Espiritualidade

Crescer e ajudar a crescer

Padre Dalton Barros de Almeida, C.Ss.R. (Arquivo pessoal)

Escrito por Padre Dalton Barros de Almeida, C.Ss.R.

27 JUL 2021 - 10H21 (Atualizada em 27 JUL 2021 - 10H34)

Shutterstock/ Daxiao Productions pai e filho, coragem, aprendizado, andar de bicicleta (Shutterstock/  Daxiao Productions)

Lição maior do saber-ser e conviver é o cultivo da abertura ao mistério que somos, à imagem de Deus Pai criador. Mistério de vida conectada com o Projeto do Reino, isto é, vidas em processo de crescimento na pertença de cada um com todos. Fratelli Tutti. Fraternos face a todos e diante de Deus.

Leia MaisAmabilidade: um afeto que se aprendeFamília é bem o espaço inicial quando aprendemos a verdade do Amor. Pois, querer bem a si e aos outros é um afeto que se aprende, posto que nascemos com um impulso amoroso e uma pulsão agressiva. Importa conjugar estes contrários!

No longo das idades que vamos atravessando, o que há de melhor é a troca de saberes na arte da vida. Nós somos de fato o que são nossos relacionamentos. Amar Deus, a vida, os outros é cria de nosso peregrinar. O cultivo de ser gente. Biografia. Dom e investimento.

Vida é educar-se na solidariedade entre nós. Chama-se tal dimensão do viver com um nome sagrado: CONFIANÇA, esse dinamismo que deixa a sensibilidade mais serena e torna a mente mais aberta.

Sem confiança, nada avança. Não avançam a convivência familiar, as amizades, as equipes de trabalho. Até nossa fé no ser Igreja fica amarelecida se corroídos estamos por incertezas quanto ao Amor Revelado em Jesus e por Jesus. Você já viveu a falta de confiança? Perigo ser desconfiado por um nada... Confiança é segurança.

Shutterstock/ HTeam
Shutterstock/ HTeam

Pessoas que admiramos e foram ou são significativas em nossa vida são pessoas admiráveis pela confiança, desbravadoras de pistas, desatadoras de nós cegos. Pessoas livres e fiéis. Próximas, porque confiaram até em nós. E por isso, avançamos, ousamos. Confiantes.

AUTOCONFIANÇA é relação de amor para conosco mesmos, tornando concretos o respeito e a dignidade em nós e para com os outros todos. Caminho certo! Autoconfiança e confiança na bondade radical da vida nos livram de exageros; seja os exageros para cima (arrogância, autoritarismo, mania de grandeza), seja os que nos fazem descer ladeira abaixo: vitimar-se, colocar-se como inferior, encher-se de preconceitos, odiar os bem sucedidos se perto de nós. Quem vive se comparando aos outros costuma se sentir menos capaz. Encobre a própria originalidade.

Na vida é assim: quem não cresce nem ajuda a crescer, acaba no conformismo. Os conformistas são conformados. Fixos. Resistem evoluir e desconhecem o que seja alegria de buscar um ideal, a certeza da vida como missão pessoal. Desconhecem plenificações. Vida em plenitude é processo. Não é estado fixo e pronto, acabado. É caminho e não estação de estacionar. É direção. Horizontes à vista! Ideal constrói um Projeto de Vida. Missão realiza o projeto.

Leia MaisA cada idade sua graçaNa vida, há fluidez e não rigidez. É estar a caminho. Somente a identidade de identificar a própria missão neste belo Planeta, peregrinando, permite prosseguir sem desânimo.

A vida vibra. Entusiasma. Saboreia-se o conviver. Conhece o que seja admiração, encanto, ternura, generosidade. O grau de abertura à vida amplia o campo para percepções novas e nos deixam permanecer crescentes. Vida adulta? Melhor dir-se-á: adultescência.

Quem é confiante na sua missão de vida assume responsabilidades, ama os outros em suas diferenças e diversidades de dons e talentos. Aplaude a capacidade alheia. Quem é confiante conhece a própria fragilidade e busca na escuta do Espírito Santo o dom de Fortaleza: encara desafios, sabe elaborar perdas, supera obstáculos. Tudo é graça.

Cres-SER e ajudar a cres-SER. Pede de nós mudanças, melhorias. Afina-se com novos pontos-de-vista. Dialoga. E diálogo não existe sem escuta. E interage. Lidera, por vezes.

Que pedagogia utiliza você para livrar-se de miopias no olhar e conseguir aproximar seu olhar ao de Jesus? O olhar sem entraves gera e regenera nossos relacionamentos saudáveis e santificadores!

Escrito por
Padre Dalton Barros de Almeida, C.Ss.R. (Arquivo pessoal)
Padre Dalton Barros de Almeida, C.Ss.R.

Nascido em 1937 e ordenado sacerdote em 1961, pertence à Província Redentorista do Rio de Janeiro e atua na Diocese de Juiz de Fora/ MG. Escreve sobre Psicoespiritualidade para o Portal A12.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.