Por João Antônio Johas Leão Em Espiritualidade Atualizada em 03 ABR 2019 - 14H37

Dúvidas na vocação? Conheça dois personagens bíblicos que também sofreram com isso

É sempre muito bonito conhecer diferentes histórias vocacionais porque elas nos falam, fundamentalmente, da história de Deus com uma pessoa concreta. E não existe nada mais bonito que contemplar como Deus vai trabalhando com muito amor em cada alma, conduzindo-a por seus caminhos e a fazendo amadurecer para responder com liberdade seu chamado. Cada história é diferente, já que cada pessoa é única, mas é comum que escutemos falar sobre as famosas dúvidas vocacionais. É uma realidade que muitos precisam lidar quando enfrentam o desafio de responder o chamado do Senhor.

Já de partida é preciso saber que ter dúvidas não é algo fora do comum. Podemos olhar a vida de alguns santos e personagens bíblicos que, de alguma maneira, podemos dizer que passaram por uma experiência semelhante à da dúvida.

personagens
frases

São Pedro, por exemplo, ao ver a manifestação de Jesus na pesca milagrosa quando ainda estava começando a conhecer o Senhor, reage de maneira a não se sentir digno de estar em sua presença. “Afasta-te te mim, Senhor, porque sou pecador” diz aquele que seria posteriormente o primeiro papa, chamado a confirmar na fé os seus irmãos. Conhecendo sua debilidade e se deparando com a santidade de Deus, podemos dizer que Pedro duvida que seja capaz de fazer algo de bom. Essa é uma experiência que também hoje pode estar presente. Diante da realidade do pecado, será que podemos realmente atrever-nos a seguir o Senhor? A resposta de Jesus a Pedro nos ilumina com relação a isso: “Eu vos farei pescador de homens”. Ou seja, é o próprio Jesus que capacitará Pedro para responder com fidelidade a sua vocação. Por nossas próprias forças é impossível, mas para Deus, nada é impossível.

Outra vocação Bíblica muito interessante é a de Jeremias. O Senhor lhe diz: “Antes mesmo de te modelar no ventre materno, eu te conheci; antes que saísses do seio, eu te consagrei. Eu te constituí profeta para as nações”. É impossível ser mais claro que isso. Mas apesar disso, a primeira reação do futuro profeta é dizer: “Ah! Senhor Iahweh, eis que eu não sei falar, porque sou ainda criança”. É uma dúvida, poderíamos dizer, um pouco diferente da de Pedro porque não faz referência ao pecador que Jeremias possa ser, mas a uma falta de confiança em suas habilidades pessoais. Também hoje, diante da missão de anunciar o Evangelho ao mundo inteiro, quem pode dizer que possui os dons e talentos necessários e suficientes para tal empreitada? Mais uma vez, Deus nos coloca na perspectiva correta: “Então Iahweh estendeu sua mão e tocou-me a boca. E Iahweh disse: Eis que ponho as minhas palavras em tua boca”. As nossas palavras são insuficientes, mas as de Deus em nós possuem força divina para incendiar o mundo.

 

"As dúvidas e incertezas que as vezes se sofre pode ser muito semelhante à de outra pessoa que já passou por uma situação similar". 

E não são apenas as histórias bíblicas que podem iluminar. Conversar com algum padre, religioso, consagrado ou casal católico com certeza poderá ajudar na experiência vocacional de cada um. As dúvidas e incertezas que as vezes se sofre pode ser muito semelhante à de outra pessoa que já passou por uma situação similar. Conversar com nossos “irmãos mais velhos” na fé é uma prática muito boa.

Responder a vocação é, em última instância, um ato de fé. E por isso mesmo exigirá sempre uma dose de confiança em Deus. Não temos tudo claro, não sabemos exatamente tudo o que vai acontecer a partir do sim que queremos dar, mas confiamos naquele que nos chama, assim como Nossa Senhora confiou ao dizer o seu sim generoso ao chamado do Senhor. Confiamos que Ele que nos chama é quem vai nos ajudar a responder e a dar os frutos de santidade que Ele espera de nós.

João colunista assinatura

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por João Antônio Johas Leão, em Espiritualidade

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.