introdução
introdução

A Bíblia é um conjunto de escritos inspirados, compilados em diversos séculos, e considerados sagrados por grandes religiões monoteístas.

A palavra Bíblia: Na antiga Fenícia, havia uma cidade portuária chamada Biblos (βύβλος). Lá, produzia-se uma planta que, depois de bem preparada, era usada para receber a escrita: o papiro. As coleções de escritos em papiro de Biblos eram chamadas de rolos ou “livros”. Por isso, Bíblia (βιβλία – palavra grega no plural) é um conjunto de rolos ou livros de papiros que formam uma pequena biblioteca em um só lugar.

capítulos e versículos
capítulos e versículos

A Bíblia, nos seus textos originais, não possuía divisão de capítulos nem de versículos. Em 1227-1228, um teólogo da Inglaterra, Professor Stephen Langton, bispo de Cantuária, fez o trabalho metódico e complicado de dividir a Bíblia inteira em capítulos.

Somente em 1551, um tipógrafo francês chamado Robert d'Etiénne conseguiu dividir a Bíblia toda em versículos. Robert baseou-se nos esforços de estudiosos judeus, conhecidos como massoretas, que já haviam esboçado uma divisão em versículos do Antigo Testamento no século IX e X.

línguas
línguas
• A maioria dos livros do Antigo Testamento foi escrita em hebraico.
• Todos os livros do Novo Testamento foram escritos em grego, assim como alguns livros do Antigo Testamento, tais como: Sabedoria, Tobias, Judite, I e II Macabeus, Eclesiástico, Baruc, trechos de Daniel e partes de Ester.
• Porções de alguns livros do Antigo Testamento foram redigidas em aramaico, tais como: Esdras (4,8 – 6, 18 e 7, 12-26), Daniel (2, 4 – 7, 28) e Jeremias (10, 11).
• Devido a alguns testemunhos antigos (Pápias de Hierápolis e Ireneu de Lyon), acredita-se que Mateus tenha escrito o Evangelho na língua aramaica. A Tradição também sustenta que o livro de Tobias teria sido escrito em aramaico. Hoje, essas teses são praticamente rejeitadas pela maioria dos estudiosos bíblicos.

(hebraico)
(grego)
(latim) João 19:19
"E Pilatos escreveu também um título, e o colocou sobre a cruz; e nele estava escrito
JESUS NAZARENO, O REI DOS JUDEUS." 


traduções
traduções
As mais conhecidas são:
Septuaginta: uma tradução da Bíblia Hebraica para a língua grega, feita por estudiosos judeus no Egito, entre os séculos III e II a.C.
Vulgata: uma tradução do grego e do hebraico para o latim, língua oficial do Império Romano, feita por São Jerônimo entre 380-420 d.C.
Gótico: o godo Ulfilas traduziu a Bíblia para a sua língua materna, o gótico, no século IV d.C.
Armênio: Segundo a Tradição, São Mesrob, um apaixonado linguista, traduziu a Bíblia para o armênio, dentro do mosteiro em que vivia, no século V.
•  Muito cedo, também, apareceram as traduções copta, latina (Vetus Latina), siríaca (Peshitta), etíope e georgiana.
•  Hoje, a Bíblia é o conjunto de livros mais traduzido em toda a História, ultrapassando o número de mil idiomas.

Exemplos do primeiro capitulo de Gênesis nas bíblias Vulgata, Hebraica e Septuaginta

antigo testamento
antigo testamento
Gênesis, Êxodo, Levítico, Números e Deuteronômio (05)
Josué, Juízes, Rute, I Samuel, II Samuel, I Reis, II Reis, I Crônicas, II Crônicas, Esdras, Neemias, Tobias, Judite, Ester, I Macabeus e II Macabeus (16)
Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, Sabedoria e Eclesiástico (07)
Isaías, Jeremias, Lamentações, Baruc, Ezequiel, Daniel, Oséias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias e Malaquias (18)
pentateuco
pentateuco

Criação do Mundo / Adão e Eva são expulsos do paraíso / Moisés segura a tábua da Lei
 

Os cinco primeiros livros da Bíblia recebem o nome de Pentateuco. Em grego, essa palavra significa cinco rolos, afinal, a escrita era feita em papiros. Ao prender um papiro no outro, a folha se tornava muito comprida, tendo de enrolá-la para que fosse guardada e lida nas cerimônias ou nos estudos dos escribas e sacerdotes letrados. Os primeiros cinco rolos escritos em hebraico (TORAH) foram traduzidos para o termo grego PENTATEUCO. A história da criação, dos patriarcas, de Moisés e do Povo Eleito no Egito e no Deserto e de diversas tradições recolhidas ao longo da história e de variadas culturas dá vida aos cinco primeiros livros canônicos da Bíblia.

Palavra grega GHÈNESIS que significa “Origem”, do hebraico “BERESHIT”. O livro do Gênesis, assim como todos os outros quatro livros do Pentateuco, foi atribuído à autoria de Moisés, pela tradição. Hoje, depois de estudos apurados, inclinamos a dizer que este livro é uma compilação de tradições milenares. Textos arcaicos, com tradições antiquíssimas, foram reunidos no período do Exílio e do Pós-Exílio (596-400 a.C.). Sacerdotes e pessoas influentes foram lapidando as tradições orais existentes, dando vida ao primeiro livro da Bíblia. Possui 50 capítulos.
> Este livro online <

Palavra grega ÈXODOS que significa “Saída”, do hebraico “SHEMOT”. Novamente, deparamo-nos com uma compilação de tradições antigas, recebendo seu acabamento no período em que os israelitas voltaram do cativeiro da Babilônia, a partir do ano 539 a.C. Seus autores também faziam parte dos escritores influentes, sacerdotes e escribas, da sociedade judaica que se refazia após o cativeiro. Conta a história da fuga do povo hebreu que era escravo no Egito e de sua travessia no deserto rumo à Terra Prometida. Possui 40 capítulos. > Este livro online <


