Por Pe. André Gustavo de Sousa Em Igreja

Espiritualidade e Animação Bíblica da Vida e da Pastoral

Bíblia Sagrada

Sabendo que a Palavra de Deus é o espaço da presença de Cristo na Igreja e que esta se alimenta da Palavra para continuar sua caminhada, não podemos descuidar da nossa formação e espiritualidade bíblica. Não podemos nos esquecer: é uma urgência na ação evangelizadora realizar a Animação Bíblica da Vida e da Pastoral.

Devemos nos questionar: que lugar a Palavra de Deus ocupa na nossa vida e na nossa missão? Lemos, meditamos e rezamos as Sagradas Escrituras? Estamos nos formando a partir da Palavra para melhor testemunharmos a Boa Nova aos irmãos e irmãs?

A Palavra gera vida, alimenta a vocação cristã e orienta a missão: sobretudo através do anúncio, da pregação e da catequese.

Anunciar e testemunhar o Evangelho, missão de todo cristão, só é possível quando há verdadeira intimidade com a Palavra, estudo e meditação da mesma.

Desse modo é necessário formar-nos adequadamente e atualizar a animação bíblica da pastoral em nossas comunidades, insistir no estudo da Palavra, na meditação, através de exercícios como a Lectio Divina, estudo diário do Evangelho, círculos e cursos bíblicos.

Pessoalmente, é muito importante dedicar-se à leitura espiritual das Sagradas Escrituras, pois encontrar, rezar e viver a Palavra é a suprema vocação do cristão. Quando lês a Sagrada Escritura é Deus que fala contigo, quando rezas, és tu que falas com Deus. (S. Agostinho)

Quando falamos de espiritualidade bíblica, temos que entender que na Sagrada Escritura está nosso alimento diário, nossa força para servir melhor o nosso Deus. Precisamos alimentar-nos da Palavra, para ser “servos da Palavra” na tarefa da evangelização.

Com confiança na força transformadora da Palavra, anunciaremos e testemunharemos com mais eficácia Jesus Cristo. Como semeadores da boa semente, plantaremos a Palavra nos corações e poderemos ver os frutos do Reino crescer em nossas famílias, comunidades e na sociedade.

Deixemo-nos conquistar e converter-nos pela Palavra. Aprendamos de Maria, a discípula ouvinte e praticante do Evangelho a ouvir com atenção, fé e humildade o que Deus nos fala em sua Palavra, ouvir como discípulo para servir com amor, ardor e entusiasmo missionário.

Maria, discípula, ouvinte e praticante do Evangelho, rogai por nós!

Colunista Padre André Gustavo

Escrito por
Assinatura pequena André Gustavo Colunista.png
Pe. André Gustavo de Sousa

Sacerdote da Arquidiocese de Aparecida (SP) , coordenador de Pastoral e Pároco da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, em Guaratinguetá (SP).

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Luana Correa, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.