Por Redação A12 Em Santo Padre

Papa Francisco chama a atenção para o cuidado com a natureza

O Papa Francisco realizou hoje (22) a catequese das quartas-feiras na Praça de São Pedro junto a aproximadamente 10 mil pessoas.

A partir da Carta de São Paulo os Romanos o Pontífice exortou novamente sobre a esperança e chamou a atenção para o cuidado com a Criação.

O Santo Padre destacou que o egoísmo traz destruição à natureza.

 

"Vamos pensar, por exemplo, na água é uma coisa tão belíssima, nos dá a vida, nos ajuda em tudo, mas para explorar os minerais acabamos por contaminar a água e sujar, destruir a criação”.

“Muitas vezes estamos tentados a pensar que a criação é uma propriedade nossa, uma posse, da qual podemos explorar como queremos sem prestar contas a ninguém. No trecho da Carta aos Romanos, o apóstolo Paulo nos lembra de que a criação é um dom maravilhoso que Deus colocou em nossas mãos para que possamos entrar em relação com Ele, reconhecer um sinal do seu designo de amor para cujo a realização somos chamados, todos, a colaborar dia após dia. Quando, porém se deixa dominar pelo egoísmo o ser humano acaba por arruinar até as coisas mais bonitas que lhe foram confiadas e assim aconteceu também com a criação. Vamos pensar, por exemplo, na água é uma coisa tão belíssima, nos dá a vida, nos ajuda em tudo, mas para explorar os minerais acabamos por contaminar a água e sujar, destruir a criação”, salientou.

:: Laudato si, a segunda encíclica do Papa Francisco tem como tema central a ecologia

papa francisco audiencia geral beija criança 22 fevereiro

:: Educar para o cuidado com a Casa Comum

Para se afastar do egoísmo e alcançar a cura das dores da criação o Papa pede aproximação de Deus através da esperança.

“Na esperança, sabemos que o Senhor quer curar definitivamente, com a sua misericórdia, os corações feridos e humilhados e aquilo que o homem deturpou com a sua impiedade, tudo regenerando num mundo novo e numa humanidade nova, reconciliados finalmente no seu amor”, colocou.

Na próxima quarta-feira (01) o Papa Francisco irá ao Aventino para a tradicional celebração de Cinzas. A Liturgia própria para a ocasião terá início na Igreja de Santo Anselmo, seguida pela procissão até a Basílica de Santa Sabina na presença do Papa, cardeais, arcebispos, bispos, monges beneditinos de Santo Anselmo, os Padres dominicanos de Santa Sabina e alguns fieis.

Ao final da procissão, na Basílica de Santa Sabina, terá lugar a celebração da Santa Missa com o rito da bênção e da imposição das cinzas. Também o Papa receberá as cinzas, como um simples fiel.

1 Comentário

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Redação A12, em Santo Padre

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.