Palavra grega LEVITIKÒN que significa “As coisas dos Levitas”, do hebraico “VAYIKRÁ”. Novamente, falamos de um livro que foi sendo redigido ao longo dos séculos, tendo sua conclusão no período persa, entre 539-530. Os redatores são sempre os influentes da sociedade, especialmente os sacerdotes preocupados com as leis do puro e do impuro. Possui 27 capítulos. >Este livro online <

Palavra que veio do Latim “NUMERI”, traduzida do grego “ARITHMOI”, correspondente a “BAMIDBAR”, do hebraico, cujo significado é a contagem, a numeração. Este livro, que tem a forma de um censo de Israel, também seguiu a mesma lógica de redação dos outros livros do Pentateuco, sendo constituído de vários textos de fontes diversas, e tendo sua conclusão ainda no período persa do Pós-Exílio. Possui 36 capítulos. > Este livro online <

Palavra grega DEUTERONÒMIO cujo significado é “Segunda Lei”, do hebraico “DEVĀRĪM”. Livro provavelmente redigido no século VIII a.C., na época do rei Josias, pela casta dos levitas. Percebe-se que alguns textos foram acrescentados ao livro no período persa do Pós-Exílio. Apesar de todos esses livros falarem de Moisés ou das atividades do profeta, é tido como certo que ele não escreveu nenhum desses livros, ainda que a inspiração dos redatores tenha vindo dele. Possui 34 capítulos. > Este livro online <

históricos
históricos

O dia em que Javé entregou os amorreus nas mãos dos israelitas, Josué falou a Javé, e disse na presença de Israel: “Sol, detém-te sobre Gabaon, e tu, Lua, no vale de Aialon” Josué 10:12,13


Os dezesseis livros que vêm após o Pentateuco são chamados de Históricos. Não se tratam de História rigorosa e científica, mas de relatos extraídos da cultura oral e das diversas fontes escritas de diferentes épocas. Depois da morte de Moisés no deserto, o Povo Eleito segue rumo à Terra Prometida, sob os comandos de Josué. Dali em diante, leremos os acontecimentos da entrada do Povo na Terra, expulsando os antigos moradores. Saberemos também como os governos foram se sucedendo, sob os juízes, sob os reis, sob os dominadores estrangeiros e sob a retomada do poder de Israel, na época dos Macabeus. 


Em hebraico SHOFTIM. O livro conta a história dos juízes que começaram a governar a incipiente nação de Israel. Figuras de homens e mulheres carismáticos que possuíam grande poder de convencimento perante a população. O livro dos Juízes é uma miscelânea de tradições tribais antigas que foi compilada no período do cativeiro de Israel na Babilônia (596-539). Possui 21 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico RUTH. Também presente no cânon da bíblia hebraica, Rute é um texto interessante que versa sobre casamentos mistos, lei do levirato (casamento com o cunhado) e a lei das respigas (cultura campesina sobre deixar um pouco da plantação aos pobres). Mesmo que o livro venha datado no tempo dos juízes, ele deve ter sido escrito em Judá, na época do Pós-Exílio (539-400). Possui 04 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico SHMUEL. Pertencente à tradição deuteronomista, os dois livros de Samuel foram escritos em um longo período entre 630 e 540 a.C. São textos que falam sobre os profetas na época dos reis em Israel, com ênfase na vida e na missão do profeta Samuel. As figuras dos reis Saul e Davi também são preponderantes neste primeiro livro. Possui 31 capítulos. > Este livro online <


Também segue a mesma explanação do I Livro de Samuel. O rei Davi é o protagonista deste segundo livro, junto de Absalão. Na bíblia hebraica, os dois livros de Samuel são um só. Possui 24 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico M'LAKHIM. Assim como Samuel, os dois livros dos Reis são apenas um na Bíblia hebraica (TANAKH). Neste primeiro livro, também redigido no longo tempo desde o Rei Josias até o fim do Exílio, encontramos a história de Salomão e do profeta Elias, os dois grandes protagonistas deste primeiro livro. Possui 22 capítulos. > Este livro online <


Com as mesmas explicações de I Reis, este livro tem como protagonistas o profeta Eliseu e o Rei Josias, além de diversos outros reis como Jeú, Joás, Acaz e Manassés. O livro se encerra com o cerco à cidade de Jerusalém feito pelos babilônios, onde se apresenta o rei Nabucodonosor. Possui 25 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico DIVREI HAYYAMIM. Os dois livros das Crônicas relatam a história da humanidade desde Adão até o Rei Persa Ciro, que libertou o povo de Israel do cativeiro na Babilônia. Escritos provavelmente entre 400 e 300 a.C, os dois livros fazem uma apanhado de diversos outros textos existentes. Possui 29 capítulos. > Este livro online <


O segundo livro das Crônicas continua a contar a história do Povo Eleito, falando sobre os diversos reinados, sobre as invasões estrangeiras dos Assírios (Senaqueribe) e dos Babilônios (Nabucodonosor). Possui 36 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico EZRA. Escrito por volta dos anos 400 a.C., o Livro de Esdras conta os acontecimentos depois do retorno do cativeiro da Babilônia. Tem como personagens principais o sacerdote Esdras, que quer purificar Israel do pecado das uniões matrimoniais entre israelitas e estrangeiros; o rei Ciro e o rei Dario, governantes persas que derrotaram a Babilônia e incentivaram a construção do Templo em Jerusalém. Possui 10 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico NEḤEMYA. Na Tradição Judaica, os livros de Neemias e Esdras formam um só texto. Falando ainda sobre a história da volta do povo exilado da Babilônia e o recomeço da vida em Israel, Neemias é uma continuação do livro de Esdras. Neemias, governador da Judeia, é o protagonista deste livro que leva seu nome. Os dois livros das Crônicas possuem uma unidade literária e semântica com Esdras-Neemias, pensando ser um mesmo autor responsável por essas obras, conhecidas como Tradição Deuteronomista. Possui 13 capítulos. > Este livro online <


