Por Eduardo Gois Em Igreja

Conheça o Santuário de Aparecidinha


Daniele Souza
Daniele Souza
Igreja velha

Em 05 de Janeiro de 2002, Dom José Lamberte, então Arcebispo, instaurou em Sorocaba (SP) a Paróquia Santuário Arquidiocesano de Nossa Senhora da Conceição Aparecida, que por lá é conhecido como Santuário de Aparecidinha, mas o local é coberto de um contexto histórico e cultural muito anterior ao começo dos anos 2000.

Em 1782, uma imagem foi deixada por tropeiros comerciantes de muares, que viajavam para o sul. Primeiramente foi deixada em um nicho sobre uma pequena árvore que ficava nas imediações do atual Cemitério. Todos os tropeiros que por ali passavam, faziam suas orações, pedidos e agradecimentos e pediam proteção durante as viagens que realizavam.

A vila passou então, a chamar-se Aparecidinha. Então, em 1785 Antônio José da Silva, homem muito religioso, vindo de Minas Gerais, construiu de taipa, a Capela de Nossa Senhora Aparecida. Anos depois, um bairro surgiu da formação de um arraial ao longo do córrego Piragibú. A região, atual Aparecidinha, na época era Piragibú do meio.

Romaria

Daniele Souza
Daniele Souza
Santuário Novo

O povo devoto de Nossa Senhora fazia seus pedidos e acreditavam que a procura por Nossa Senhora Aparecida traria a cura da doença, com isso criou-se o costume de transportar a Santa (feita em barro, no Século XVIII) até a cidade para abençoar o povo.

Com o relato de muitas curas e milagres, criou-se o costume de transportá-la sempre em momentos de epidemias, secas, enchentes.

A primeira menção em jornais sobre a Romaria que já era tradicional dá-se em 1852, no Jornal Vésper, em Janeiro de 1949. Mas foi somente em 1899 que a Romaria se tornou oficial em duas grandes datas.

Naquele ano, Monsenhor João Soares então pároco da Matriz nossa Senhora da Ponte (atual Catedral), escolheu 1º de Janeiro para vinda da Santa para a Catedral e o 2º domingo de Julho para o retorno da Santa a Aparecidinha.

De acordo com o Pároco do Santuário de Aparecidinha, Padre Ricardo Chizzolini, são aproximadamente 20 mil pessoas que participam da Romaria em janeiro e no mês de julho estima-se que sejam cerca de 100 mil.

Daniele Souza
Daniele Souza

Neste ano de 2018 a romaria completa sua 119º edição oficial e é uma maneira simples para trilhar um caminho de santidade e oração, pedindo a intercessão de Maria.

A Romaria tem o seu início às 5h com a Santa Missa e logo após o inicio da caminhada de aproximadamente 17km. Em seu trajeto a Romaria vai fazendo seu caminho, parando em alguns pontos e pedir as bênçãos de Deus pela intercessão de Nossa Senhora Aparecida. Por exemplo, em frente a Santa Casa e pedir as bênçãos por intenção dos enfermos. A caminhada continua firme na fé em todo seu trajeto, nele é permitido a reflexão, a oração, o canto, enfim, a recordação de tantas graças recebidas, sem nunca perder a atitude de gratidão a Deus e a nossa Senhora Aparecida.

Terminando a caminhada ao chegar na frente do Santuário novo, por volta das 11h reza-se a Santa Missa presidida pelo Arcebispo de Sorocaba Dom Júlio Endi Akamine e terminada a população ainda conta com a celebração de outras Missas, às 12h no Santuário antigo e as 17h.

Segundo Padre Ricardo, ligar os santuários é mostrar que são lugares de encontro, unidade e alegria. “A fé, o sentimento, a emoção e a alegria das pessoas são vistas nos seus semblantes e principalmente nos seus testemunhos de fé e vida”.

Daniele Souza
Daniele Souza

O Santuário, a Romaria possibilita falar com naturalidade do Romeiro, pessoa humana em sua busca de Deus, da benção, do milagre, do sentido da vida. Pessoas que chegam de lugares mais distantes e diferentes, permitindo que possam buscar um sonho maior, o desejo de uma vida que se realiza, e as colocam diante da grandeza do amor de Deus e do poder da fé, representadas pelo Santuário (Templo) para reverenciar a padroeira do Brasil, tão querida e amada. “Aqui no bairro de Aparecidinha, como no Santuário Nacional, o povo fiel não medindo esforços e sacrifícios sempre se organizam para acolher com alegria, toda a cidade e região, a cada romeiro, para assim formar uma grande família que reza em unidade. Peçamos a Jesus nosso Senhor e Salvador, Ele que é a luz do mundo, que nos ilumine com sua luz. Peçamos a Virgem Maria que interceda a todos nós e por nossas intenções, para que possamos ter o compromisso de sempre pedir a proteção e auxílio de Nossa Senhora nas nossas orações pessoais”.

8 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Eduardo Gois, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.