Por TV Aparecida Em Missa - Transmissão especial Atualizada em 22 NOV 2019 - 15H44

TV Aparecida transmite ao vivo a Missa de Beatificação do Padre Donizetti

Divulgação/Diocese de S. João da Boa Vista
Divulgação/Diocese de S. João da Boa Vista


A TV Aparecida exibe no sábado (23), à partir das 9h, a Missa de Beatificação do Padre Donizetti. A cerimônia, com transmissão também pela Rádio Aparecida, será realizada em Tambaú (SP), cidade onde o religioso exerceu o seu trabalho sacerdotal até sua morte, aos 79 anos, em 1961. A missa contará com a presença de representantes do Vaticano e autoridades da Igreja Católica.

A fama de Santidade de padre Donizetti já ocorria em vida. Ele atraía uma multidão de fiéis e, até hoje, milhares de pessoas vão ao Santuário Nossa Senhora Aparecida, em Tambaú, onde encontram-se seus restos mortais. Sua trajetória foi de uma vida simples e humilde, sempre à disposição do povo, tendo espalhado por Tambaú diversas obras sociais importantes.

A beatificação de padre Donizetti é mais um passo em direção à sua canonização pelo Vaticano. Com a beatificação, declara-se a santidade de vida do religioso e é permitido o culto público em sua honra no âmbito de uma diocese ou de uma instituição eclesiástica (uma congregação religiosa, por exemplo). Já a canonização implica em uma declaração especialmente solene de santidade e autoriza o culto público em toda a Igreja. Tanto a beatificação como a canonização necessitam da declaração prévia das virtudes praticadas pelo beato ou santo.

Biografia

Donizetti Tavares de Lima nasceu em Cássia (MG) no ano de 1882. Vindo de uma família de 16 irmãos, o pai era um advogado e a mãe professora. Estudou em Franca, Sorocaba e no Seminário Episcopal de São Paulo, onde exerceu a função de organista e professor de música. Aos 21 anos optou pelo sacerdócio e fez o curso de filosofia no Seminário de São Paulo. Completou seus estudos em Pouso Alegre (MG), onde tornou-se sacerdote, em 1908. Chegou a Tambaú (SP) em 1926, onde morou até sua morte, aos 79 anos, no dia 16 de junho de 1961. Padre Donizetti espalhou por Tambaú diversas obras sociais, entre elas destacam-se a fundação do Asilo São Vicente de Paulo e a Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Tambaú. O religioso fez voto de pobreza desde sua ordenação sacerdotal e a única coisa que dizia possuir eram livros.

Assim que assumiu a paróquia de Tambaú, padre Donizetti encomendou a réplica da imagem de Nossa Senhora Aparecida para colocar na Igreja Matriz de Santo Antônio. Em 1929, um incêndio provocado por um curto circuito destruiu completamente a igreja. Das 23 imagens que havia no local restou intacta apenas a imagem da Padroeira do Brasil, retirada do incêndio pelo Padre Donizetti. O fato fez o religioso decidir construir um santuário para a Virgem Santíssima, o que só foi concretizado após sua morte.

2 Comentários

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por TV Aparecida, em Missa - Transmissão especial

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.