Em grego TOBIT. Este livro não se encontra nas bíblias protestantes que seguem o cânon hebraico, pois é chamado de deuterocanônico (apócrifo que não está no Cânon Oficial da Bíblia Hebraica), mas foi assumido pela versão grega da Bíblia, a Septuaginta. Conta a história de famílias judaicas exiladas no estrangeiro que nunca perdem a sua identidade. Amam e obedecem a um único Deus, mesmo que precisem enfrentar demônios nos caminhos. Escrito por volta de 200 a.C., é uma novela que fala do seu contexto de forma velada, transportando os personagens para o passado. Possui 14 capítulos. > Este livro online <


Em grego IOUDEITH. Outro livro deuterocanônico que se encontra somente no Cânon Católico, escrito na época dos Macabeus, no século II a.C. Conta a história de uma pobre viúva que se torna heroína ao matar o chefe do exército babilônico (denominado erroneamente de assírio), Holofernes. Em Deus, até mesmo os mais fracos têm poder. Possui 16 capítulos.   > Este livro online <


Em hebraico MEGUILLAH ESTER. Escrito no tempo do reinado persa, por volta de 450 a.C. Conta-nos a história da hebreia Ester que tenta convencer o poderoso rei persa Assuero a não aniquilar seu povo, conseguindo a punição dos inimigos que tramavam a destruição dos judeus. Possui 10 capítulos. > Este livro online <


Em grego MAKKABÁION. Escrito por um judeu zeloso de sua cultura e de sua religião entre os anos 175 a 134 a.C., narra a história de uma família que se revolta contra a tentativa de helenização e destruição da identidade judaica feita pelo rei selêucida Antíoco IV Epífanes. Matatias e seus filhos comandam a revolta contra o dominador estrangeiro que profanou o Templo e a cultura judaica. Judas, Jônatas e Simão são os outros protagonistas do livro. Possui 16 capítulos. > Este livro online <


Diferentemente do livro acima, II Macabeus foi escrito por outro autor em época diferente, entre 100 a 63 a.C. Tem preocupações diferentes das do primeiro livro. Fala mais sobre o Templo e sobre o poder sacerdotal do que sobre a revolta e os mártires da causa. Possui 15 capítulos. > Este livro online <

sapienciais
sapienciais

Os livros Sapienciais eram conhecidos como escritos de Salomão, porque se pensava que este rei ilustre de Israel tinha sido o autor dos sete livros que seguem. Com os estudos bíblicos modernos, podemos afirmar que Salomão não escreveu os livros sapienciais, mas é certo que muita inspiração provém dele. Esses são textos de sabedoria popular, da cultura e dos costumes judaicos durante os séculos. Não há data comum para todos os livros, nem mesmo autoria certa. Ainda que alguns livros possuam autores e datas mais precisas, outros carecem disso. Os Salmos, por exemplo, são uma coletânea de textos inspirados através dos séculos, escritos por diversas mãos e em diversos momentos da História.
 


Em hebraico IYOV. O livro provavelmente teve sua redação no início do século V a.C., na época do Pós-Exílio. Conta-nos a história de um homem justo e bondoso, que sempre demonstra fidelidade a Deus. Satanás pede autorização para tirar tudo de Jó para provar sua fé; Deus permite. Jó perde tudo, experimenta o abandono, sente a morte se aproximar, questiona a Deus, mas não perde sua fé. No final, Deus o recompensa pela fidelidade demonstrada. Deus dá em dobro àqueles que lhe são fiéis. Essa é a principal mensagem desse escrito para os judeus que voltavam da Babilônia. Possui 42 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico TEHILLÌM. É o maior livro da Bíblia, contendo 150 poesias conhecidas como Salmos, pensados para serem cantados ou recitados de forma poética. Sua redação é um compilado de textos poéticos, escritos por vários autores, situados nas diversas épocas da História de Israel. Várias experiências de Deus proporcionaram a criação desses lindíssimos poemas: perseguição, aflição, dor, alegria, esperança, amor, etc. Ainda hoje, cantamos esses lindos tesouros em nossas celebrações! > Este livro online <


Em hebraico MISHLÈ. A redação final do Livro dos Provérbios está situada no século V a.C., no tempo do Pós-Exílio. Na região da Judeia, alguns autores compilaram uma miscelânea de provérbios, ditados e sabedoria popular e puseram-na nos papiros. Possui 31 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico QOHÈLET. “Vaidade das vaidades; tudo é vaidade!”. A palavra Qohélet tem por significado pregador, ou seja, a pessoa que fala as verdades em público. Muitos estudiosos têm defendido a tese de que se trata de um texto extremamente crítico à realidade de dominação que Israel vivia no século III a.C., sob a dominação dos Ptolomeus egípcios. O pessimismo do autor é, na realidade, uma perspectiva para vencer o terrível jugo pelo qual passava todo o povo. Possui 12 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico SHÌR HASSHIRÌM. Este é o canto por excelência, um dos mais belos poemas da Antiguidade em que o amor é celebrado. Anteriormente atribuído a Salomão, hoje se sabe que sua redação se deu no século IV a.C. O amor entre o jovem pastor e a Sulamita, que são sempre afastados um do outro pelas circunstâncias contrárias, são a melhor definição do amor conjugal. A frase chave do livro é “o amor sempre triunfa”. Possui 08 capítulos. > Este livro online <


