugar algum’. Eu disse: 'Não'!

Eu vou para todos os lugares, porque se eu tivesse ficado na minha casa, eu iria valorizar a dor, eu daria todo o meu tempo para ela. Quando a gente liga e quando a gente dá muita atenção para o que não é bom, a dor fica maior que nós. E a dor não pode ser maior que a nossa alegria.

Por isso, eu quero deixar o meu abraço e que essa fé se faça presente em vossas vidas, como tem sido na minha. Se não fosse essa fé desafiando a medicina, eu não estaria hoje aqui e não receberia tudo que vocês me deram.

Vocês vão ficar todos comigo e vou levar vocês no meu coração!”, finalizou o português.

Na TV, durante um programa na Rede Vida, ele também deu show ao mostrar a sua opinião sobre o amor vencer a dor. Confira.

"Algumas palavras são das nossas atitudes. A gente andando muito próximo do bem, se possível dentro da filosofia, dentro das coisas boas, a gente passa a ser uma coisa boa, porque a gente é o que a gente pensa. Todos os caminhos são necessários, mesmo aqueles que a gente acha que são cruéis. Esses caminhos vão nos ensinar muitas coisas, por isso há aquela frase de que muitos conhecem... É aquela coisa: 'o que não vai pelo amor, vai pela dor'. Mas o amor vence sempre a dor, porque nós temos uma herança especial: Se nós somos filhos de quem somos, que é Jesus Cristo, por que ter medo de alguma coisa? Ele pode tudo!"

7 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Eduardo Gois, em Brasil

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.