Notícias

Casa do Pequeno celebra 32 anos de história

Cerca de 500 crianças e adolescentes participam das oficinas da entidade

Escrito por Isabela Araujo

03 AGO 2022 - 17H07 (Atualizada em 04 AGO 2022 - 08H25)

Thiago Leon

Leia MaisConheça o trabalho das bordadeiras na Casa do Pequeno do Santuário Nacional Construindo Gente: Casa do Pequeno

A Casa do Pequeno é uma Obra Social do Santuário Nacional Aparecida, mantida graças a todos que contribuem com a Família dos Devotos e que oferece mais de 12 oficinas para os usuários, com o objetivo de promover a infância, adolescência e a família, de forma que essas pessoas levem os valores cristãos, familiares e socioculturais em suas ações em sociedade.

A entidade segue como princípio os quatro pilares básicos da Educação, propostos pela UNESCO: Aprender a Ser, Aprender a Fazer, Aprender a Conhecer e Aprender a se relacionar.

Vale ressaltar que além das oficinas, como dança, capoeira, manicure, cabelereiro, pintura em tecido e comunicação, a Casa também proporciona eventos e celebra datas comemorativas, como carnaval, festa junina, semana vocacional, gincana de férias e gincana bíblica, entre outras datas e ações.

Para Marcelina Ferraz, fonoaudióloga da Casa, a entidade faz parte de sua vida. Durante seus quase 22 anos de colaboração lá, o que não faltam são boas histórias, experiências e conexões.

“É muito gostoso você acompanhar a história do adolescente, você perceber que ele entrou de uma maneira e, através de todo o funcionamento da Casa, das oficinas, do momento de espiritualidade que a gente tem, da alimentação, do cuidado, do carinho de toda a equipe com eles, ele sai daqui transformado, conta Marcelina, relembrando casos em que os antigos participantes compartilharam sobre a diferença que a Casa do Pequeno fez em suas vidas.

Marcelina compartilha que saber que o seu trabalho com a linguagem e a sua escuta acarretam na transformação da vida daquelas crianças e jovens é muito gratificante. Ela conta a história de um pré-adolescente que atendeu na Casa, o qual tinha muita dificuldade na fala, por trocar praticamente todos os fonemas, e relembra como o trabalho feito impactou ambas as vidas.

“Eu comecei a falar com ele e ele me falou do bullying que sofria escola, na rua, dos colegas, e nós começamos a estimulação fonoaudiológica. A primeira vez que ele conseguiu falar, ele começou a chorar. Ele chorava desesperadamente e falava para mim: ‘nunca mais ninguém vai fazer bullying comigo’. E aí eu pedi para a assistente social ficar um pouquinho na sala e fui ao banheiro, porque eu também não consegui conter as minhas emoções”, relembra a fonoaudióloga.

A Casa do Pequeno também conta com uma formação conduzida pela assistente social, psicóloga e fonoaudióloga, em que elas convidam os jovens que estão na Casa para aprender, preparar e discutir sobre questões da vida, que também ajudam na preparação para as oportunidades de emprego. Os jovens que se destacam na formação são indicados para serem Jovens Aprendizes no Santuário.

Esse é o caso da Ana Clara. A jovem tem 17 anos e está há quase um ano na entidade, onde faz curso de informática. Para ela, além do lugar ser fonte de muito aprendizado e partilha com os colegas, também foi o meio para que conseguisse seu novo emprego no Santuário Nacional.

“Eu fico muito feliz por estar aqui, porque é uma experiência tanto de ganhar algo no currículo, como fazer muitas amizades aqui. Os professores realmente cativam, cuidam da gente como se fossem nossos pais, é uma experiência muito boa”, compartilha Ana Clara.

São 32 anos de histórias, emoções, transformações, aprendizados, trocas, conhecimentos e muito amor, tanto de quem colabora com a Casa, quanto de quem estuda nela.

Confira o vídeo que o Portal A12 fez na Casa do Pequeno:


Relembre o vídeo feito em celebração aos 30 anos da Casa do Pequeno

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Isabela Araujo, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.