Em grego SOFÍA SALŌMÔNOS. Ainda que a autoria seja atribuída a Salomão, o Livro foi escrito entre 50 e 30 a.C. (muitos séculos após a morte desse rei famoso), sendo o último livro do Antigo Testamento a ser redigido. Também se trata de um texto deuterocanônico, ou seja, que não se encontra no Cânon Hebraico, por conseguinte, não se encontra nas bíblias protestantes. O conteúdo versa sobre a importância da sabedoria, aproximando-se bastante de diversas vertentes da filosofia grega. Hoje, a maioria dos estudiosos tende a atribuir a sua autoria a um judeu inculturado na Alexandria do século I a.C. Possui 19 capítulos. > Este livro online <


palavra latina ECCLESIA (assembleia, igreja). No grego, este livro se chama SOFÍA SEIRÁCH. A Sabedoria de Sirácida é um texto deuterocanônico, que não se encontra na bíblia hebraica nem nas bíblias protestantes, que o consideram apócrifo. O autor se chama Yehoshua ben Sira, um judeu de Jerusalém que compôs a obra, em hebraico, entre 196 e 175 a.C. Seu neto traduziu o livro para o grego em 132 a.C. Possui 51 capítulos. > Este livro online <

profético
profético
Os dezesseis livros que vêm após o Pentateuco são chamados de Históricos. Não se tratam de História rigorosa e científica, mas de relatos extraídos da cultura oral e das diversas fontes escritas de diferentes épocas. Depois da morte de Moisés no deserto, o Povo Eleito segue rumo à Terra Prometida, sob os comandos de Josué. Dali em diante, leremos os acontecimentos da entrada do Povo na Terra, expulsando os antigos moradores. Saberemos também como os governos foram se sucedendo, sob os juízes, sob os reis, sob os dominadores estrangeiros e sob a retomada do poder de Israel, na época dos Macabeus. 


Em hebraico YSHA'IHÀU. Hoje, os estudiosos conseguem perceber que o livro deste profeta foi escrito em três épocas diferentes. Os capítulos 1 a 39 formam o Primeiro-Isaías, durante a vida e o ministério do próprio profeta. Os capítulos 40 a 55, ao que nomeamos Segundo-Isaías, foram escritos entre 550-539 a.C., no Exílio da Babilônia. E os capítulos finais, 56 a 66, foram redigidos entre 537-520, o que denominamos de Terceiro-Isaías, no Pós-Exílio. Apesar de Isaías ser um profeta da corte e do Templo, ele denuncia a corrupção e injustiça, anunciando o Messias da descendência de Davi. Isaías é um dos quatro Profetas Maiores. Possui 66 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico YERMIHÀU. O profeta Jeremias viveu em 650-586 a.C., mas este livro com o seu nome foi redigido no século V a.C., no Pós-Exílio da Babilônia. Sua profecia é uma forte crítica às instituições que oprimiam o Povo da Terra, tais como o Templo, a Monarquia e até mesmo outros profetas. Sendo um levita da zona rural, é um forte defensor dos direitos dos pobres. Também é um dos quatro Profetas Maiores. Possui 52 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico ‘EKÀH. Escrito logo após a calamidade que se abateu sobre Jerusalém (586 a.C.), com a invasão de Nabucodonosor, este conjunto de poemas líricos faz parte do tesouro cultural da humanidade. Atribuído ao profeta Jeremias pela Tradição, hoje se rechaça essa afirmação. Na Bíblia Católica, vem logo após Jeremias, possuindo localização diferente nas Bíblias Hebraica e Protestantes, entre o Livro de Rute e de Eclesiastes. Possui 05 capítulos. > Este livro online <


Em grego BARÙCH. O livro é atribuído ao secretário do profeta Jeremias, no período de Cativeiro na Babilônia. Sabe-se hoje que ele foi redigido no século II a.C. Um texto exortativo, que pedia para que o povo não se afastasse da Aliança com Deus, ou as consequências seriam drásticas. Contém também choros e lamentações. Possui 06 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico YEHZQÈ'L. Um dos quatro Profetas Maiores. Exerceu seu ministério no Exílio da Babilônia nos anos de 593 a 571 a.C. Acreditava que a restauração de Israel viria com o povo que estava exilado, e não com aqueles que haviam ficado em Judá. Era um sacerdote do Templo, por isso foi levado ao Cativeiro com toda a elite da época. O livro provavelmente foi escrito por discípulos que puseram as tradições orais no papiro no Período do Pós-Exílio, quando todos já estavam novamente bem estabelecidos em Israel. Possui 48 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico DANIY'ÈL. Um dos quatro Profetas Maiores. Este livro foi redigido, na sua maior parte, um pouco antes da morte de Antíoco IV Epífanes, em 164 a.C., mas está ambientado na Babilônia do Século VI a.C. Escrito em hebraico, na Judeia, foi completado por algumas outras passagens escritas em grego, tais como a história de Susana, Bel e o Dragão e os três jovens na fornalha ardente. Daniel é um judeu jovem e sábio que consegue fazer maravilhas por confiar em Deus. Possui 14 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico HOSHÈ'A. Este livro foi escrito entre 750 e 720 a.C., no Reino de Israel, pelo próprio profeta ou por seus discípulos ou admiradores. Oséias fala do amor incondicional de Deus pelo seu Povo Eleito, que sempre vira as costas a Ele. Como um esposo que ama a sua esposa, Deus quer renovar sempre a Aliança e cuidar de sua amada, mesmo que experimente a ingratidão. Possui 14 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico YOÈL. Talvez um dos mais antigos textos da Bíblia, muitos pensam que o Livro tenha sido escrito por volta dos anos 800 a.C., na época do rei Joás, ainda que muitos exegetas acreditem ser um escrito do Pós-Exílio. Provavelmente, o profeta desenvolveu seu ministério na região de Judá, em Jerusalém. Fala do castigo que Deus prepara para os inimigos de Israel e do triunfo desse povo no final dos tempos. Possui 04 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico ‘AMÒS. O profeta Amós, que era um pastor e cultivador de sicômoros, da cidade de Técua, começou a profetizar em 760 a.C., na época em que Jeroboão II era rei em Israel (787-747) e Ozias era rei de Judá (781-740). A profecia de Amós resumia-se em um convite à conversão, nas ameaças de castigos e na pregação da esperança. Possui 09 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico OBADIÀH. Foi um livro escrito na época da queda de Jerusalém sob o Império Babilônico, em 587. O profeta Abdias escreve para censurar os habitantes de Edom, o país vizinho que se aliou ao grande Império da Babilônia para destruir Jerusalém. Também afirma que Judá não é inocente, mas que merecia ter a ajuda dos Edomitas, e não ser traído por estes. Possui apenas 1 capítulo, sendo um dos menores livros da Bíblia (comparando-se em tamanho com a Carta a Filêmon, a Segunda e a Terceira Cartas de João e a Carta de Judas). > Este livro online <


