Notícias

Primeira Coletiva da 59ª AG apresenta iniciativas para uma consciência política

Em ano eleitoral, a Assembleia dos Bispos destaca a necessidade dos cristãos buscarem uma boa preparação para as eleições de 2022.

Escrito por Marília Ribeiro

25 ABR 2022 - 17H22 (Atualizada em 26 ABR 2022 - 08H20)

CNBB

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil iniciou, nesta segunda-feira (25), a primeira etapa da 59ª Assembleia Geral, de forma virtual. Mais de 300 bispos estão reunidos remotamente, para discutirem temas importantes relacionados ao tema central do encontro deste ano: ‘Igreja Sinodal – Comunhão, Participação e Missão’.

Na primeira coletiva da 59ª Assembleia, participaram o arcebispo de Londrina (PR) e presidente do regional Sul 2 da CNBB, dom Geremias Steinmetz e o presidente da Comissão Episcopal para o Laicato da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e bispo da diocese de Tocantinópolis (GO), dom Giovane Pereira de Melo.

Cartilha de Orientação Política 2022
CNBB
CNBB


Durante sua explanação, Dom Geremias apresentou a
Cartilha de Orientação Política 2022, produzida pelo Regional Sul 2: Desde 2006, o Regional Sul 2 produz uma cartilha sobre política, ajudando na conscientização do nosso povo”, explicou o presidente do Regional.

O tema da cartilha é ‘A política melhor’, inspirada na Carta Encíclica do Papa Francisco, a ‘Fratelli Tutti', em especial o Capítulo 5º, em que o Papa Francisco desenvolve essa questão da política melhor, com foco no bem comum.

O subsídio é dividido em três blocos:

1. A Igreja e a Política;
2. As eleições Gerais de 2022; e
3. A política em favor da vida integral.

De acordo com o bispo, a cartilha quer ajudar as pessoas a reconhecerem todos os seres humanos como irmãos e irmãs, buscando uma consciência política que vise a caridade, a fraternidade social e a responsabilidade cristã.

A cartilha estará disponível para a venda a partir do dia 3 de maio, no site da CNBB Regional Sul 2: www.cnbbs2.org.br .

Projeto ‘Encantar a Política’

Dom Giovane foi o segundo bispos a participar da coletiva, para falar sobre o projeto ‘Encantar a Política’ do Conselho Nacional do Laicato do Brasil.

CNBB
CNBB


A iniciativa contempla um
caderno de formação política para as Eleições de 2022, que terá sua versão impressa e também será disponibilizado para download. A finalidade, é servir como instrumento para o fortalecimento da democracia no Brasil, detalhou o presidente da Comissão Episcopal para o Laicato.

O objetivo desse projeto é atuar na consciência do eleitorado brasileiro, por meio de um processo que leve a uma leitura crítica do momento atual e que aponte para as necessidades de um exercício de uma cidadania ativa”, destacou.

O prelado ressaltou que o projeto vai para além das eleições de 2022, já que busca oferecer uma formação política permanente, tendo como ponto de partida as encíclicas ‘Evangelli Gaudium’, ‘Laudato Si’ e ‘Fratelli Tutti’.

O texto trata a política como decorrência da ética e do amor, daí estamos em muita comunhão com a Cartilha do Regional Sul 2. O que queremos com essa política melhor, que é inspirada no mandamento do amor, é potencializar o voto em favor da democracia”, ressaltou dom Giovane.

O bispo da diocese de Tocantinópolis (GO) também comentou que além do caderno, o projeto visa a promoção de um curso sobre ‘Planejamento de Campanha Eleitoral’ que será feito em parceria com a Escola Casa Comum, ligada ao NESP da PUC Minas e ainda, um Seminário Nacional, que vai acontecer entre os dias 13 e 15 de maio, em Brasília, com o objetivo de capacitar multiplicadores e parceiros, para que todos os estados brasileiros sejam atingidos.

O lançamento oficial do projeto ‘Encantar a Política’ está previsto para acontecer no dia 28 de abril.

Fazem parte da parceria para o desenvolvimento do caderno o Centro Nacional de Fé e Política Dom Helder Câmara (Cefep), a Comissão Brasileira de Justiça e Paz (CBJP), o Núcleo de Estudos Sociopolíticos da Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, a Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Sociotransformadora, o Movimento Nacional de Fé e Política, a Rede Brasileira de Fé e Política, a 6ª Semana Social Brasileira, a Pastoral da Juventude (PJ), a Pastoral da Juventude no Meio Popular (PJMP,) os Padres da Caminhada, a Rede Brasileira Justiça e Paz e outras organizações.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Marília Ribeiro, em Notícias

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.

Bem vindo!


Para completar seu cadastro, por favor, verifique seu e-mail e defina sua senha.
Caso não encontre o e-mail na sua caixa de entrada, por favor, verifique na caixa de SPAM/TRASH/LIXO ELETRÔNICO.