Por Prof. Lino Rampazzo Em Artigos

MUGERA (BURUNDI): desde 1899 “Nossa Senhora de Lourdes na África Central”

 mugera

O pequeno país africano do Burundi, com uma superfície de 27.834 quilômetros quadrados, faz divisa com o Lago Tanganika, a República Democrática do Congo, a Tanzânia e o Rwanda: está situado, pois, na África Centro-Oriental.

A Evangelização deste país começou no fim do século passado e foi realizada pelos Missionários “Padres Brancos”. De 1879 até 1896 houve cinco tentativas de fundar uma missão, mas sem êxito, devido seja à malária, como às dificuldades criadas pelos escravistas árabes que moravam perto do Lago Tanganika.

Como, portanto, as tentativas de evangelizar o país a partir da região do Lago não deram certo, decidiu-se mudar o rumo. Desta vez, os missionários escolheram a região oriental do país e conseguiram fundar a primeira missão em Muyaga (1898). O Burundi, pois, tem apenas 118 anos de cristianismo.84897255_burundi

No ano seguinte aconteceu a fundação de Mugera (pronuncia-se “muguera”). Os “Barundi” (habitantes do Burundi) deram este nome à montanha daquela região: “Mugera” significa “aguilhão”, indicando, assim, a parte superior da montanha semelhante a um aguilhão.

Os missionários, Padres Desoignies, Van der Burgt e Van der Wee, chegaram lá exatamente no dia 11 de fevereiro de 1989, festa de Nossa Senhora de Lourdes. No dia seguinte, os missionários celebram aí sua primeira Missa, debaixo de uma simples tenda.

Em Mugera os missionários, nos anos seguintes, construiram uma gruta, semelhante à de Nossa Senhora de Lourdes (na França). Aos poucos, “Mugera” tornou-se, o Santuário Nacional do Burundi: para lá, todos os anos, muitos Barundi se dirigem a pé em romaria.

Pessoalmente guardo na memória e no coração minha participação à celebração eucarística do domingo dia 15 de agosto de 1971. Fazia apenas quatro dias que tinha chegado no Burundi. Fiquei impressionado diante de uma grande multidão de fiéis que tinha chegado até lá, depois de uma romaria a pé de vários dias. Todos rezavam e cantavam. Todos louvavam a “Bikira Mariya” (=a Virgem Maria).

Vamos rezar pelo Burundi, que continua carregando as pesadas cruzes da miséria, do subdesenvolvimento, do racismo e da AIDS. Que Nossa Senhora de Mugera seja “sinal de esperança” para este povo crucificado.

Nossa Senhora
Seja o primeiro a comentar

Os comentários e avaliações são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do site.

0

Boleto

Anterior
Próximo
Reportar erro! Comunique-nos sobre qualquer erro de digitação, língua portuguesa, ou
de informação equivocada que você possa ter encontrado nesta página:

Por Prof. Lino Rampazzo, em Artigos

Obs.: Link e título da página são enviados automaticamente.