Em hebraico YONÀH. Diferindo dos demais livros proféticos, Jonas diz respeito a um gênero de “moral da história”, gênero das parábolas. Ainda que esteja ambientado no século VIII a.C., foi muito provavelmente escrito no Pós-Exílio, no século V a.C. Fala da conversão dos estrangeiros mais odiados por Israel, os Ninivitas, habitantes da capital do Império Assírio, e da misericórdia de Deus para com todos. Possui 04 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico MIKÀ. Este profeta da cidade de Morasti viveu e desenvolveu seu ministério no tempo de “Joatão, de Acaz e de Ezequias, reis de Judá”, ou seja, entre 750 e 680 a.C. A redação do livro possivelmente foi do próprio profeta, talvez com a ajuda de algum secretário ou discípulo. Foi um forte crítico das injustiças cometidas pelos ricos e poderosos, sendo uma língua afiada para denunciar os crimes contra os pobres. Viveu o cerco da Samaria feito por Senaqueribe, rei dos Assírios, em 701 a.C. Possui 07 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico NAHÙM. Um livro escrito em Judá entre os anos de 663 e 612 a.C. O profeta, chamado Naum de Elcós, dirige sua profecia dura contra a capital do Império Assírio, predizendo sua destruição pelo próprio Deus. Nínive é chamada de Opressora de Israel; o Leão que enchia sua cova de presas. A cidade realmente foi destruída em 612 a.C., pela união das forças dos Impérios da Babilônia, dos Medos e dos Citas. Possui 03 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico HABAQQÙQ. Este livro teve sua redação entre os anos de 612 e 597 a.C., este período longo de incerteza se dá exatamente pela falta de clareza da localização no tempo dos fatos narrados. Habacuc questiona Deus sobre as calamidades que estão por acontecer. O seu diálogo com o Criador inspira muitos outros autores cristãos, tendo Paulo como seu maior exemplo. Habacuc parece ter sido um profeta do Templo, um levita que cuidava das músicas, talvez. Possui 03 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico ZEFANYÀH. Escrito na região de Judá entre os anos de 630 e 609 a.C. O profeta Sofonias adverte o povo sobre a ira do Senhor, que castigaria severamente o povo de Judá caso não se convertesse. Com as ameaças dos Assírios e dos Egípcios, os habitantes de Judá se dividiam sobre qual influência estrangeira seria melhor. A idolatria da Samaria dominada pelos Assírios era condenada veementemente por Sofonias. Os pobres da terra são aqueles que podem mudar a situação de Judá, sendo mais fiel a Deus. Possui 03 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico HAGGÀI. Este livro foi escrito em Judá por volta de 520 a.C. Ageu foi contemporâneo do profeta Zacarias, e também do sacerdote Esdras e do governador Neemias. Sua profecia exorta o povo a não se esquecer da Casa do Senhor, o Templo que havia sido destruído. As pessoas têm de parar de se preocupar com suas próprias coisas irrelevantes e se voltarem à Habitação do Senhor! Possui 02 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico ZEKARYÀH. O livro foi redigido em diversos anos entre 520 a 475 a.C. O profeta Zacarias, provavelmente um sacerdote, incentiva o povo a reconstruir o Templo, assim como fez o profeta Ageu, seu contemporâneo. Também se preocupa com os rituais de pureza e com a reconstrução da identidade do povo. Possui 14 capítulos. > Este livro online <


Em hebraico MAL'AKI. Também redigido na Judeia entre os anos 445 e 430 a.C., depois da época da reconstrução de Jerusalém que estava destruída. É um profeta que fala de vários temas, reforçando o amor de Deus para com o seu povo; a desobediência desse mesmo povo ingrato, principalmente dos sacerdotes; e a vinda do Messias. Possui 03 capítulos. > Este livro online <

evangelhos
evangelhos

A vida de Jesus foi escrita, tardiamente, por quatro homens de fé. Depois que Jesus morreu e ressuscitou, os discípulos começaram e evangelizar, a falar do Mestre. As testemunhas oculares e os primeiros apóstolos foram se extinguindo, e tudo o que se sabia de Jesus vinha de fontes orais. Pais passavam aos filhos, mestres aos discípulos, e assim foi se preservando a memória do Galileu Crucificado e Ressuscitado. Em certo momento da história, alguns homens, com medo de se perder a lembrança de tudo o que havia acontecido, começaram a pôr a escrita no papiro. Engajados em comunidades específicas, os evangelistas redigem a biografia de Jesus, acrescentando seu modo de ver a vida para que se tivesse sucesso com o público alvo. Mateus escreve para os judeus convertidos. Marcos e Lucas escrevem para os gentios do Império Romano. João escreve para os cristãos que estão em clara fase de separação dos judeus e das sinagogas. 


