Por Redação A12 Em Igreja Atualizada em 03 AGO 2018 - 11H03

Rostos do Laicato: Desafios na evangelização da juventude

Em 2018 a Igreja no Brasil vive um ano dedicado aos leigos. Nesta série especial "Rostos do Laicato" discutimos a missão e vocação do leigo em algumas realidades.  

Quem conversa com o A12 sobre os jovens e sua atuação na Igreja é Dom Antônio Emídio Vilar, membro da Comissão Episcopal Pastoral para a Juventude (CEPJ) e responsável por acompanhar os Movimentos e Novas Comunidades. Dom Emídio é bispo da Diocese de São João da Boa Vista (SP).

No primeiro bloco, Dom Emídio reflete sobre como a mudança de época interfere nas escolhas do jovens e na sua vivência na Igreja. Para ele, o jovem que é muito sensível a estes "sinais dos tempos" acaba sendo impactado diante da necessidade de respostas imediatas, pelo consumismo e tantas outras realidades que o desconcertam ante o seu projeto de vida.

:: Assista também 'Rostos do Laicato - Família' com Dom Antonio Augusto Dias Duarte e Dom Wilson Tadeu Jönck

:: Rostos do Laicato - Idosos com Dom Eraldo Bispo da Silva e Dom Edson Oriolo

Dom Emídio comenta ainda a importância do Papa Francisco se abrir à juventude dedicando um Sínodo dos Bispos exclusivo para debater os  temas que mais os inquieta. Assista.

Confira o primeiro bloco:

No segundo bloco, o bispo amplifica o debate sobre o tema do Sínodo dos Bispos, que trata sobre a fé e o discernimento vocacional. Confira.

Avançando na reflexão, o terceiro bloco traz um alerta. Segundo Dom Emídio é preciso desacomodar a visão que se tem do trabalho do jovens dentro das comunidades. O primeiro Sínodo sobre a juventude quer justamente promover e ampliar essa questão e ainda outras que são pungentes na atual realidade.

Neste bloco apresentamos ainda a iniciativa da Ação Evangelizadora “Cada Comunidade uma Nova Vocação" que busca promover a consciência da cultura vocacional em toda a Igreja. Assista.

No quarto e último bloco conversamos sobre o que o Papa quis dizer quando falou que “um jovem alegre é difícil de manipular”. Dom Emídio deixa uma mensagem final sobre a felicidade que é acertar a vocação. Confira:


Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Igreja

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.