Por TV Aparecida Em Terra da Padroeira

Mococa & Paraíso e Sandra e Leonarda são algumas das atrações do Terra da Padroeira

Rodolfo Magalhães
Rodolfo Magalhães

O Terra da Padroeira tem mais uma manhã de muita animação no palco sertanejo da TV Aparecida. No domingo (21), às 9h, o programa vai presentear o público com extraordinárias atrações musicais. Com apresentação de Kleber Oliveira, Tonho Prado e Menino da Porteira, a produção é exibida ao vivo. Nomes como as duplas Duani e Dinei, Sandra e Leonarda, Mococa & Paraíso e Ney Canhoto e Adriano sobem ao palco, bem como a cantora Adriana Arydes.

Saiba um pouco sobre cada uma das atrações:

Duani e Dinei

Eles fazem parte da história da música sertaneja. Os dois amigos se conheceram em Franca (SP). Duani havia cantado, durante anos, com os irmãos Gian e Giovani, na formação do trio Sereno, Sereninho e Gauchinho. Juntos desde 1990, Duani e Dinei construíram uma carreira repleta de sucessos. “Entre o Beijo e a Boca”, “A Gente Se Enrosca”, “Por Amar Você” e “Leilão” são apenas alguns dos sucessos espalhados em cinco CD’s e 1 DVD.

Sandra e Leonarda

Naturais de Campos Novos e criadas em Balneário Camboriú (SC), as irmãs cresceram ouvindo os pais tocarem em bailes e festas regionais. Em 2004 mudaram-se para São Paulo, onde cantaram em casas renomadas como Brooks, Villa Mix, Rancho do Serjão e Vila Country. Elas também participaram de programas de concursos de talentos, como o Festival Sertanejo e Máquina da Fama, ambos do SBT, ganhando a premiação de 2° lugar. Em 2017 gravaram o primeiro DVD em Goiânia. Com um repertório único, elas trazem aos shows muita animação, interação com o público e carisma.

Mococa & Paraíso

Formada em 1986, a dupla, que já teve parcerias anteriores, tem no currículo mais de 25 projetos, entre os quais o DVD com as participações especiais de Sérgio Reis, e Bruno e Marrone. O repertório de Mococa & Paraíso é bem diversificado, abrangendo desde a música raiz até a romântica e a dançante. Destacam-se entre alguns sucessos da dupla os hits “Orelhão Azul”, “Licor de Amor” e “Saco de Ouro”.

Adriana Arydes

A história de Adriana como cantora teve início aos 7 anos, tocando nas missas da capelinha de São Bom Jesus, na sua cidade natal, Cruzeiro (SP). A mãe colocou-a na aula de violão para que as duas tocassem nas missas do domingo, o que acabou acontecendo. Foi então que a professora de violão montou um coral de crianças, do qual Adriana participou. E já na adolescência, a garota entrou para o grupo de jovens e a banda que animava as reuniões. Em 1982, ela começou a tocar em encontros católicos, em Cruzeiro. E daí a cantora não parou mais a sua missão de evangelizar através do dom musical. São 15 anos de carreira, 10 CDs e 2 DVDs gravados numa das carreiras mais sólidas da música católica.

Ney Canhoto e Adriano

A dupla, conhecida como os "Violeiros da Mantiqueira", participa do quadro "Ao Pé da Estrada" e fecha a manhã de atrações sertanejas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por TV Aparecida, em Terra da Padroeira

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.