Em grego KATÁ MATTHÀION. Hoje, a maioria dos exegetas tende a datar o Evangelho de Mateus depois dos anos 70 de nossa era. A história de Jesus escrita por Mateus é direcionada principalmente aos cristãos que haviam se convertido do judaísmo, provando a eles que muitas passagens do Antigo Testamento se realizaram em Jesus, pois Ele realmente era o Messias esperado por Israel. Mateus era o apóstolo, que exercia o ofício de cobrador de impostos antes de conhecer Jesus. Mateus foi o autor do Evangelho ou inspirou a comunidade a redigi-lo. Possui 28 capítulos. > Este livro online <


Em grego KATÁ MARKÓN. Considerado pelos estudiosos modernos o primeiro Evangelho a ser redigido por volta dos anos 70. A Tradição sempre atribuiu a sua autoria a um discípulo do apóstolo Pedro chamado João Marcos. Acredita-se que esta primeira redação da vida de Jesus tenha sido concluída na Síria, e escrita em grego koiné, falado pelo povo simples. Marcos apresenta Jesus como o Messias que pede segredo sobre sua verdadeira identidade, mesmo fazendo curas e milagres. Possui 16 capítulos. > Este livro online <


Em grego KATÁ LUKÁN. A Tradição sempre reconheceu o Lucas que aparece nos Atos dos Apóstolos como o autor desse Evangelho. Companheiro de Paulo, sabemos que foi um especialista nas artes médicas da época, como relata Paulo na sua carta aos Colossenses, tendo redigido o Evangelho por volta do ano 80. O evangelista se preocupa bastante com as minorias oprimidas da época, dando ênfase na misericórdia de Jesus com relação aos gentios. Neste Evangelho, encontram-se algumas das mais belas histórias da Bíblia, tais como o Filho Pródigo e o Bom Samaritano. Possui 24 capítulos. > Este livro online <


Em grego KATÁ IOHÀNNEN. Diferentemente dos três primeiros Evangelhos que são chamados de Sinópticos (que se parecem e podem ser lidos lado a lado), João se distancia da forma de escrever a história de Jesus. Segundo a Tradição, o evangelista se trata do apóstolo João, o “discípulo amado”. Hoje, sabe-se que sua redação final situa-se por volta do ano 90 de nossa era. Escrito em grego, o Evangelho traz uma elaboração teológica sobre a vida e a natureza de Jesus bem mais desenvolvida que os escritos anteriores. O verbo que se encarna traz a Salvação ao mundo, que não o aceita. Quem crer no Filho de Deus, que é Jesus, será salvo. Possui 21 capítulos. > Este livro online <

atos dos apóstolos
atos dos apóstolos
Os Atos dos Apóstolos são a continuação do Evangelho de Lucas. Conta-nos a história da Igreja nascente, que começou a se espalhar logo que Jesus subiu aos céus, na Ascensão. 


Atos dos Apóstolos: Em grego PRÁXEIS TON APOSTÓLON. Este livro foi escrito pelo mesmo autor do Evangelho de Lucas, entre os anos 80 e 90 de nossa era. Centrando-se nas figuras de Pedro e Paulo, é um escrito que nos apresenta a história do início da Igreja que seguia o Caminho, Jesus Cristo. Idealizando a comunidade, o autor dá pistas para que a evangelização não seja interrompida, ainda que os apóstolos tenham de entregar a própria vida para isso. Possui 28 capítulos. > Este livro online <

cartas apostólicas
cartas apostólicas
A correspondência mais usada da época de Paulo eram as epístolas, cartas compridas com denso conteúdo. Paulo e seus discípulos são autores de quatorze cartas desse estilo. Sempre exortando, agradecendo, esclarecendo, pedindo e repreendendo, Paulo envia essas cartas às comunidades por onde havia passado, na Ásia Menor, na Grécia e em Roma. 


Em grego PROS ROMÁIOUS. A maior carta de autoria do apóstolo Paulo, endereçada à comunidade de Roma, foi escrita em Corinto entre 55 e 58. Paulo dita sua carta ao escriba Tércio de Icônio, com o intuito de levar alento e paz aos cristãos que viviam na grande cidade capital do Império. Trata sobre a necessidade da fé em Cristo para obter a Salvação, mas nunca dispensando as obras e uma vida cheia de virtudes para alcançá-la. Possui 16 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS KORÍNTHIOUS. Sem dúvidas, esta carta foi escrita pelo apóstolo Paulo que estava em Éfeso entre os anos 53 e 57. Endereçada à comunidade que vivia na cidade grega portuária de Corinto, Paulo exorta os cristãos a permanecerem unidos diante dos problemas que aparecem. Discorre acerca de muitos temas de fé e de vida moral, esclarecendo dúvidas da incipiente comunidade. Nesta carta se encontra um dos mais lindos hinos dedicados ao amor, no capítulo 13. Possui 16 capítulos. > Este livro online <


A segunda carta endereçada à comunidade de Corinto não é uma continuação da primeira, devido à tonalidade e ao tema diferentes. Paulo escreve esta carta quando estava em sua segunda viagem missionária, provavelmente na Macedônia, entre os anos 56 e 57. Paulo usa de uma linguagem dura com os membros da comunidade que se deixaram levar por falsos mestres, os quais questionaram sua autoridade de apóstolo. Pede para que os cristãos sejam fiéis às sãs doutrinas e que jamais se deixem levar por falsos pregadores. Possui 13 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS GALÁTHAS. Epístola escrita por Paulo à comunidade que se encontrava na região da Galácia, na Ásia Menor. Há dúvidas sobre a data de sua composição, sendo certo que foi escrita depois do ano 50. Acredita-se que sua redação aconteceu entre os anos 50 e 56. O apóstolo usa uma tonalidade veemente nesta carta, pois quer combater as doutrinas judaizantes daqueles que haviam se convertido do Judaísmo, mas não conseguiam se distanciar da antiga fé legalista. Possui 06 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS EPHÈSIOUS. Esta carta teria sido escrita pelo próprio apóstolo Paulo, quando estava preso em Roma, cerca do ano 60. A maioria dos eruditos, no entanto, tende a não reconhecer a autoria de Paulo, pensando ser o autor algum de seus discípulos que tenha usado a pseudoepigrafia (escrito por alguém que esconde atrás de alguma grande personalidade da época), por volta do ano 80. Esta epístola tem uma aproximação muito grande com a carta aos Colossenses. No entanto, enquanto esta foi redigida para combater algumas doutrinas esotéricas (teosofistas) na comunidade de Colossas, a endereçada para Éfeso trata apenas do amor incondicional que o apóstolo sente por aquele povo. Possui 06 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS PHILIPPÈSIOUS. Fica difícil datar esta carta do apóstolo Paulo. Muitos estudiosos têm discutido sobre esse tema, datando-a entre 53 e 62, estando preso em algum lugar na Ásia Menor, na Grécia ou em Roma. Um dos mais belos hinos cristãos, e que talvez seja anterior ao próprio Paulo, pode ser encontrado no segundo capítulo dessa carta: o Hino Cristológico. O tema tratado é basicamente sobre a identidade dos cristãos e a alegria de seguir o Cristo, Deus Encarnado que se esvaziou a si mesmo por amor à humanidade. Possui 04 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS KOLOSSÁEIS. A autoria de Paulo também é discutida no caso de Colossenses. Talvez um de seus discípulos tenha escrito entre os anos 57 e 62. Endereçada à comunidade de Colossas, na Frígia (Ásia Menor, hoje Turquia), a carta aos Colossenses tem muita semelhança àquela enviada por Paulo a Filêmon. O conteúdo da carta trata de afirmar a supremacia de Cristo sobre todo o resto, combatendo as filosofias pagãs que entravam no seio da comunidade. Possui 04 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS KOLOSSÁEIS. A autoria de Paulo também é discutida no caso de Colossenses. Talvez um de seus discípulos tenha escrito entre os anos 57 e 62. Endereçada à comunidade de Colossas, na Frígia (Ásia Menor, hoje Turquia), a carta aos Colossenses tem muita semelhança àquela enviada por Paulo a Filêmon. O conteúdo da carta trata de afirmar a supremacia de Cristo sobre todo o resto, combatendo as filosofias pagãs que entravam no seio da comunidade. Possui 04 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS THESSALONIKEIS. Trata-se do escrito mais antigo do Novo Testamento, sendo de autoria do apóstolo Paulo. Dirigida à comunidade de Tessalônica, na Macedônia, a carta fala sobre a alegria do apóstolo pela fidelidade da comunidade, e exorta para que os membros continuem irrepreensíveis diante de Deus. Lamenta por não ter estado tempo suficiente com os tessalonicenses, mas que deseja vê-los em breve. Fala mais uma vez a respeito da Ressurreição em Cristo. Possui 05 capítulos. > Este livro online <


A segunda carta aos Tessalonicenses é objeto de debate entre os estudiosos, seja a respeito do autor, seja no que se refere à data. Os que atribuem a autoria ao próprio apóstolo Paulo datam-na entre os anos 51 e 52; outros estudiosos que não acreditam ser de autoria paulina datam-na entre os anos 80 e 100. Realmente, o conteúdo difere expressivamente da primeira carta paulina. O autor da Segundo a Tessalonicenses quer defender a tese de que a vinda do Cristo (Parusia) não aconteceria de imediato, mas que levaria ainda algum tempo e que seria precedida de sinais dos tempos. Possui 03 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS TIMÓTHEON. Ainda que a autoria paulina desta epístola, chamada de pastoral, tenha sido fortemente negada nos últimos anos de debate acadêmico, queremos fazer coro com a Tradição e datá-la entre os anos 63 e 67, talvez quando Paulo estivesse em Filipos, Macedônia, e Timóteo, seu jovem discípulo, estivesse em Éfeso. A carta fala das instruções que o apóstolo dá ao líder da comunidade, Timóteo, lembrando que a Igreja precisa ser cheia do Espírito Santo para permanecer firme. Possui 06 capítulos. > Este livro online <


Esta segunda carta a Timóteo, chamada de Pastoral, possivelmente foi escrita por algum discípulo de Paulo no final do século I. De forma diversa da primeira a Timóteo, esta carta dá instruções para a comunidade da qual Timóteo é líder, falando da importância de permanecerem firmes na fé, acreditarem na Ressurreição e Morte de Jesus como fonte de Salvação e de valorizarem a presença do Espírito Santo. Possui 04 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS TITON. Junto às cartas enviadas a Timóteo, Tito faz parte de uma pequena lista chamada de Cartas Pastorais. Ainda que a carta seja endereçada Tito, discípulo e colaborador grego do apóstolo Paulo, hoje se sabe que a autoria não é paulina. Redigida no final do primeiro século, esta carta tem o objetivo de aconselhar o discípulo a organizar a comunidade de Corinto, escolhendo bem os presbíteros e sendo um exemplo para os fiéis cristãos a levarem uma vida de virtudes diante de Deus. Possui 03 capítulos. > Este livro online <


Em grego PROS PHILEMONA. Escrita talvez quando o apóstolo Paulo se encontrava prisioneiro em Éfeso, na Ásia Menor, entre os anos 51 e 55. A carta é endereçada a um líder da igreja em Colossas, Filêmon. Paulo pede a esse líder que perdoe seu escravo Onésimo por haver fugido. Com a conversão ao Cristianismo, Onésimo passa a ser filho espiritual de Paulo, por isso o apóstolo insiste para que Filêmon receba Onésimo de volta, como a um filho, valorizando o perdão. Possui apenas 1 capítulo, sendo a epístola mais breve de Paulo. > Este livro online <


Em grego PROS EBRAIOUS. Desde a Antiguidade, existe a certeza de que esta carta não foi escrita por Paulo. Provavelmente, foi redigida entre 65 e 69 por um cristão conhecedor do judaísmo e do helenismo. Coloca Jesus Cristo como a realização de todas as promessas do Antigo Testamento, sendo o Sumo Sacerdote que nos liga a Deus. O ponto final do Antigo Testamento está em Jesus. Possui 13 capítulos. > Este livro online <

cartas católicas
cartas católicas
Escritas pelos apóstolos ou por seus discípulos, na maior parte dos casos, essas cartas são de valiosíssima importância para nossa história das origens. Os pensamentos combatidos e o esforço para criar uma teologia coesa sobre a natureza de Jesus e de sua missão renderam divergências fortes entre os seguidores de Jesus. O nome dos apóstolos era comumente colocado em uma carta para dar mais autoridade ao escrito. 


Em grego IAKOBOU. Vários debates vêm sendo feito no decorrer dos anos sobre a autoria e a datação desta carta. Sabe-se que o autor se chama Tiago, como ele mesmo se apresenta na introdução. Talvez possa ser identificado esse Tiago com o irmão de Jesus, um dos pilares da Igreja nascente, como diz Paulo no capítulo segundo dos Gálatas. Como esse Tiago foi martirizado em 63, a carta foi escrita anteriormente a essa data. Ainda que se tenham pouquíssimas referências a Jesus, é a carta que possui a crítica social mais contundente do Novo Testamento, depois das próprias palavras de Jesus. Trazendo um estilo e um ambiente de forte influência judaica, é endereçada aos cristãos convertidos do Judaísmo. Possui 05 capítulos. > Este livro online <


Em grego PETROU. Há dúvidas se esta carta realmente foi ditada pelo apóstolo Pedro e redigida por seu discípulo Silvano. Se foi escrita por Pedro, pode ser datada antes de 60; se foi escrita por um discípulo posterior que usou de pseudoepigrafia, pode ser datada no final do século I. Esta carta exorta os cristãos espalhados pelas províncias romanas a ficarem firmes na fé diante das provações, pois a Ressurreição de Jesus dá força para vencer todas as afrontas. Possui 05 capítulos. > Este livro online <


Esta carta é possivelmente um pseudoepígrafo, pois o autor se identifica como o apóstolo Pedro para dar credibilidade à epístola. Possivelmente escrita no final do século I ou início do século II, esta carta parece ser endereçada aos cristãos vindos do paganismo e espalhados pela Ásia Menor (Turquia). Quer prevenir os membros das comunidades sobre os falsos profetas e insiste em dizer que a Parusia (Vinda de Cristo) não acontecerá brevemente. Possui 03 capítulos. > Este livro online <


Em grego IOANNOU. Segundo a Tradição, as cartas de João foram escritas pelo apóstolo e evangelista de mesmo nome, o “discípulo amado”. Hoje, os estudiosos chegaram a uma conclusão mais clara de que essas cartas foram escritas por um presbítero, um ancião de algum lugar de Éfeso, endereçando-as aos cristãos que haviam se convertido do paganismo na Ásia Menor. A Primeira Carta vem aconselhar a comunidade a ter cuidado com os falsos profetas, que pregam filosofias gnósticas e esotéricas, e para que os cristãos se dediquem ao amor e à caridade, pois Deus é amor. Possui 05 capítulos. > Este livro online <


Assim como a primeira carta, a Segunda de João foi redigida pelo mesmo autor do quarto Evangelho, sendo datada por volta do ano 100. Também é endereçada aos cristãos que vieram do paganismo e a uma Senhora Eleita, que não sabemos de quem se trata, e que estavam espalhados pela Ásia Menor. Novamente, vem falar dos falsos profetas e das doutrinas maléficas e insiste na importância do amor. Possui apenas 1 capítulo.   > Este livro online <


Este é o escrito de toda a Bíblia que contém menos palavras. Outra curiosidade: é o único escrito que não cita o nome de Jesus Cristo. Também escrita pelo mesmo presbítero que redigiu o quarto Evangelho, pode ser datada por volta do ano 100. É endereçada a certo Gaio, líder de alguma comunidade da Ásia Menor. Fala bem de Gaio e de Demétrio por receberem os apóstolos e repreende Diótrefes por ser ambicioso e não colaborar com a Igreja. Possui apenas um breve capítulo. > Este livro online <


Em grego IOUDA. É a última carta católica do Cânon. Mesmo sendo identificado pela Tradição como Judas Tadeu, o apóstolo, hoje, tende-se a atribuir este escrito a Judas, irmão de Jesus. Datada entre os anos 70 e 120, essa carta é um dos menores escritos da Bíblia. O autor quer avisar aos destinatários dos perigos dos falsos doutores que põem em risco a fé cristã, ameaçando esses falsos mestres com a punição divina. Exorta os cristãos a permanecerem firmes na fé. Possui apenas 1 breve capítulo. > Este livro online <

apocalipse
apocalipse
Escritas pelos apóstolos ou por seus discípulos, na maior parte dos casos, essas cartas são de valiosíssima importância para nossa história das origens. Os pensamentos combatidos e o esforço para criar uma teologia coesa sobre a natureza de Jesus e de sua missão renderam divergências fortes entre os seguidores de Jesus. O nome dos apóstolos era comumente colocado em uma carta para dar mais autoridade ao escrito. 


Em grego APOKÁLYPSIS. Possivelmente escrito no ano 96, o Livro do Apocalipse é de autoria do mesmo círculo joanino das três cartas e do quarto Evangelho. Escrito por certo João de Patmos, o Apocalipse significa Revelação. De difícil interpretação, os textos servem para dar forças aos que se encontram nos horrores da perseguição do “Dragão que varre com a calda a terça parte das estrelas do céu” (Império Romano). Usando de uma linguagem simbólica, compreensível somente aos iniciados no Cristianismo, o Apocalipse é uma arma de resistência dos perseguidos e oprimidos. É o último livro da Bíblia e possui 22 capítulos. 
> Este livro online <

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.